Ligue-se connosco

Notícias

O novo Seat Leon já foi revelado

Published

on

A Seat apresentou a muito aguardada quarta geração do Leon numa cerimónia transmitida internacionalmente via streaming dando assim a conhecer as novas formas de um dos modelos mais importantes da sua gama.



Com umas linhas bem fluídas o novo Leon tem uma silhueta curvilínea com umas cavas das rodas salientes que lhe dão um ar dinâmico logo ao primeiro olhar. A proeminente grelha frontal e as próprias linhas em relevo no capot dão-lhe um ar positivamente agressivo. A traseira fecha muito bem todo o conjunto reforçando a pose com uma linha de cintura muito marcada e destacada pela união entre os dois conjuntos óticos feita por uma linha de luz horizontal muito ao estilo do que já vimos no Tarraco.

 

A Seat revelou também a versão Sportstourer, a carrinha, que mantém os mesmos atributos que o Leon de cinco portas, mas acrescenta 237 litros de capacidade da mala, ascendendo aos 617 em comparação com os 380 litros do Leon.

No interior o desenho destaca-se por uma opção minimalista com superfícies lisas a dominar o habitáculo com o ecrã táctil de 8,25 polegadas a dominar a zona da consola central. A conectividade é uma das apostas e este Leon conta com comandos por voz que permitem controlar várias opções de entretenimento e informação como a navegação ou música. Conta ainda com a aplicação Seat Connect que permite controlar remotamente algumas funções.

A segurança foi um dos focos no desenvolvimento do novo Leon e os engenheiros e técnicos da marca de Martorell incorporaram no Leon o que de melhor a Seat tem nessa área. Assim esta geração contará com controlo de velocidade adaptativo, um controlo dinâmico do chassis um sistema de aviso de saída que alerta a presença de trânsito quando se abrem as portas.

Em termos de motores o Leon contará com o tricilíndrico 1.0 TSI com 90 e 110 cv de potência, o 1.5 TSI com 130 e 150 cv e o 2.0 TSI com 190 cv e caixa DSG fecha para já as propostas a gasolina. Na oferta Diesel o novo Leon terá disponíveis o bloco de 2.0 litros da família TDI com 115 e 150 cv de potência e ainda outra versão de 150 cv com caixa DSG disponível para a carrinha Sportstourer com tração integral 4Drive.

A Seat também aposta na criação de soluções alternativas e pela primeira vez o Leon terá uma versão híbrida, o eHybrid que contará com um motor 1.4 TSI a gasolina e um motor elétrico alimentado por uma bateria de 13 kWh que em conjunto lhe dará uma potência máxima de 204 cv permitindo que o Leon eHybrid circule até 60 quilómetros apenas em modo elétrico.

Clique para comentar

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias

Autoeuropa fabrica viseiras para hospitais

Published

on

Logo com o surgimento da pandemia do novo Coronavírus no nosso país a Autoeuropa doou viseiras e fatos de proteção a hospitais nacionais, nomeadamente o Curry Cabral e Santa Maria, ambos em Lisboa.



Agora um conjunto de trabalhadores desta fábrica da Volkswagen em Palmela em coordenação com a própria Autoeuropa está a produzir viseiras para o Hospital Nossa Senhora do Rosário, no Barreiro e o Hospital de Setúbal.

Recorrendo à maquinaria de impressão 3D estes trabalhadores continuarão a produzir estas viseiras enquanto houver matéria prima disponível ajudando assim na proteção dos elementos das entidades de saúde neste combate à pandemia do Covid-19.

Continuar a ler

Notícias

Rali de Portugal adiado por causa do Coronavírus

Published

on

A pandemia do vírus Covid-19 continua a adiar eventos e neste caso foi o WRC Vodafone Rally de Portugal que foi adiado mais para o final da época, ainda sem uma data definida.



Inicialmente agendado para decorrer no nosso país entre 21 e 24 de Maio, o rali de Portugal foi adiado numa decisão tomada em conjunto pela FIA, o ACP e as autoridades nacionais.

Continuar a ler

Notícias

Coronavírus impõe novas regras nos transportes públicos

Published

on

O Ministério do Ambiente definiu um conjunto de novas regras para os transportes públicos de maneira a combater a pandemia causada pelo vírus Covid-19 e aumentar a segurança para quem trabalha nos transportes.



Assim os taxis ou veículos TVDE poderão continuar a desenvolver a sua atividade garantindo os serviços essenciais à população, mas deixam de poder transportar passageiros no banco da frente e os veículos devem ser higienizados assegurando que as suas superfícies são limpas e o ar renovado. Além disso os municípios podem estabelecer condições especiais de circulação caso sejam necessárias.

Já nos transportes públicos coletivos as entidades gestoras como o Metropolitano de Lisboa, Metro do Porto, Soflusa, Sociedade de Transportes Coletivos do Porto (STCP) e Metro Ligeiro da margem sul do Tejo devem garantir que o número de passageiros não seja superior a um terço da lotação do transporte, reduzindo assim os aglomerados de pessoas.

Continuar a ler
Publicidade

Estamos no Facebook

Newsletter

Em aceleração