Corrida injusta para Miguel Oliveira – Motorguia
Ligue-se connosco

Motos

Corrida injusta para Miguel Oliveira

Published

on

Depois de ter feito história no motociclismo nacional ao conseguir na o quinto lugar na grelha de partida da segunda prova de MotoGP, no circuito de Jerez, Miguel Oliveira não teve a sorte do seu lado pois sofreu um toque de Brad Binder logo na primeira curva, o que causou a queda do piloto de Almada, comprometendo as suas aspirações numa corrida que poderia ter sido também ela histórica.



Fica uma sensação de uma enorme injustiça, mas são coisas que acontecem em pista e que são normais nesta categoria, restando o conforto de que Miguel Oliveira não sofreu nenhuma lesão e ficou bem fisicamente.

O resto da corrida foi dominada do princípio ao fim pelo francês Fabio Quartararo que assim levou a sua Yamaha à segunda vitória consecutiva neste campeonato num pódio dominado pela Yamaha que viu Maverick Viñales e Valentino Rossi a ocuparem o segundo e terceiro lugares respetivamente.

Agora o circo do MotoGP vai para a República Checa onde no próximo dia 9 de agosto o circuito de Brno será o palco da terceira prova desta temporada. Esperemos que Miguel Oliveira consiga mais uma vez mostrar que está num excelente momento de forma com a sua KTM da equipa Tech 3.

Clique para comentar

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Motos

A Gresini Racing pode ser o destino de Miguel Oliveira

Published

on

A equipa italiana Gresini Racing, formação satélite da Ducati poderá ser o futuro destino na carreira de Miguel Oliveira no MotoGP.



Uma foto de um jornalista britânico que registou o momento em que Miguel Oliveira, o seu pai e empresário Paulo Oliveira e o diretor desportivo da Ducati Paolo Ciabatti entram na boxe da equipa Gresini, durante este fim de semana na Catalunha, veio levantar o véu sobre a possibilidade do piloto de Almada ter estado em negociações, ou algo mais com a equipa satélite da Ducati.

Nada ainda confirmado, nesta altura em que várias equipas e pilotos definem o futuro, mas uma coisa parece certa, Miguel Oliveira não continuará a correr numa KTM. Depois da marca austríaca ter assinado contrato com o australiano Jack Miller para o lugar do piloto português na equipa oficial a história de Miguel Oliveira no seio da KTM parece ter chegado ao fim.

A saída de Enea Bastianini da Gresini Racing, que assinou pela equipa principal da Ducati, abriu uma vaga que poderá ser preenchida pelo piloto nacional e a foto partilhada pode indicar que essa possibilidade é algo mais que apenas uma possibilidade. No entanto o próprio Miguel em declarações no final do Grande Prémio da Catalunha referiu que não tem nada assinado com ninguém e que apenas “está a explorar as suas opções”.

Os próximos dias poderão trazer algumas novidades e dados mais concretos neste processo de decisões que irá definir a grelha de pilotos da próxima temporada de MotoGP e talvez tenhamos mais confirmações sobre o futuro da carreira do Miguel Oliveira.

Continuar a ler

Motos

Miguel Oliveira de novo no top ten

Published

on

Miguel Oliveira terminou o Grande Prémio da Catalunha, em Barcelona, Espanha, na nona posição, repetindo a mesma classificação que havia conseguido na prova anterior em Itália.



Lutando com problemas de tração na sua KTM, o piloto de Almada fez uma qualificação em que não foi além da 16ª posição na grelha de partida. Ainda assim, mais uma vez, foi recuperando lugares ao longo da corrida e cruzou a meta em nono.

Fábio Quartararo conseguiu a sua segunda vitória esta época e reforçou a liderança no campeonato sendo seguido pelas duas Ducati da equipa oficial, com Jorge Martin a terminar em segundo e Johan Zarco a fechar o pódio.

Continuar a ler
Publicidade

Estamos no Facebook

Newsletter

Em aceleração