Stellantis lança furgões a hidrogénio com 400 km de autonomia ainda este ano – Motorguia
Ligue-se connosco

Comerciais

Stellantis lança furgões a hidrogénio com 400 km de autonomia ainda este ano

Published

on

A Stellantis, comglomerado que inclui os grupo PSA e FCA, anunciou o lançamento ainda este ano de três veículos comerciais ligeiros a hidrogénio para as marcas Peugeot, Citroën e Opel com autonomias superiores a 400 quilómetros e tempos de reabastecimento de apenas três minutos, assumindo-se como o primeiro passo do grupo rumo ao ecossistema do hidrogénio.



Os primeiros resultados deste esforço estarão nas estradas ainda este ano, com variantes a hidrogénio do Citroën Jumpy, Peugeot Expert e Opel Vivaro, aproveitando os benefícios da plataforma multienergias que o grupo Stellantis tem trabalhado ao longo dos últimos anos.

A solução tecnológica da Stellantis para estes três veículos combina a função de locomoção por pilha de combustível a hidrogénio, mas também da possibilidade de recorrer à bateria para melhor performance ou incremento da autonomia.

Esta tecnologia é apresentada como de dimensão média, com o motor elétrico a poder ser alimentado pela bateria elétrica ou pelos três tanques de hidrogénio (4,4 kg a uma pressão de 700 bares) dispostos sob o piso no local onde está a grande bateria de tração das versões apenas elétricas.

Estes elementos são desenvolvidos através de uma parceria de desenvolvimento com a Faurecia, uma das parceiras para este projeto, sendo a outra a Symbio. O compartimento de carga não é afetado nem perde capacidade com esta abordagem a hidrogénio, com os diversos componentes escondidos em locais que já são utilizados pelos modelos lançados, tanto com motor de combustão, como elétricos.

O arranque e a movimentação a baixa velocidade faz-se com recurso à bateria de tração, mudando para o sistema de pilha de combustível a hidrogénio a velocidades mais altas em cruzeiro. Em acelerações mais fortes, os dois trabalham em conjunto para a máxima potência, enquanto a desaceleração e travagem recupera energia para a bateria.

Por enquanto, este sistema de pilha de combustível a hidrogénio apenas estará presente nos comerciais ligeiros da Peugeot, Citroën e Opel, mas a sua aplicação noutros modelos de outras marcas do grupo é uma possibilidade a seu tempo.

É apontada uma autonomia superior a 400 quilómetros e um tempo de reabastecimento de cerca de três minutos, tornando a sua utilização tão prática quanto a de um veículo de motor de combustão nos dias que correm. Além disso, para o caso do hidrogénio nos tanques se gastar todo, a bateria de tração permite que o mesmo circule – ainda que a baixa velocidade – por cerca de 50 quilómetros, permitindo assim uma autonomia bem superior dos 400 quilómetros.

Comerciais

MAN disponibiliza eTGE em várias carroçarias distintas

Published

on

Em cooperação com fabricantes de carroçarias de renome, a MAN Truck & Bus disponibiliza novas carroçarias para a MAN eTGE. A partir de agora também está disponível com caixa e com plataforma ou basculante de três vias.



Já está em uso numa rede de lojas de mobiliário na Holanda: a MAN eTGE com caixa. Permite a entrega local, sem emissões, de móveis geralmente volumosos na metrópole de Amesterdão. Com este passo, a empresa contribui para a melhoria da qualidade do ar na cidade e, simultaneamente, responde ao aumento do número de entregas ao domicílio desde o início da pandemia, o que torna o transporte limpo ainda mais importante.

O facto de cada vez mais empresas pensarem desta forma também se reflete nas atuais estatísticas de registo na Europa (UE 27 + 3). De janeiro a maio de 2021, o número de vans elétricas a bateria (BEV) entre 3 e 6 t GVW duplicou em comparação com o período homólogo para cerca de 2.200 unidades (+ 135%).

Anteriormente, a MAN eTGE estava disponível como furgão na área de transporte de mercadorias e como minibus no setor de transporte de passageiros. Com o objetivo de oferecer aos seus clientes uma gama ainda mais ampla na classe de veículos comerciais elétricos leves, a MAN Truck & Bus, em cooperação com conceituados fabricantes, oferece a eTGE com caixa, com plataforma ou basculante trilateral.

Com caixa, a MAN eTGE possui um espaço de carga de 3.280 mm de comprimento, 2.060 mm de largura e 2.000 mm de altura (opcionalmente 2.200 mm). Isto corresponde a um generoso volume de carga de 13,5 metros cúbicos. A altura é de 1.050 mm. A área de carga pode ser facilmente alcançada através de um auxílio de entrada extensível de 4 partes na traseira.

No interior, existem calhas laterais e frontais para o armazenamento seguro da carga. A carroçaria de carga vem da empresa SPIER Fah-rzeugwerk de Steinheim, Alemanha, e é montada na eTGE pelo fabricante.

A segunda novidade da gama MAN eTGE tem um propósito diferente: os serviços municipais, a indústria da construção, da jardinagem e paisagismo. Aqui, uma plataforma ou um basculante trilateral costumam ser os formatos de corpo mais procurados. A MAN oferece agora em cooperação com o fabricante Schoon Fahrzeugsysteme de Wiesmoor, Alemanha.

A plataforma mede 3.255 mm de comprimento e 2.040 mm de largura. As paredes laterais rebatíveis têm 300 mm de altura. 10 olhais de amarra, cada um com uma força de tração de 500 daN, estão integrados na plataforma. Com a plataforma, a carga útil é de 820 kg, com a basculante trilateral é de 750 kg.

Em termos mecânicos, a MAN eTGE permanece inalterada com as novas opções de montagem. Possui bateria com capacidade de 35,8 kWh e alimentação elétrica de 100 kW. O torque de acionamento de 290 Nm confere alta agilidade para o seu uso típico no transporte de distribuição urbana. De acordo com o procedimento de teste do WLTP, a autonomia é de 115 km, mas pode aumentar para até 120 a 130 km em uso real na cidade, dependendo das condições de transporte.

Continuar a ler

Comerciais

Tatra 4×4 mostra de que são feitos os “puro e duro”

Published

on

O piloto checo Libor Václavik estabeleceu um novo recorde mundial ao cruzar em camião a mais alta barreira técnica do mundo. Foi filmado em plena “luta” para subir uma rampa monstruosa de 55 graus com o seu 4×4 Tatra Truck 810.



É realmente assustador. O camião, projetado para substituir o Praga V3S do exército checo em 2008, também foi produzido com um aspeto civil. Chama-se T 810-C e foi lançado em 2010.

 

Continuar a ler

Comerciais

Conheça o Renault Trucks Diamond Evolution

Published

on

O fabricante francês Renault Trucks desvendou o nome do vencedor do concurso internacional de design lançado no passado mês de maio.



O desenho de Enes Bolat, um estudante turco de 18 anos, foi considerado o melhor. Bolat fez um desenho utilizando um software de edição e tratamento de imagens: “para fazer este desenho, inspirei-me nos carros de rali. Criei um motivo mediante um software específico, assim fiz o camião e transferi-o para o jogo”, explica o jovem que dedicou duas semanas à conceção 3D do seu Renault Trucks T High.

No seu desenho, Enes Bolat utilizou três cores principais: o vermelho, o negro e tonalidades cinzentas. Marcou e acentuou o desenho dos elementos óticos agregando marcas vermelhas. Um desenho com os símbolos da Renault rodeia a cabina em referência aos carros de rali, e o logótipo da marca comleta a secção dianteira do camião. As linhas da pintura trazem um efeito de velocidade e um aspeto esbelto a este camião batizado de Renault Trucks Diamond Evolution.

“Naturalmente, conhecia os camiões Renault Trucks graças ao Euro Trucks Simulador 2, mas o meu interesse pela marca aumentou depois do evento de lançamento no jogo dos novos modelos”, continua Enes Bolat. “Depois fiquei encantado com a estética do T e do T High Evolution, em particular do novo desenho dos faróis. A intervenção do diretor de design da Renault Trucks motivou-me a participar no concurso”. O jovem não podia imaginar que chegaria ao primeiro lugar. “É incrível ganhar um concurso internacional neste jogo ao qual me dedico com tanto entusiasmo há muito anos e ver o meu desenho integrado no jogo.”

Continuar a ler
Publicidade

Estamos no Facebook

Newsletter

Em aceleração