Covid-19 adia provas de motociclismo – Motorguia
Ligue-se connosco

Motos

Covid-19 adia provas de motociclismo

Published

on

A crise causada pela pandemia do vírus Covid-19 espalhou-se por várias áreas e as competições em duas rodas não foram exceção. Aquela que é considerada a categoria rainha do motociclismo, o MotoGP cancelou a primeira prova no Qatar e a segunda prova que seria na Argentina foi adiada para Novembro.



Assim, após uma reformulação do calendário o primeiro grande prémio será no circuito de Jerez, em Espanha, a 3 de Maio, mas até lá ainda muita coisa pode mudar. Por enquanto as datas das provas deste novo calendário podem ser vistas na página do MotoGP.

Também o Campeonato Mundial de Superbikes, WorldSBK, tem adiado as suas provas sendo que a próxima está agendada para Imola, na Itália, entre os dias 8 e 10 de Maio, sendo que a corrida de Assen, na Holanda prevista entre 17 e 19 de Abril passou para Agosto, entre os dias 21 e 23.

O Campeonato Mundial de Resistência também já foi afetado com o adiamento das míticas 24 Horas de Le Mans em motociclismo que estão agora agendadas para o fim de semana de 5 e 6 de Setembro.

No Motocross o cenário é semelhante com o Campeonato do Mundo MXGP a adiar a prova argentina para Novembro aquela realizado as primeiras duas rondas.

No nosso país o cenário é igual com o adiamento do MXGP de Águeda para 16 e 17 de Outubro e a própria Federação de Motociclismo de Portugal já decretou o a suspensão de todas as atividade desportivas de motociclismo e de mototurismo até ao dia 30 de Abril.

O Coronavírus a fazer das suas um pouco por todo o mundo das motos com inúmeras provas e campeonatos cancelados e adiados, não havendo ainda certezas para aqueles que eventos que ainda se mantém nos calendários.

Motos

Honda CBR1000RR-R celebra 30 anos da Fireblade com edição limitada

Published

on

A Honda aproveitou o Salão de Milão, EICMA, para revelar a edição limitada da CBR1000RR-R denominada SP 30º Aniversário que celebra os 30 anos da Fireblade.



Lançada em 1992 a Fireblade rapidamente se tornou num dos nomes icónicos das desportivas e foi uma das motos que mais corações fez bater por esse mundo fora. Agora a marca japonesa comemora esse importante legado com esta CBR1000RR-R 30º Aniversário que replica a decoração a três cores da Fireblade original, dando-lhe um toque de modernidade e adaptando-a às suas carenagens.

Para tal contou com a preciosa ajuda do Design Project Leader da primeira Fireblade, Hiroaki Tsukui que neste vídeo explica um pouco do processo que deu origem a esta decoração.

Continuar a ler

Motos

Motos vão ser consideradas nos testes Euro NCAP

Published

on

A partir de 2023 as simulações de impactos realizadas nos testes Euro NCAP que avaliam a segurança dos veículos automóveis vão considerar também as motos.



Ao longo do tempo os testes Euro NCAP têm evoluído nas situações e nos elementos que são avaliados na segurança de um automóvel e as motos vão passar a ser consideradas para aferir a segurança que um automóvel oferece.

Situações como impactos frontais e laterais com veículos de duas rodas vão ser analisadas e essa medida tem por objetivo melhorar os índices de segurança dos automóveis, levando os construtores a adotarem soluções que ajudem a prevenir ou minimizar este tipo de acidentes.

Esta nova realidade pode dar origem ao nascimento de novos sistemas eletrónicos de alerta para o condutor sobre a presença de uma moto no ângulo morto, por exemplo, mas também irá analisar como é a dinâmica do próprio impacto do automóvel com uma moto e o respetivo motociclista. Neste último caso, seguindo um pouco o que já é feito na análise do impacto com um peão, por exemplo.

Continuar a ler

Motos

Miguel Oliveira nos pontos na despedida de Rossi

Published

on

O último Grande Prémio da época de MotoGP teve lugar este fim de semana em Valência e marcou a despedida de uma das lendas das duas rodas, Valentino Rossi.



Numa corrida que terminou com um pleno da Ducati com Francesco Bagnaia em primeiro, Jorge Martin em segundo e Jack Miller em terceiro, o grande momento foi o adeus do nove vezes Campeão do Mundo Valentino Rossi que levou a sua Yamaha até ao décimo lugar, recebendo uma enorme ovação do público, da organização e de todo o paddock.

Miguel Oliveira teve uma corrida difícil pois fez uma das suas piores qualificações com a sua KTM, partindo da 20ª posição da grelha. Ainda assim terminou nos pontos, ficando em 14º lugar e acabando o campeonato na 14ª posição da classificação geral com 94 pontos.

Continuar a ler
Publicidade

Estamos no Facebook

Newsletter

Em aceleração