Ligue-se connosco

Motos

Corrida injusta para Miguel Oliveira

Published

on

Depois de ter feito história no motociclismo nacional ao conseguir na o quinto lugar na grelha de partida da segunda prova de MotoGP, no circuito de Jerez, Miguel Oliveira não teve a sorte do seu lado pois sofreu um toque de Brad Binder logo na primeira curva, o que causou a queda do piloto de Almada, comprometendo as suas aspirações numa corrida que poderia ter sido também ela histórica.



Fica uma sensação de uma enorme injustiça, mas são coisas que acontecem em pista e que são normais nesta categoria, restando o conforto de que Miguel Oliveira não sofreu nenhuma lesão e ficou bem fisicamente.

O resto da corrida foi dominada do princípio ao fim pelo francês Fabio Quartararo que assim levou a sua Yamaha à segunda vitória consecutiva neste campeonato num pódio dominado pela Yamaha que viu Maverick Viñales e Valentino Rossi a ocuparem o segundo e terceiro lugares respetivamente.

Agora o circo do MotoGP vai para a República Checa onde no próximo dia 9 de agosto o circuito de Brno será o palco da terceira prova desta temporada. Esperemos que Miguel Oliveira consiga mais uma vez mostrar que está num excelente momento de forma com a sua KTM da equipa Tech 3.

Motos

Miguel Oliveira conquista a sua melhor posição de sempre

Published

on

No Grande Prémio da República Checa, Miguel Oliveira conseguiu a sexta posição, a sua melhor classificação de sempre no MotoGP, logo atrás de Valentino Rossi.



Numa corrida ganha pelo sul-africano Brad Binder com a sua KTM, o futuro companheiro de equipa de Miguel Oliveira na equipa oficial da marca austríaca foi seguido no pódio por Franco Morbidelli na sua Yamaha e Johann Zarco com uma Ducati.

Com este resultado Miguel Oliveira ascende à décima segunda posição no campeonato com 18 pontos, menos um que o piloto principal da equipa KTM oficial, Pol Espargaró, que tem 19.

A próxima corrida será na Áustria, no Red Bull Ring, um circuito em que a KTM está em casa e onde se espera que os pilotos das motos austríacas consigam bons resultados.

Continuar a ler

Motos

Brixton Motorcycles já está em Portugal

Published

on

A Brixton Motorcycles vai começar a ser comercializada no mercado nacional pelas mãos da Moteo Portugal. Esta marca de motos que faz parte do grupo austríaco KSR é uma marca especializada em motos de 125cc, tendo no entanto propostas com maior capacidade também.



Além da Brixton, o grupo KSR também é detentor de outras marcas como a Malaguti e a bem conhecida Lambretta, além da própria KSR Moto.

A Moteo, sediada em Aveiro, é agora o importador dos modelos da Brixton cuja gama é composta pela Crossfire 125 XS, Crossfire 500/X, Felsberg 125 XC e Rayburn 125, propostas com clara inspiração estética na nova vaga de motos com um estilo café racer e urbano.

Continuar a ler

Manutenção Motos

Como se proteger a si e à sua moto do Covid-19

Published

on

O regresso a uma vida o mais próximo do normal possível após o confinamento causado pelo vírus Covid-19 trouxe as motos de novo à estrada e também elas e tudo o que as envolve requer alguns cuidados especiais nestes tempos ainda dominados pelo novo Coronavirus.



Analisando as formas de transporte, rapidamente percebemos que andar de moto até é uma das formas mais seguras de fazer qualquer deslocação nestes tempos que exigem muito cuidado. É necessário usar capacete, o que no caso dos capacetes fechados é logo uma proteção. Convém utilizar luvas, o que também protege de eventuais contaminações através do tato e em viagem está assegurada uma boa distância de segurança para os demais, exceção feita para quem ande com pendura pois aí já exige cuidados acrescidos.

Assim vejamos algumas regras de higienização importantes para circular de moto de forma a minimizar o risco de contágio neste contexto de pandemia do vírus Covid-19:

1 – Higienize o capacete
sendo o elemento que está mais em contacto próximo com as vias respiratórias é determinante que esteja bem higienizado. Para tal pode limpá-lo com os já habituais produtos à base de álcool, mas apenas nas zonas exteriores deixando de lado a viseira pois pode haver danos na mesma. No caso da viseira utilize outro tipo de desinfetantes e se não souber o que utilizar recorra a água com sabão neutro que também é eficaz e não é agressivo para os materiais. Já o forro interior do capacete deve ser removido e lavado seguindo as indicações do fabricante. Toda esta limpeza deve ser feita garantindo que as próprias mãos foram bem lavadas antes de começar a limpar tudo.

2 – Cuide bem das luvas
Com as luvas calçadas é inevitável tocar em quase tudo não só na moto como fora dela enquanto as temos calçadas, como tal há um elevado risco de contágio. Portanto, convém também lavar corretamente as luvas com sabão neutro e desinfetá-las bem, garantindo que não são causados danos nas luvas impermeáveis ou de couro pois nesse caso devem ser utilizados produtos próprios para esse tipo de materiais. O interior das mesmas também não deve ser esquecido.

3 – Limpar a moto
Com todo o equipamento individual devidamente limpo e desinfetado cuidar da moto é o próximo passo e todos os elementos de contacto devem ser bem limpos. Os punhos, o banco, ou o depósito devem ser higienizados também com produtos desinfetantes que sendo eficazes não sejam nocivos para as superfícies.

 

Como deve calcular, se viajar com pendura também ele deve ter o equipamento bem limpo e desinfetado e não se esqueça de manter comportamentos adequados pois numa moto o pendura vai praticamente “colado” a quem vai aos comandos da moto.

Continuar a ler
Publicidade

Estamos no Facebook

Newsletter

Em aceleração