Caddy camper é a mini California da Volkswagen – Motorguia
Ligue-se connosco

Comerciais

Caddy camper é a mini California da Volkswagen

Published

on

Desde que a Caddy viu a luz do dia, em fevereiro deste ano, que a marca alemã já havia prometido várias surpresas, entre elas uma versão camper que anteriormente se chamava Beach e que agora passa a chamar-se California, seguindo a lógica da designação de caravanas da marca alemã.



Uma herança sem precedentes

Disponível em dois comprimentos de 4,50 e 4,85 m, esta California mini inclui um nível de equipamento muito completo e que está disponível nas duas opções, curta e longa. A única diferença é que a cama rebatível com colchão incluído que equipa a Caddy longa alcança os 1,98 m de comprimento por 1,07 m de largura, enquanto a carroçaria curta se conforma com um mais discreto.

Nos dois casos, esta camper propõe uma excelente alternativa em forma de tenda independente de grande superfície que é acoplada ao portão traseira de forma a que possamos estender a nossa “vivenda” uns valiosos metros extra.

Tal como acontece com outros veículos deste tipo, a mesa dos lugares traseiros desta nova VW Caddy California é opcional e totalmente desmontável e é sobre a mesma que se “arma” a cama que divide o habitáculo em dois níveis de altura para assegurar o descanso dos passageiros.

Na parte superior é onde se encontra a dita cama e é, sem dúvida, um local privilegiado graças ao teto panorâmico de 1,4 m2 que garante uma visão perfeito do céu. Debaixo da cama, há espaço de sobra para guardarmos os bens e produtos que levamos de viagem.

No interior encontramos várias cortina com um sistema de imans fixos, permitem fechar as janelas e garantir um nível de intimidade e isolamento extra. Nas janelas traseiras encontramos um sistema de armazenamento que permite acomodar objetos de até 5 kg de cada lado, enquanto nas dianteiras existem práticas cortinas mosquiteiras para aproveitarmos o ar mais fresco do exterior.

Mas, o que merece maior destaque é o móvel de cozinha de tamanho reduzido e que é muito engenhoso pois divide-se em duas partas, uma superior com placa de gás para cozinhar e uma inferior com espaço para um pequeno lava-loiças. Naturalmente há uma mesa e duas cadeiras guardadas num espaço debaixo da cama.

Só com Diesel

No capítulo mecânico, a Volkswagen Caddy California vai chegar ao mercado apenas com motor TDI mas com dois níveis de potencia, 75 e 122 CV, tração dianteira e caixa manual de seis velocidades. Existe a possibilidade de optar pela tração integral 4Motion.

Se a tudo isto juntarmos um nível de equipamento de última geração com conetividade para smartphones e ecrã de 10″ ou ainda assistente de condução com o Travel Assist, que funciona quase como um piloto automático em estrada. Este é um veículos estradista e ideal para as férias em confinamento e com distância social, mas também para umas férias pela Europa fora.

Clique para comentar

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Comerciais

Scania cria empresa de soluções de carregamento elétrico

Published

on

Para ajudar na transição dos clientes para o transporte elétrico, a Scania CV AB anuncia que formou a Erinion, uma nova empresa especializada em soluções de carregamento privado e semipúblico. A mudança estratégica verá 40.000 novos pontos de carregamento instalados nas instalações dos clientes e fortalecerá a oferta de mobilidade elétrica do Grupo Scania no futuro ecossistema de transporte.



A nova empresa, Erinion, é fundada pela Scania para fornecer soluções para carregamento de depósito e destino, com o objetivo de acelerar a adoção de camiões elétricos em linha com o propósito da Scania de impulsionar a mudança para um sistema de transporte sustentável. As soluções da Erinion permitirão que os clientes façam a transição sem problemas para frotas de emissão zero com tempo de atividade premium. Este será um fator-chave para cumprir a ambição declarada da Scania de que 50% de seu volume de vendas na Europa seja elétrico até 2030.

Ao fornecer custos de energia previsíveis e soluções personalizadas para as operações de cada cliente, o carregamento no depósito e no destino também permite níveis e horários de carregamento otimizados, ao mesmo tempo em que melhora a vida útil da bateria e a eficiência geral do veículo. Além disso, como o carregamento no depósito geralmente ocorre fora do horário de pico, isso significa tarifas de eletricidade mais baixas e controladas, enquanto o carregamento no destino pode acontecer de forma oportunista enquanto o motorista está descansando ou entregando mercadorias.

A pesquisa da Scania, validada por programas-piloto com clientes, revela o potencial de economia significativa de custos com as soluções de carregamento aprimoradas. Os clientes podem esperar reduções nas necessidades de investimento em até 50% e economias operacionais de até 15.000 euros por camião a cada ano.

Inicialmente, a nova empresa estabelecerá sua presença no mercado da Suécia, Noruega, Reino Unido, Holanda, França e Alemanha. Seguir-se-á um lançamento global no devido tempo. A abordagem independente da marca garante que empresas de todos os tipos, independentemente da marca do veículo, possam beneficiar da infraestrutura de carregamento e dos serviços operacionais da Erinion. Até 2030, projeta-se que 230 mil camiões elétricos estarão a circular pelas estradas europeias. Para suportar esse crescimento, a Erinion planeia instalar um mínimo de 40.000 pontos de recarga nas instalações dos clientes até 2030.

Continuar a ler

Comerciais

Viagem elétrica de 13 mil km do Mercedes eActros 600 já começou

Published

on

A Mercedes-Benz Trucks iniciou na terça-feira, a partir de Frankfurt am Main, a mais extensa viagem de testes da história da marca. Com o “eActros 600 European Testing Tour 2024”, a intenção é que dois protótipos quase de série do novo porta-estandarte elétrico eActros 600 da marca alemã percorram cerca de 20 países europeus, completando mais de 13.000 quilómetros cada um com 40 toneladas de peso total.



Os pontos altos da viagem dos camiões de longo curso elétricos a bateria incluirão os locais mais a norte e mais a sul da Europa Continental: O Cabo Norte na Noruega e Tarifa em Espanha.

Karin Rådström, CEO da Mercedes-Benz Trucks, assumiu o volante de um dos camiões eléctricos nos primeiros quilómetros. A digressão começou de forma não oficial já antes, nas instalações da Mercedes-Benz Trucks em Wörth am Rhein e na sede da Daimler Truck AG em Leinfelden-Echterdingen.
Karin Rådström: “Gostaria de agradecer aos nossos engenheiros que estão a embarcar na viagem com o eActros 600. A tecnologia do veículo para a transformação está pronta. O transporte de longa distância com baterias eléctricas na Europa é possível. Agora, a política e o sector da energia devem trabalhar em conjunto, em colaboração com os OEM, para impulsionar a construção de infra-estruturas públicas de carregamento”.

Com o “eActros 600 European Testing Tour 2024”, a Mercedes-Benz Trucks pretende adquirir uma vasta experiência numa grande variedade de percursos em diferentes topografias e zonas climáticas, tendo em conta o consumo de energia. O fabricante pretende depois partilhar estes resultados com os clientes interessados.
A elevada capacidade da bateria de mais de 600 quilowatts-hora e um novo eixo de tração elétrico particularmente eficiente, desenvolvido internamente, permitem que o eActros 600 atinja uma autonomia de 500 quilómetros[2] sem carregamento intermédio. A intenção é carregar as baterias exclusivamente em estações de carregamento públicas.

A viagem passará pela Alemanha, Dinamarca, Suécia, Noruega, Finlândia, Estónia, Letónia, Lituânia, Polónia, República Checa, Áustria, Eslováquia, Hungria, Croácia, Eslovénia, Itália, Mónaco, França, Espanha, Portugal, Bélgica, Países Baixos e Luxemburgo.

Continuar a ler
Publicidade

Publicidade

Newsletter

Ultimas do Fórum

Em aceleração