DAF CF Electric no desfiladeiro mais desafiante da Europa – Motorguia
Ligue-se connosco

Comerciais

DAF CF Electric no desfiladeiro mais desafiante da Europa

Published

on

Um DAF CF Electric com um PBV de 26 toneladas tornou-se o primeiro camião totalmente elétrico a dominar o maior desfiladeiro da Áustria, a estrada alpina de Grossglockner de 48 quilómetros que conta com 36 curvas sinuosas e 12% de inclinação.


Este feito prova que a condução com zero emissões também é perfeitamente possível em áreas montanhosas.
O DAF CF Electric está no mercado desde 2018 e está disponível como trator 4×2 e como rígido 6×2. O veículo totalmente elétrico – cuja terceira geração está agora em circulação – já está a ser utilizado, entre outros, nos Países Baixos, na Alemanha, na Bélgica, no Reino Unido e na Hungria para várias aplicações, incluindo distribuição de supermercados, recolha de lixo e transporte de contentores. Com planeamento inteligente e carregamento intermédio, os clientes podem conduzir até 500 km por dia com o CF Electric.
No entanto, alguns operadores de transportes em zonas montanhosas parecem ter dúvidas quanto à utilização de veículos elétricos. O concessionário oficial DAF da Áustria, Tschann, decidiu que estava na hora de pôr fim a este ceticismo, com alguma ajuda da DAF Trucks. “Que melhor sítio do que a estrada de montanha mais desafiante e bonita da Europa para provar a qualidade e a utilidade do CF Electric?”, afirmou Enrico Simma, diretor do Tschann.

O CF Electric com um PBV de 26 toneladas conduziu de Salzburgo até ao sopé da estrada alpina de Grossglockner em autoestradas e estradas nacionais. De lá, foi definido um percurso até Kaiser-Franz-Josefs-Höhe, a linha de chegada do sinuoso e espetacular desfiladeiro. Simma continuou: “Apesar da vista pelo caminho ser de cortar a respiração, a rota de 48 quilómetros com 36 curvas apertadas e as suas encostas íngremes de 12% de inclinação continuam a ser um desafio. É o derradeiro teste para qualquer veículo e o CF Electric passou com distinção! Esta é a prova de que o CF Electric pode ser utilizado em qualquer rota, desde que exista uma boa infraestrutura de carregamento!”

Clique para comentar

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Comerciais

Mercedes-Benz promete mostrar eActros de longo curso em Hanover

Published

on



A Mercedes-Benz Trucks escolheu o Salão de Hanover, que se realiza já no mês de setembro, para apresentar ao público o camião elétrico de longo curso eActros LongHaul, que deverá chegar ao mercado em 2024 com uma autonomia de até 500 km.

O modelo que será exposto no stand da marca alemã antecipa a imagem do veículo de produção em série. Os primeiros protótipos já estão a ser submetidos a testes intensivos e, ainda este ano, o eActros LongHaul será testado em estradas públicas.
No próximo ano, os primeiros veículos de teste chegarão aos clientes para uma utilização diária. Com um único carregamento da bateria, o eActros LongHaul terá uma autonomia de até 500km, estando prevista a sua produção em série em 2024.

A marca alemã também vai ainda mostrar no seu espaço no Salão Internacional, dois camiões elétricos; o eActros para transporte de distribuição pesada, que está em produção em série na fábrica de Wörth desde outubro de 2021, e o eEconic para uso municipal, desde julho.
A Mercedes-Benz Trucks divulgou as primeiras imagens de antevisão do protótipo do eActros LongHaul, assim como algumas caraterísticas técnicas do veículo de produção.


As baterias utilizam a tecnologia de fostato de lítio-ferro (LFP), que oferecem uma maior capacidade útil e uma vida mais longa. Estas baterias podem recuperar entre 20 a 80% da sua capacidade em menos de 30 minutos num posto ultrarrápido com potência de um megawatt.
A maior autonomia em combinação com o carregamento a um megawatt permite uma utilização diária semelhante à dos camiões convencionais e possibilita a realização de dois turnos.

Continuar a ler

Comerciais

Camiões Xcient da Hyundai vão começar a operar na Alemanha

Published

on

Os camiões a hidrogénio da Hyundai vão começar a operar na Alemanha, aquele que é o maior mercado de veículos comerciais da Europa. Sete empresas alemãs de logística, indústria e retalho vão incorporar 27 Xcient Fuel Cell da Hyundai movidos a hidrogénio nas suas frotas, usufruindo de financiamento para veículos comerciais ecológicos aprovado pelo Governo alemão.

Lançado em 2020 pela Hyundai, o Xcient Fuel Cell é o primeiro camião pesado de mercadorias movido a hidrogénio a ser produzido em massa no mundo. A empresa já tinha disponibilizado 47 unidades na Suíça, que até à data percorreram mais de quatro milhões de quilómetros ao serviço de 45 clientes e 23 marcas.
Em agosto de 2021, o Governo alemão divulgou as suas diretrizes de financiamento para veículos comerciais com sistemas de condução alternativos, após aprovação da Comissão Europeia. O financiamento está disponível para veículos elétricos a bateria, fuel cell (hidrogénio) e híbridos, correspondendo a infraestruturas de reabastecimento/carregamento e estudos de viabilidade relacionados. O Governo alemão terá um orçamento de 1.6 mil milhões de euros disponíveis até 2024 para a aquisição de veículos comerciais amigos do ambiente.

As autoridades alemãs disponibilizarão até 15 milhões de euros a cada uma das empresas elegíveis durante os próximos quatro anos para promover a mudança para veículos comerciais amigos do ambiente. Adicionalmente, serão disponibilizados cerca de sete mil milhões até 2025 para a construção de infraestruturas de reabastecimento e carregamento de veículos de passageiros e veículos comerciais.
O Hyundai Xcient Fuel Cell está equipado com um sistema de pilha de combustível a hidrogénio de 190 kW, com duas pilhas de 90 kW cada, recentemente modificadas para este camião pesado de mercadorias. A durabilidade do sistema fuel cell, assim como a eficiência de combustível do veículo, foram melhoradas para corresponderam à procura dos clientes de frotas. O motor debita 350 kW com binário máximo de 2237 Nm.

Sete tanques de hidrogénio proporcionam uma capacidade de armazenamento de 31 kq de combustível, enquanto três baterias de alta voltagem de 72 kWh proporcionam uma fonte adicional de energia. A autonomia máxima ronda, aproximadamente, os 400 quilómetros.

Continuar a ler
Publicidade

Newsletter

Em aceleração