Ligue-se connosco

Curiosidades

David Beckham ficou sem carta de condução

Published

on

A mania de falar ao telemóvel durante a condução custou caro ao ex-futebolista inglês. E não foi a polícia que o apanhou em flagrante…

O ex-jogador de futebol britânico foi apanhado em flagrante ao telemóvel enquanto conduzia o seu Bentley. Porém, não foi nenhuma autoridade de trânsito nem uma câmara de fiscalização que “apanhou” David Beckham. A estrela dos relvados foi filmada por uma pessoa não identificada, que caminhava pela rua e viu a cena. O pedestre filmou a infração de David Beckham e postou nas redes sociais.

Em pouco tempo as autoridades britânicas trataram de penalizar o ex-jogador. Beckham foi multado, pagou 750 libras (860 euros), mais 100 libras por custas judiciais (115 euros).

Beckham vai ficar seis meses sem conduzir porque já tinha acumulado diversas multas por excesso de velocidade e com este episódio tão sonante nas redes sociais não se escapou ao castigo.

Se conhece algum motorista competente… recomende-o a David Beckham.

Clique para comentar

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Curiosidades

Uma exposição de carros bem Metallica

Published

on

Muito recatado em relação à sua vida pessoal, sabe-se que o vocalista dos Metallica, James Hetfield é um apaixonado pelos motores, tanto automóveis como motos e essa paixão vai agora ser um pouco revelada numa exposição no Petersen Automotive Museum em Los Angeles, Califórnia onde o público poderá ver ao vivo alguns modelos da sua coleção pessoal.




A exposição intitulada “Reclaimed Rust: The James Hetfield Collection” abrirá no dia 30 de Janeiro e será composta por alguns dos modelos mais premiados da colecção do vocalista.

Entre eles encontram-se um Auburn Roadster de 1936 apelidado “Slow Burn”, um Ford também de 1936 “Iron Fist” e um Oldsmobile de 1952 “Grinch” preparado por Rick Dore.

Além dos automóveis de Hetfield também poderá ser possível ver ao vivo várias guitarras utilizadas pelo vocalista dos Metallica e inúmeros objetos de memorabilia da banda.

 

Continuar a ler

Curiosidades

Uma pick up às avessas

Published

on

O mundo automóvel é um universo onde a criatividade não tem fim. Quando pensamos que já vimos tudo eis que algo surge quenos surpreende como esta pick up construída de forma invertida.

A ideia partiu do antigo piloto de Fórmula Indy, Davey Hamilton, que em conjunto com o pai encontraram uma velha pick up Ford de 1952 já num estado lastimável. mantiveram a patine da idade, mas inverteram a pick up colocando o motor na caixa de carga, um V8 Chevrolet small block 350 e tudo o mais para permitir que esta fosse conduzida sempre como se andasse de marcha atrás.

Naturalmente as reações na rua são hilariantes e só mesmo nos Estados Unidos para que estas ideias floresçam como cogumelos em torno da paixão pelos motores. Aqui fica o pequeno vídeo sobre esta criação:

Continuar a ler

Curiosidades

Rolls Royce Spirit of Ecstasy, uma história de amor e tragédia

Published

on

O logótipo da da Rolls-Royce resulta na duplicação da letra “R” e representa os nomes dos fundadores, Charles Rolls e Henry Royce:

O logótipo, apesar da sua simplicidade, constitui um dos símbolos mais marcantes no que toca a qualidade e luxo automóvel.

Além do logótipo, os automóveis deste fabricante também são decorados com o famoso “Spirit of Ecstasy”. Este sinal decorativo no capot dos veículos Rolls-Royce consiste na figura de uma mulher inclinada para a frente com os braços estendidos para trás e para cima, sobre a qual está colocada um pano de enrolar que percorre os seus braços, tomando a forma de asas.

Este símbolo significa o espírito deste automóvel:

– velocidade com ausência de vibração
– silêncio
– elevada potencia

Praticamente todos os Rolls-Royce utilizam esta decoração no capot como um símbolo de elegância e poder económico, o denominado “Espírito do êxtase” em tradução livre.

O famoso “Spirit of Ecstasy” também é conhecido por outro nomes mais afáveis como Silver Lady, Flying Lady ou Emily.

Este símbolo glorioso da RR constitui, na verdade, uma história de amor, a paixão misteriosa entre o notável Lorde de Beaulieu – John Walter Edward Douglas-Scott-Montagu, um homem abastado, e a sua namorada secreta (a modelo representada neste emblema). O nome dela é Eleanor Velasco Thornton.

Ela pertencia a uma classe social menos abastada, o que se tornou um obstáculo a que o amor entre os dois pudesse fruir e, por isso, o relacionamento deles permaneceu oculto por algum tempo.
John Walter acabou por sucumbir às pressões familiares e casou-se com Lady Cecil Victoria Constance, mas o seu amor secreto continuou, apesar de tudo.
Eleanor viria a falecer em 1915 num trágico naufrágio enquanto acompanhava o seu senhor a Índia, a 30 de dezembro de 1915, quando o SS Pérsia, na qual viajava com Montagu pelo Mediterrâneo a caminho da Índia, foi torpedeado sem aviso prévio pelo submarino alemão U-38, comandado por Max Valentiner. Montagu sobreviveu ao naufrágio.

John Walter acabaria por contratar o escultor Charles Robinson Sykes para esculpir o símbolo para colocar no seu RR, utilizando Eleanor como modelo (chamado “The Whisper”) “Spirit of Ecstasy”, o famoso adorno alado que embeleza quase todos os Rolls-Royce desde 1911.

Continuar a ler
Publicidade

Estamos no Facebook

Newsletter

Em aceleração