O carro blindado mais rápido do mundo – Motorguia
Ligue-se connosco

Notícias

O carro blindado mais rápido do mundo

Published

on

A empresa norte americana Addarmor sediada no Wyoming em conjunto com os preparadores da ART, conhecidos pelos seus trabalhos em modelo Volkswagen e Audi, uniram esforços e criaram o Addarmor ART RS7, um carro blindado com base no Audi RS7 e que é neste momento o carro blindado mais rápido do mundo.

Normalmente estamos habituados a ver berlinas de luxo ou grandes SUVs com este tipo de soluções de proteção para os seus ocupantes, mas a Addarmor foi um pouco mais longe e com base num Audi RS7 com o seu motor V8 biturbo de 4.0 litros de capacidade preparado pela ART para debitar 760 cv de potência e isto não se deve à necessidade de melhorar a relação peso-potência por causa do aumento de peso da blindagem já que esse aumento é mínimo. Este facto deve-se ao tipo de materiais que a Addarmor utiliza para blindar os veículos e que é um composito policarbonato que apenas aumenta o peso do RS7 em cerca de 90 quilos.

A ideia da Addarmor é mostrar que as tecnologias actuais no campo da blindagem de veículos permitem aplicar este tipo de soluções praticamente a qualquer automóvel, incluindo este Audi RS7 capaz de atingir os 325 km/h de velocidade máxima e acelerar dos 0 aos 100 km/h em apenas 2,9 segundos e ainda resistir a impactos de balas de calibre até .44 Magnum (podendo ser equipado com blindagem que suporta calibres maiores e até munições perfurantes). Além disso também está repleto de soluções de defesa ao melhor estilo dos filmes de agentes secretos como um dispersor de gás pimenta colocado nos pilares B, us puxadores das portas eletrificados um detetor de gás que cria uma pressão positiva no interior de forma a impedir a entrada do gás nocivo no habitáculo, inibidor de várias frequências e uma câmara de visão noturna a 360º e pneus Pirelli Runflat.
A versão base custa cerca de 180.000€, valor que pode aumentar em função das opções de defesa que se queira acrescentar.

  

 

Clique para comentar

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias

Futuros Peugeot 208 e 2008 serão só elétricos

Published

on

A próxima geração do bem sucedido Peugeot 208 e do crossover 2008 deverão ser modelos totalmente elétricos. Com o lançamento previsto apenas para 2025 ou 2026, estes dois modelos deverão deixar de lado os motores a combustão.



Esta informação foi divulgada pela AutoExpress, baseando-se no documento interno da própria marca francesa. Esta opção pelas soluções elétricas surge, não apenas no facto da marca continuar a aumentar a sua oferta elétrica, cumprindo com as exigências de emissões impostas ao sector automóvel, como também acompanhando uma tendência de vendas no seio da própria marca do leão em que os modelos com alternativas elétricas ou híbridas têm estado a ter uma procura superior ao que era esperado.

Continuar a ler

Notícias

Sector automóvel não fecha neste confinamento

Published

on

Neste segundo confinamento, decretado desde dia 15 de janeiro, as empresas do sector automóvel e das motos, fazem parte das exceções à obrigação de fechar portas ao público enquanto durar este período restritivo.



Assim, tanto para as quatro como para as duas rodas, continuarão abertas as oficinas, concessionários, lojas de peças e acessórios, centros de inspeção, empresas de aluguer de automóveis, ou serviços de reboque, por exemplo.

Continuar a ler

Notícias

O Renault 5 está de regresso

Published

on

Numa conferência de imprensa online o CEO da Renault, Luca de Meo, apresentou os planos da marca francesa para os próximos anos e fez a sua exposição ao lado do Renault 5 prototype, um modelo que poderá dar origem a uma nova geração do bem conhecido citadino de outrora, mas desta vez totalmente elétrico.



O novo Renault 5 é apenas um dos 14 novos modelos que a Renault irá lançar naquela que denomina como a “Nouvelle Vague” de propostas inserida na sua “Renaulution”, uma espécie de revolução na marca que terá repercussões também na Dacia e na Alpine.

Luca de Meo refere que esta Renaulution é um plano para os próximos anos cujo objetivo principal é aumentar a rentabilidade. Isso será conseguido através da redução do volume de produção, passando a ser fabricadas cerca de 3,1 milhões de unidades por ano em vez dos atuais 4 milhões.

Além disso serão potenciadas as sinergias Renault/Nissan/Mitsubishi no desenvolvimento de plataformas conjuntas para os novos modelos. A Dacia com a ligação à Lada abre as portas para o mercado russo o que lhe trará uma nova relevância no grupo e a Alpine reforçará a sua posição como marca desportiva que terá esse ADN ainda mais vincado e com uma aposta cada vez mais elétrica.

Em termos de modelos novos em si, o plano prevê 24 novas propostas até 2025, 14 das quais da marca Renault como foi referido e onde o novo Renault 5 será o porta estandarte da nova aposta do construtor francês, que com ele deseja democratizar o automóvel elétrico com uma solução que recupera o legado da marca e segue as tendências retro atuais, mas com as tecnologias mais recentes. Este Renault 5 ainda não tem data de lançamento e também ainda não foram desvendadas as suas características técnicas, mas pelas suas imagens ele promete.

Continuar a ler
Publicidade

Estamos no Facebook

Newsletter

Em aceleração