Mustang Mach-E, um choque para os puristas – Motorguia
Ligue-se connosco

Notícias

Mustang Mach-E, um choque para os puristas

Published

on

A Ford acaba de apresentar no Salão Automóvel de Los Angeles o novo Mustang Mach-E, um SUV elétrico que tendo o nome da linhagem Mustang promete franzir o sobrolho a muitos fãs do puro “american muscle”.

Olhando para o Mustang Mach-E são óbvias as ligações com o Mustang, o formato da grelha frontal, das óticas, os grupos óticos traseiros, mas colocando o foco no conceito, este coloca-se um pouco nos antípodas do puro Mustang.

Este Mach-E é um SUV elétrico um modelo bem longe do músculo americano de um Mustang no seu estado mais genuíno. Será este um dos grandes desafios da Ford com o Mustang Mach-E: lidar com os fãs e incondicionais aficionados puristas do Mustang.

Entende-se o lançamento de um modelo desta natureza no período que o mercado atravessa, mas já não será tão linear explicar a ligação ao nome Mustang. No entanto, há um público que privilegia um modelo polivalente, versátil, alternativo em termos de motorização, mas que mantenha uma estética com caráter e, neste caso, associado a um nome com pedigree.

Como automóvel, o Mustang Mach-E surgirá com várias versões, com duas opções de bateria, uma de 75,5 KWh com 258 cv de potência e uma autonomia padrão de 450 quilómetros e outra de 98.8 KWh que lhe permite chegar aos 600 quilómetros de autonomia e presentear o condutor com 285 cv de potência sob o pé direito.

Além disso, há ainda a opção por um modelo de tração traseira ou integral sendo que este último naturalmente influencia os valores de autonomia para um patamar um pouco inferior aos do modelo com tração traseira.

Estima-se que chegue ao nosso mercado em finais do próximo ano, sendo que para já ainda não há indicações quanto ao seu preço de comercialização, mas a marca já está a aceitar pré-encomendas para o Mustang Mach-E.

Aqui lhe deixamos ainda o vídeo de lançamento do Ford Mustang Mach-E:

Notícias

Comércio automóvel fecha, inspeções só por marcação

Published

on

Após terem mantido a atividade aberta durante o confinamento que estava em vigor até ontem, parece que os stands e concessionários de motos e automóveis vão ter mesmo de fechar neste novo confinamento mais restrito que agora foi decretado.



Será já a partir de amanhã que o comércio automóvel terá de fechar portas, seguindo as novas regras de confinamento que visam conter a propagação da pandemia do vírus Covid-19.

As inspeções periódicas também sofrem alterações sendo agora feitas apenas por marcação prévia. Estas medidas entra em vigor a partir de amanhã, dia 23 de janeiro, e mantêm-se durante os próximos 15 dias. No final deste período elas serão novamente avaliadas em função da evolução dos números da pandemia e poderão manter-se ou regressar a um funcionamento mais “normal”.

Continuar a ler

Notícias

Futuros Peugeot 208 e 2008 serão só elétricos

Published

on

A próxima geração do bem sucedido Peugeot 208 e do crossover 2008 deverão ser modelos totalmente elétricos. Com o lançamento previsto apenas para 2025 ou 2026, estes dois modelos deverão deixar de lado os motores a combustão.



Esta informação foi divulgada pela AutoExpress, baseando-se no documento interno da própria marca francesa. Esta opção pelas soluções elétricas surge, não apenas no facto da marca continuar a aumentar a sua oferta elétrica, cumprindo com as exigências de emissões impostas ao sector automóvel, como também acompanhando uma tendência de vendas no seio da própria marca do leão em que os modelos com alternativas elétricas ou híbridas têm estado a ter uma procura superior ao que era esperado.

Continuar a ler

Notícias

Sector automóvel não fecha neste confinamento

Published

on

Neste segundo confinamento, decretado desde dia 15 de janeiro, as empresas do sector automóvel e das motos, fazem parte das exceções à obrigação de fechar portas ao público enquanto durar este período restritivo.



Assim, tanto para as quatro como para as duas rodas, continuarão abertas as oficinas, concessionários, lojas de peças e acessórios, centros de inspeção, empresas de aluguer de automóveis, ou serviços de reboque, por exemplo.

Continuar a ler
Publicidade

Estamos no Facebook

Newsletter

Em aceleração