Como evitar enjoar no carro – Motorguia
Ligue-se connosco

Curiosidades

Como evitar enjoar no carro

Published

on

Ler, usar o telemóvel, ver mapas ou simplesmente sentar-se no banco de trás é o suficiente para sentir náuseas quando anda de carro. Damos 10 dicas para minimizar este mal-estar, mesmo se viajar com crianças.

Viajar no banco traseiro do carro é considerado o local mais indutor de náuseas e mais ainda se estiver a ler enquanto o carro está em movimento. Estima-se que cerca de 20% dos utilizadores dos automóveis, sejam condutores ou passageiros, sofrem destes sintomas com frequência.

O uso do telemóvel ou do tablet veio aumentar o número de “queixosos” que aproveitam para consultar o smartphone enquanto segue nos lugares de passageiros.

Outro dos motivos apontados são as estradas sinuosas que aumentam os balanços e por consequência provocam náuseas. As crianças são as mais afetadas pelos traçados sinuosos, em parte porque não conseguem acompanhar a estrada por se encontrarem no banco traseiro e com visibilidade reduzida. Ficam expostas ao balanço contínuo e imprevisível das curvas e ás acelerações e travagens mais fortes que o veículo lhes provoca e acabam muitas vezes por não conseguir conter o vómito.

Segundo os médicos, o enjoo é uma perturbação muito frequente do ouvido interno causada por movimentos repetidos. A sensibilidade ao movimento varia de pessoa para pessoa e nas crianças é mais frequente porque o corpo está em processo de aprendizagem e interpretação de novos movimentos. As viagens no mar ou mesmo de avião em turbulência são igualmente semelhantes à viagem em automóvel.

Os sintomas mais frequentes são a náusea, vómito, tontura e sensação de indisposição que pode provocar suores.

O que pode fazer para minimizar este desconforto em viagem:

– Evite comidas de difícil digestão, muito condimentados e com gorduras antes de viajar.

– Não consuma bebidas alcoólicas antes e durante a viagem.

– Escolha um lugar onde consiga antecipar os movimentos e tenha melhor perceção da estrada.

– Não leia nem use o telemóvel.

– Abra um pouco o vidro para entrar ar fresco ou use o ar condicionado para se refrescar.

– Tome medicamentos de venda livre para o enjoo entre 30 a 60 minutos antes de iniciar a viagem. Não aconselhável se for o condutor porque a maioria destes medicamentos provocam sonolência.

Viajar com crianças

As crianças são as mais propensas ao enjoo e ao vómito durante as viagens. Tente não se esquecer delas e proporcione-lhe uma viagem tranquila bastando para tal fazer duas coisas essenciais:

1 – Paragens frequentes a cada 90 minutos no máximo. Retire a criança do carro e coloque-a no chão para que ande um pouco e respire o ar da rua. Desta forma, a criança readquire o seu equilíbrio natural e o contacto com o solo e estar em pé é importante para ela. Lembre-se que a criança viaja normalmente suspensa no banco, com os pés pendurados. Está exposta a todo o tipo de balanços e presa apenas pelo cinto da cadeira.

2 – Escolha itinerários com poucas curvas e pouco sinuosos, de preferência sempre por autoestrada. Conduza de forma suave, antecipe as travagens e arranque suavemente, evitando balanços desnecessários.

Outros aspetos importantes:

– Se viaja com crianças evite usar perfumes, colónias ou desodorizantes com odores fortes. São o detonador do vómito em viagem.

– Tente abrir ligeiramente as janelas do carro para renovar o ar a bordo, se o tempo o permitir.

– Hidrate as crianças durante a viagem. Se circula com o ar condicionado ligado as crianças vão ficar com sede rapidamente. Deve dar-lhes água durante a viagem, em especial nas paragens que fizer, mas não em excesso.

– Se a criança se queixar deve parar de imediato, observando todas as regras de segurança do local onde circula, e retirar a criança para fora do carro, aplicando a regra 1 que indicámos em cima. Pode dar-lhe água em pequena quantidade e evite dar-lhe qualquer tipo de comida.

 

 

 

 

Clique para comentar

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Curiosidades

Whisky da Macallan e da Bentley custa mais que um carro

Published

on

Celebrando os 200 anos da reconhecida e exclusiva destilaria escocesa The Macallan, foi lançada uma edição especial do seu Whisky Single Malt em parceria com a Bentley Motors, denominada The Macallan Horizon.



O nome Horizon tem por base o facto da garrafa ter um desenho que a coloca numa posição horizontal, que apela à dinâmica do mundo automóvel. A garrafa foi desenhada em parceria com a Bentley e é feita de materiais reciclados de produtos da Macallan e da Bentley, como cobre, alumínio, couro e carvalho, entre outros.

O whisky em si, segundo a The Macallan foi envelhecido em cascos de carvalho de xerez e tem odores de ameixa, cerejas, caramelo, gengibre caramelizado e ananás.

Uma garrafa desde The Macallan Horizon x Bentley custa qualquer coisa como 46 mil euros sensivelmente… mais do que muitos automóveis novos.

Continuar a ler

Curiosidades

Porta-aviões testa catapulta com “carros”

Published

on

Quando se fala de carros lançados de um porta-aviões é inevitável que venha à memória o anúncio televisivo dos anos oitenta do Citroën Visa GTi em que este era lançado do porta-aviões francês Clemenceau, mas desta vez falamos de testes “a sério”.



Os testes decorreram a bordo do porta-aviões norte-americano USS John F. Kennedy em que foi utilizada uma catapulta eletromagnética. Para simular os vários tipos e pesos dos aviões que atualmente operam nos porta-aviões da marinha norte-americana foram utilizados veículos que basicamente são estruturas com rodas , cada uma com um peso diferente, peso esse que pode chegar às 36 toneladas quando simula o avião mais pesado totalmente carregado.

Estes “carros” são colocados na catapulta e lançados para o mar a uma velocidade de cerca de 240 km/h, sendo depois recolhidos e lançados novamente até terminarem os testes e a respetiva recolha de dados do desempenho da catapulta.

Aqui fica o vídeo sempre espetacular deste tipo de testes:

Continuar a ler
Publicidade

Publicidade

Newsletter

Ultimas do Fórum

Em aceleração