Matrículas em Portugal deixam de indicar data – Motorguia
Ligue-se connosco

Notícias

Matrículas em Portugal deixam de indicar data

Published

on

As novas matrículas automóveis vão deixar de ter aquele retângulo amarelo que serve para indicar o ano e mês em que foi criada aquela matrícula. Segundo o diploma agora publicado em Diário da República, “não é elemento relevante” para identificação das viaturas e pode gerar “interpretações incorretas”.

O decreto-lei n.º 2/2020, que altera o Regulamento da Matrícula, o Código da Estrada e o Regulamento da Habilitação Legal para Conduzir, refere que o objetivo é “a harmonização do modelo de chapa de matrícula com o da generalidade dos Estados-membros da União Europeia, que não apresentam referência à data da primeira matrícula do veículo”.

Este elemento pode provocar interpretações erradas por parte de algumas entidades de outros Estados-membros da União Europeia quando os veículos circulam fora de Portugal, pois há diversos países a utilizam uma solução semelhante para indicar a data limite de validade da matrícula. Podemos exemplos em automóveis acabados de importar para Portugal e que estejam ainda sem matrícula nacional.

Esta medida tem apenas caráter obrigatória para as matrículas emitidas após o término da atual série de matrículas. No caso dos automóveis já matriculados, sejam eles “nacionais” ou importados, não existe a obrigatoriedade de alterar a matrícula. Contundo, quem o desejar, poderá fazê-lo, o que poderá uma solução bastante requisitada por quem possuem automóveis “importados” e se sente, por vezes, um pouco descriminado.

Clique para comentar

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Notícias

O buggy original vai regressar como elétrico

Published

on

Nos anos 60 do século passado Bruce Meyers criou o primeiro buggy com base num Volkswagen Carocha e… fez história. Agora o buggy original está de volta, mas como um modelo totalmente elétrico.



Mantendo toda uma silhueta bem conhecida e linhas que se tornaram intemporais, o Meyesr Manx 2.0 está equipado com um motor elétrico traseiro capaz de debitar 205 cv de potência e 325 Nm de binário.

Terá duas versões, uma equipada com bateria de 20 kWh capaz de uma autonomia de 241 quilómetros e outra com uma bateria mais potente, de 40 kWh, já com uma autonomia que atinge sensivelmente os 480 quilómetros.

Este Meyers Manx 2.0 foi desenhado pelo mesmo criador do primeiro Audi TT e do Volkswagen Beetle, Freeman Thomas, e deverá começar a ser comercializado no próximo ano, estando previsto que em 2023 sejam produzidas as primeiras 50 unidades.

Continuar a ler

Notícias

Novo Lamborghini Urus bate recorde em Pikes Peak

Published

on

A Lamborghini levou o seu novo Urus, ainda camuflado à mítica subida de Pikes Peak e saiu de lá com um recorde no bolso. Com o piloto Simone Faggioli aos comandos este novo Urus fez o tempo de 10m32,064s, o que o torna no SUV de produção mais rápido a fazer a subida.



Com esta marca o Urus bate o anterior recorde que era detido pelo Bentley Bentayga e augura um bom futuro para esta nova geração do Urus que deverá ser apresentada ainda este mês.

Continuar a ler
Publicidade

Newsletter

Em aceleração