Novo Fiat Doblò vai ser produzido em Mangualde – Motorguia
Ligue-se connosco

Comerciais

Novo Fiat Doblò vai ser produzido em Mangualde

Published

on

A fábrica de Mangualde da Stellantis vai passar a produzir o novo Fiat Doblò em outubro, juntando-se aos modelos Peugeot Partner, Citroën Berlingo e Opel Combo que já saem da linha de montagem desta unidade.



A comemoração do 60º aniversário do Centro de Produção de Mangualde, que contou a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, ficou assinalada com o anúncio do fabrico de uma quarta marca e de um quarto modelo.
Assim, a unidade da Stellantis vai passar a produzir, a partir de outubro, da nova geração do Fiat Doblò, que se juntará a uma lista de 22 modelos fabricados em Mangualde nas últimas seis décadas, incluindo os três que atualmente são ali produzidos.
A Stellantis sublinha que a introdução deste quarto modelo na linha de Mangualde reforça a sua aposta na indústria portuguesa, ao mesmo tempo que aumenta ainda mais a eficiência e competitividade das instalações.

A Stellantis adianta que esta decisão foi tomada para responder a um mercado automóvel cada vez mais diversificado e exigente, que é constantemente impactado por fatores externos.
O novo Fiat Doblò beneficia do bem-sucedido programa de veículos comerciais ligeiros compactos do Grupo Stellantis. Os modelos Berlingo, Partner e Combo registam uma elevada procura pelos clientes profissionais e empresas e detêm uma quota de mercado de 32%.
“Pretendemos continuar a liderar o mercado de veículos comerciais e agora, ao acrescentarmos o Fiat Doblò ao portefólio de Mangualde, alcançaremos uma maior eficiência, melhoraremos a nossa competitividade e ofereceremos o melhor aos nossos clientes profissionais.”, afirmou o CEO da Stellantis, Carlos Tavares.

No ano de 2021 saíram da Fábrica da Stellantis 67.841 viaturas, o que equivale a praticamente um quarto (23,5%) da produção automóvel em Portugal.
“Eu tinha que estar aqui hoje para, junto com todos vós, celebrar estes 60 anos de vida desta unidade de Mangualde. Esta fábrica teve um percurso ímpar, ultrapassando todo o tipo de crises e conseguiu resistir, acabando por chegar ao dia de hoje com uma reputação sem igual, que a coloca no topo em termos de qualidade e eficiência a nível universal”, sublinhou o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.
Com a Stellantis, Mangualde tem mesmo a empresa líder no setor dos transportes e da mobilidade, um dos mais globalizados do Mundo. Hoje, vim aqui ouvir boas notícias, com a Stellantis a colocar mais uma marca e mais um modelo no portefólio desta fábrica”, acrescentou o mais alto magistrado da Nação.

Clique para comentar

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Comerciais

Mercedes-Benz promete mostrar eActros de longo curso em Hanover

Published

on



A Mercedes-Benz Trucks escolheu o Salão de Hanover, que se realiza já no mês de setembro, para apresentar ao público o camião elétrico de longo curso eActros LongHaul, que deverá chegar ao mercado em 2024 com uma autonomia de até 500 km.

O modelo que será exposto no stand da marca alemã antecipa a imagem do veículo de produção em série. Os primeiros protótipos já estão a ser submetidos a testes intensivos e, ainda este ano, o eActros LongHaul será testado em estradas públicas.
No próximo ano, os primeiros veículos de teste chegarão aos clientes para uma utilização diária. Com um único carregamento da bateria, o eActros LongHaul terá uma autonomia de até 500km, estando prevista a sua produção em série em 2024.

A marca alemã também vai ainda mostrar no seu espaço no Salão Internacional, dois camiões elétricos; o eActros para transporte de distribuição pesada, que está em produção em série na fábrica de Wörth desde outubro de 2021, e o eEconic para uso municipal, desde julho.
A Mercedes-Benz Trucks divulgou as primeiras imagens de antevisão do protótipo do eActros LongHaul, assim como algumas caraterísticas técnicas do veículo de produção.


As baterias utilizam a tecnologia de fostato de lítio-ferro (LFP), que oferecem uma maior capacidade útil e uma vida mais longa. Estas baterias podem recuperar entre 20 a 80% da sua capacidade em menos de 30 minutos num posto ultrarrápido com potência de um megawatt.
A maior autonomia em combinação com o carregamento a um megawatt permite uma utilização diária semelhante à dos camiões convencionais e possibilita a realização de dois turnos.

Continuar a ler

Comerciais

Camiões Xcient da Hyundai vão começar a operar na Alemanha

Published

on

Os camiões a hidrogénio da Hyundai vão começar a operar na Alemanha, aquele que é o maior mercado de veículos comerciais da Europa. Sete empresas alemãs de logística, indústria e retalho vão incorporar 27 Xcient Fuel Cell da Hyundai movidos a hidrogénio nas suas frotas, usufruindo de financiamento para veículos comerciais ecológicos aprovado pelo Governo alemão.

Lançado em 2020 pela Hyundai, o Xcient Fuel Cell é o primeiro camião pesado de mercadorias movido a hidrogénio a ser produzido em massa no mundo. A empresa já tinha disponibilizado 47 unidades na Suíça, que até à data percorreram mais de quatro milhões de quilómetros ao serviço de 45 clientes e 23 marcas.
Em agosto de 2021, o Governo alemão divulgou as suas diretrizes de financiamento para veículos comerciais com sistemas de condução alternativos, após aprovação da Comissão Europeia. O financiamento está disponível para veículos elétricos a bateria, fuel cell (hidrogénio) e híbridos, correspondendo a infraestruturas de reabastecimento/carregamento e estudos de viabilidade relacionados. O Governo alemão terá um orçamento de 1.6 mil milhões de euros disponíveis até 2024 para a aquisição de veículos comerciais amigos do ambiente.

As autoridades alemãs disponibilizarão até 15 milhões de euros a cada uma das empresas elegíveis durante os próximos quatro anos para promover a mudança para veículos comerciais amigos do ambiente. Adicionalmente, serão disponibilizados cerca de sete mil milhões até 2025 para a construção de infraestruturas de reabastecimento e carregamento de veículos de passageiros e veículos comerciais.
O Hyundai Xcient Fuel Cell está equipado com um sistema de pilha de combustível a hidrogénio de 190 kW, com duas pilhas de 90 kW cada, recentemente modificadas para este camião pesado de mercadorias. A durabilidade do sistema fuel cell, assim como a eficiência de combustível do veículo, foram melhoradas para corresponderam à procura dos clientes de frotas. O motor debita 350 kW com binário máximo de 2237 Nm.

Sete tanques de hidrogénio proporcionam uma capacidade de armazenamento de 31 kq de combustível, enquanto três baterias de alta voltagem de 72 kWh proporcionam uma fonte adicional de energia. A autonomia máxima ronda, aproximadamente, os 400 quilómetros.

Continuar a ler
Publicidade

Newsletter

Em aceleração