Mercedes-Benz promete camiões a hidrogénio na estrada em 2027 – Motorguia
Ligue-se connosco

Comerciais

Mercedes-Benz promete camiões a hidrogénio na estrada em 2027

Published

on

A Mercedes-Benz Trucks apresentou ao público várias inovações de veículos com o foco na electrificação do seu portfólio de produtos. A empresa identifica-se com o Acordo climático de Paris e o seu objectivo é descarbonizar o setor do transporte até 2050.



“Na Mercedes-Benz Trucks estamos totalmente comprometidos com o transporte livre de CO2. Em 2030, queremos que mais da metade dos nossos novos veículos vendidos na Europa sejam livres de emissões”, disse Karin Rådström, membro do Conselho de Administração da Daimler Truck AG, responsável pela Mercedes-Benz Trucks no evento “Shaping the Now & Next 2021” e, assim, indicando a meta da empresa para os próximos anos. “Em consonância com os diferentes casos de utilização dos nossos clientes, seguimos uma estratégia de electrificação dupla baseada em camiões elétricos a bateria e a célula de combustível.”

Os eActros para transporte de distribuição pesada, apresentados recentemente em Junho de 2021 e previstos para entrar em produção em larga escala a partir de Outubro de 2021, bem como a eEconic para uso urbano no segundo semestre de 2022 já estão totalmente electrificados.

A partir de 2024, o eActros LongHaul, que também é eléctrico a bateria, está planeado para ter concluída a sua produção de série e em 2027 verá as primeiras unidades do GenH2 de produção em série com célula de combustível à base de hidrogénio começarem a transportar mercadorias para os respetivos clientes. Ambos os veículos permitirão o transporte rodoviário neutro em CO2 nas rotas de longa distância.

“Trabalhar com e para que os nossos clientes encontrem a solução perfeita sempre foi algo especial para mim – porque cada cliente tem suas próprias necessidades e desafios que precisam ser cumpridos”, apontou Andreas von Wallfeld, responsável pelo Marketing, Vendas & Serviços da Mercedes-Benz Trucks. “Para sermos parceiros efectivos, damos primazia a duas coisas: ouvir com muita atenção o que os nossos clientes dizem e, em segundo lugar, desenvolver os nossos camiões – não importa se eles têm motores diesel clássicos ou são electrificados – e serviços para servir a um propósito específico que contribua para o sucesso dos nossos clientes.”

A MB Trucks apresentou ainda novos modelos e versões para o segmento Diesel clássico, como o Actros F, Actros L e Edition 2.

Clique para comentar

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comerciais

SPI Energy lança nova pick-up elétrica EF1-T

Published

on

Não é um das marcas mais conhecidas no universo dos elétricos, mas a verdade é que a EF1-T anunciou planos para lançar uma nova pick-up elétrica.



Com a indústria automóvel a correr para um futuro elétrico, são muitos os construtores e startups que pretendem construir pick-up elétrica a partir de pick-up com motores a combustão e com as desvantagens que isso pode trazer. Assim, a SPI Energy anunciou planos para dar vida através das marcas Edison Future e Phoenix Motor ao modelo EF1-T.

A Edison Future diz que esta EF1-T foi criada em colaboração com a Icona Design Group e outros parceiros líderes em tecnologia de carros elétricos e será proposta em três níveis de níveis: Standar, Premium e Super. Terá um só motor elétrico capaz de acelerar dos 0 aos 100 km/h em apenas 6,5 segundos, enquanto a versão Premium terá dois motores e os 0 aos 100 km/n serão cumpridos em 4,5 segundos.

A Super vai propor três motores e uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em 3,9 segundos. A partir daqui não foram revelados mais dados técnicos sobre a pick-up e cada uma das suas versões. Algumas variantes terão painéis solares no tejadilho e um painel solar integrado que pode ser recolhido para tapar toda a zona da caixa de carga.

Do ponto de vista visual, a EF1-T conta com faróis gigantes, pousa-pés retráteis e utiliza câmaras no lugar dos retrovisores. As dimensões também não foram reveladas.
No interior, surge um ecrã de 17,5″ para o sistema de infoentertenimento, head-up display e caixas de ferramentas integradas nas portas.

Continuar a ler

Comerciais

Em Inglaterra está à venda um Dacia Duster Van com apenas dois lugares

Published

on

O mercado mudou muito e se antigamente, qualquer modelo era também comercializado em versão van de dois lugares, agora contam-se pelos dedos das mãos os veículos que o são.



Atualmente, existem poucos deste género… a Fiat tem um Tipo Van no catálogo, a Toyota comercializa um Yaris Business a gasolina… nesta nova geração ainda não se vende, mas existe… a Suzuki comercializa um Jimny de dois lugares, mas pouco mais existe.

Em Inglaterra vende-se mais um exemplo curioso de um van com argumentos. Trata-se do Dacia Duster de dois lugares que podia muito bem vender-se em Portugal. Os bancos traseiros foram eliminados para maximizar a sua capacidade de carga e assim passa a dispor de uma bagageira com nada mais nada menos do que 1623 litros.

O Dacia de cinco lugares tem uma bagageira com 445 litros que já é grande. Não obstante e apesar do seu propósito, o SUV romenos surge bem equipado, onde se destaca o cruise control, Bluetooth e USB… há ainda volante com comandos. POde ter ecrã tátil de 8″, travagem automática de energência, ESP e assistente de máximo. Do lado de fora, a única coisa que distingue este Duster Commercial dos restantes são os vidros traseiros escurecidos de uma forma ainda mais opaca.

Está disponível com quatro motorizações, o TCe de 90 CV, um TCe de 130 CV, um de 150 CV e um Diesel 1,5 litros com 115 CV. A tração integral é opcional… Será que fazia sucesso em Portugal?

Continuar a ler

Comerciais

Novo Mercedes-Benz Citan já tem preços para Portugal

Published

on

Apresentada há cerca de dois meses, na feira de Düsseldorf, na Alemanha, o novo furgão Mercedes-Benz Citan só chega ao mercado português no final de novembro, mas já está disponível para encomenda e já tem preços para o nosso país.



Com um design mais moderno e com mais tecnologia, o Citan de segunda geração, tal como a primeira, é construída sobre a mesma base do novo Renault Kangoo.

Tal como na primeira geração, o Citan, vai chegar ao mercado português com uma versão comercial (Furgão) e outra de passageiros (Tourer), sendo que esta última conta com portas laterais deslizantes de série.

O novo Mercedes-Benz Citan vai chegar ao nosso país com dois níveis de equipamento: BASE e PRO. No nível de entrada destaca-se o ar condicionado, rádio, porta lateral deslizante e piso de carga revestido; Já na gama PRO, que terá um custo adicional de 890 € (+ IVA), sobressai o sistema MBUX, o sistema de auxílio ao estacionamento, o regulador e limitador de velocidade, o volante multifunções e as jantes de 16’’.

No lançamento, o Citan vai estar disponível com três versões Diesel e duas a gasolina. Mais tarde, na segunda metade de 2022, será lançada a eCitan, a versão 100% elétrica desta carrinha, que terá uma autonomia em ciclo combinado WLTP de 285 km.

A oferta Diesel é composta por um bloco 1.5 de quatro cilindros em linha que pode assumir três níveis de potência: 75 cv (Citan 108 CDI), 95 cv (Citan 110 CDI) e 116 cv (Citan 112 CDI); Já a gama a gasolina assenta num motor de quatro cilindros em linha com 1.3 litros que produz 102 cv na versão Citan 110 e 131 cv na variante Citan 113.

Quanto a preços…
Citan Furgão 110 BASE — a partir de 18 447 euros (sem IVA)
Citan Furgão 108 CDI BASE — a partir de 18 984 euros (sem IVA)
Citan Tourer 110 BASE — a partir de 19 913 euros (sem IVA)

Continuar a ler
Publicidade

Estamos no Facebook

Newsletter

Em aceleração