ESCÂNDALO – VW vendeu ilegalmente milhares de veículos pré-série em vez de os destruir – Motorguia
Ligue-se connosco

Notícias

ESCÂNDALO – VW vendeu ilegalmente milhares de veículos pré-série em vez de os destruir

Published

on

Os carros da marca alemã apresentavam diversos defeitos e nunca foram certificados para serem utilizados no dia-a-dia. Tratava-se de carros de testes que deveriam ter sido destruídos.

O jornal alemão Der Spiegel avançou hoje com a notícia sobre um novo escândalo na Volkswagen colocou no mercado os carros utilizados durante os testes de pré-produção. A VW vendeu 6700 carros de teste que não estavam certificados para uso na estrada. Os carros foram vendidos na última década na Europa e nos Estados Unidos a clientes que atualmente não fazem ideia que possuem um carro destes.

Depois do escândalo com o Dieselgate, a marca germânica volta a enfrentar problemas na sua gestão. Esta prática antecede até o Dieselgate. Segundo o Der Spiegel, a prática de despachar os “muletos” (gíria para os carros que servem exclusivamente para testes, seja de estrada ou de desporto) começou em 2006. Apenas a VW está abrangida, as outras marcas do grupo não adotaram esta prática. A VW preferiu enviar os carros, devidamente revistos, para outros países e para concessionários que nunca suspeitaram de nada.

Não existe qualquer documentação sobre os carros enviados para o mercado, nem sobre os eventuais defeitos encontrados durante os testes e como foram retificados.

O jornal alemão Handelsblatt confrontou o CEO da VW, Herbert Diess, que afirmou estar em curso neste momento um “Recall” de todos estes veículos para serem recomprados pela VW e reparados os danos aos clientes afetados por esta prática ilegal. Caso tenham sucedido acidentes graves que envolvam algumas destas unidades a Volkswagen enfrenta um problema de grandes dimensões. As investigações estão em curso…

 

Clique para comentar

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Notícias

Futuro Dacia Sandero terá versão elétrica

Published

on

A próxima geração do Dacia Sandero que está prevista para ser comercializada em 2027 ou 2028 irá contar com uma versão totalmente elétrica.



A Dacia já tem no Spring uma proposta totalmente elétrica, mas parece que irá alargar a sua gama de modelos 100% elétricos também ao Sandero. De acordo com a Automotive News, o CEO da marca romena, Denis Le Vot, afirmou que o futuro Dacia Sandero irá também ele ter uma versão totalmente elétrica.

Sendo o Sandero o modelo mais vendido da Dacia, faz todo o sentido que avance também com uma proposta elétrica e que poderá vir a ter um impacto significativo no mercado se a marca mantiver a sua política de preços competitivos e acessíveis.

Continuar a ler

Notícias

Novo Renault 5 elétrico rondará os 25.000€

Published

on

O Renault 5 original foi um dos modelos mais emblemáticos da marca gaulesa. Foi inovador quando surgiu e o seu volume de vendas ao longo do seu tempo de vida fez dele um dos mais importantes na história da Renault com mais de nove milhões de unidades produzidas nas suas duas gerações, entre 1972 e 1996.



Agora o construtor francês aposta num novo Renault 5 totalmente elétrico e quer que ele seja um dos modelos que ajude na “democratização” da eletrificação no mercado automóvel. Para tal o primeiro forte argumento é o preço que deverá rondar os 25.000€.

Desenvolvido com base na plataforma AmpR Small, este Renault 5 E-Tech Electric conta com um motor elétrico que estará disponível em três níveis de potência: 95 cv, 120 cve 150 cv. No campo das baterias ele terá duas opções, uma com 40 kWh e outra com 52 kWh que lhe dão uma autonomia de 300 quilómetros no caso da primeira opção, ou de 400 quilómetros na segunda.

Este novo Renautl 5 E-Tech Electric deverá chegar ao nosso mercado no último trimestre deste ano.

Continuar a ler
Publicidade

Publicidade

Newsletter

Ultimas do Fórum

Em aceleração