Lucid Air bate recorde de autonomia – Motorguia
Ligue-se connosco

Notícias

Lucid Air bate recorde de autonomia

Published

on

A Lucid viu a autonomia de 832 quilómetros do seu modelo Air ser homologada pela Environmental Protection Agency, a entidade norte-americana responsável pela autenticação deste tipo de valores, medidos seguindo o ciclo EPA, o que é semelhante ao europeu WLTP.



Esta distância feita apenas com um carregamento das baterias torna-se assim o recorde para um modelo elétrico de produção, batendo os 668 quilómteros do Tesla Model S Long Range.

Este recorde foi conseguido com a versão Dream Edition Range do Lucid Air. A marca americana, que ainda não é comercializada em solo europeu, homologou também a autonomia mais duas versões do Air, o Grand Touring com 826 quilómetros e o Performance com 754. Desta forma resta apenas homologar a autonomia da versão de entrada Pure para a Lucid ter toda a gama Air com as respetivas autonomias definidas.

Clique para comentar

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias

Seat aposta em drones na sua fábrica

Published

on

A indústria automóvel está sempre em constante evolução e agora com o desafio da eletrificação, surgem novos desafios e novas soluções para melhorar a produção. Nesse sentido, a Seat está a estudar a utilização de drones nas suas instalações fabris.



Num projeto pioneiro a marca espanhola já tem um drone em testes na oficina 9 da sua fábrica de Martorell e está a avaliar a sua utilização com o objetivo de otimizar o fornecimento logístico.

Através de movimento autónomo, desviando-se de obstáculos e seguindo trajetos predefinidos o drone poderá transportar componentes para a linha de montagem. Segundo Alba Gavilán, responsável de Digital Execution & Delivery no departamento de Estratégia de Produção, “O nosso objetivo com este projeto de inovação é explorar as vantagens da mobilidade autónoma vertical para libertar espaço no chão e mover peças leves de uma forma mais rápida, limpa e eficiente. Assim, no futuro os drones poderiam transferir componentes de forma autónoma diretamente para a linha”.

Continuar a ler

Notícias

Hyundai lança i20 edição Miguel Oliveira

Published

on

A Hyundai acaba de lançar uma edição especial limitada a 88 unidades do seu i20 denominada Miguel Oliveira. Embaixador da marca coreana, o piloto português que corre no MotoGP, foi a inspiração para este i20 especial.



Disponível apenas na cor azul denominada “Intense Blue” que foi escolhida pelo piloto de Almada, esta edição limitada tem por base o i20 com o motor a gasolina 1.0 turbo de 100 cv de potência máxima e conta com vidros traseiros escurecidos, dupla ponteira de escape que lhe dão um som mais desportivo, faróis full LED, chave inteligente, jantes de liga leve de 17″ específicas desta edição, bancos desportivos e pedais em alumínio.

 

Além deste equipamento de série o i20 Miguel Oliveira tem várias referências decorativas ao piloto, com o número que este utiliza na sua KTM, o 88, inserido nos tapetes, no estofo dos bancos e também no exterior, onde em conjunto com o seu nome identifica este Hyundai edição especial. Na consola central está ainda uma chapa com o nome do piloto e o número do modelo desta edição limitada.

 

Os compradores de um destes i20 receberão ainda um kit com merchandising do piloto onde se destaca uma réplica do capacete que Miguel Oliveira usou no último Grande Prémio de Portugal de MotoGP que decorreu no Autódromo Internacional do Algarve.

Este Hyundai i20 Miguel Oliveira está à venda ao público por um preço de 21.900 euros.

Continuar a ler

Notícias

Pedro Leal venceu um troço no Rally de Lisboa com o seu novo carro

Published

on

O Rally de Lisboa foi um sucesso tanto para o público como para os pilotos. Organizada pelo CPKA, Clube de Promoção de Karting e Automobilismo esta prova lisboeta foi apadrinhada pelo mítico piloto finlandês Markku Alen.



O piloto Pedro Leal, com Paulo Amorim como navegador, estreou o seu novo Volkswagen Polo R5 neste rali, num projeto desportivo que conta com o apoio da Singularity Digital Enterprise. Mesmo sendo um rali de adaptação a este novo carro o piloto portuense rapidamente lhe tomou o jeito e conseguiu mesmo vencer um dos troços do rali da capital.

Com um total de 112 inscritos nas varias classes, no final do Rally de Lisboa foi a dupla João Silva/Vitor Calado a levar o seu Citroën DS3 R5 à vitória tendo Carlos Fernandes/Valter Cardoso num Peugeot 208 Rally4 terminado em segundo lugar e Pedro Clarimundo/Mário Castro num Skoda Fabia R5 em terceiro, fechando o pódio.

Imagens: Zoom Motorsport

Continuar a ler
Publicidade

Estamos no Facebook

Newsletter

Em aceleração