8 coisas que deve saber antes de comprar um carro novo – Motorguia
Ligue-se connosco

Novos

8 coisas que deve saber antes de comprar um carro novo

Published

on

Comprar um automóvel é um passo importante na vida e requer um planeamento sólido. Aqui estão algumas perguntas que deve fazer antes de escolher um automóvel novo.

CIDADE OU CAMPO – Antes de comprar um veículo, deve primeiro considerar o ambiente em que vive. Parece óbvio, mas essas informações básicas orientarão o tipo de carro a escolher. Pense em tentar estacionar um furgão num espaço de estacionamento estreito e saberá o que queremos dizer.

FAMÍLIA OU CASAL – No momento, pode não ter atingido o estágio em que deseja iniciar uma família. Mas a sua situação familiar pode mudar enquanto o seu veículo permanece o mesmo. Viajando sozinho ou como um casal um carro pequeno é agradável. Pode ser muito menos divertido com dois passageiros extras e todos os seus equipamentos.

ECOLÓGICO OU FUMAROLAS – À medida que várias tecnologias se desenvolvem, você precisa considerar o tipo de carro que deseja e o tipo de condução que gostaria de ter. Quer proteger o meio ambiente comprando um veículo verde? Se assim for, lembre-se que a tecnologia verde pode exigir recursos extras e um estilo de vida adequado. Às vezes, é mais fácil e mais vantajoso optar por um veículo movido por motor de combustão.

AVENTUREIRO OU CASEIRO – Se pretende aventurar-se por caminhos inóspitos e imprevisíveis todos os fins de semana e percorrer as trilhas sempre que possível, precisará escolher um veículo que lhe responda à altura. Nem todos podem acomodar o seu caiaque no tejadilho, transportar as suas bicicletas ou avançar através da neve e do gelo com tração às quatro rodas.

TECHNO OU “OLD SCHOOL” – É adepto de dispositivos inteligentes e passa metade da sua vida na Internet? Aproveite o tempo para verificar as opções dos novos veículos. O Bluetooth é excelente, mas é ainda melhor se puder ligar o seu smartphone num veículo compatível com o Android Auto ou o Apple Car Play.

OFFROAD OU SUAVE – Estamos a falar sobre conduzir, não apenas sobre estilo de vida. Se gosta de conduzir fora de estrada, terá de escolher um carro mais agressivo, geralmente com transmissão manual. Se não, a suavidade da suspensão ditará sua escolha.

CURTO OU LONGO PRAZO – Se é do tipo que mantém seu veículo por muitos anos, precisa ter mais cuidado no momento de escolher. Se, por outro lado, você fizer trocas de carro frequentes, tem margem para realizar mais tentativas e erros, tendo em mente que perderá dinheiro com a desvalorização quando negociar ou vender seu veículo.

MENSAL OU TOTAL – O tipo de financiamento disponível se optar por arrendar ou comprar afetará o preço do seu carro. É importante entender quanto acabará gastar/pagar pelo veículo antes de começar o processo de compra. Deve estar ciente de que as ofertas apresentadas nos anúncios são geralmente por mês ou por semana, mas não refletem o valor total que você pagará. Qualquer concessionário conseguirá explicar-lhe o valor final, sem dificuldade. Além disso, a maioria das ofertas incluem um valor inicial que terá que fazer. Esteja preparado!


Clique para comentar

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Manutenção

Cuidados a conduzir com chuva

Published

on

Com a chegada da chuva o ambiente rodoviário muda consideravelmente e requer mais cuidados na condução de forma a evitar percalços e a garantir a sua segurança e a dos outros.



Com as primeiras chuvas as condições do piso mudam substancialmente. As primeiras águas que caem sobre o asfalto misturam-se com o óleo, gasóleo e demais resíduos que estão no asfalto e formam aquela película “espumosa” que prejudica substancialmente a aderência do veículo.

É um período particularmente propício a acidentes pois os condutores ainda estão a conduzir em “modo verão”, ou seja, muito confiantes na aderência típica de um piso seco, mas que entretanto mudou radicalmente.

Além deste período inicial, conduzir com chuva requer sempre uma mudança no comportamento ao volante. A aderência diminui com a presença da água, mas também a visibilidade fica substancialmente prejudicada tanto pela água no exterior do veículo como pela condensação no seu interior que embacia as superfícies vidradas.

Assim, o condutor deve:

Assegurar-se do bom estado dos pneus

Os pneus são o único elo de ligação do veículo à estrada, por isso devem estar nas melhores condições. Verifique o estado do piso, se não está gasto ou degradado e confirme também a pressão, certifique-se que está correta.

Ver bem e ser bem visto

Confirme também que todas as luzes do seu veículo estão a funcionar e com boa intensidade. Assim garante que de noite tem uma melhor visibilidade, mas ao mesmo tempo também assegura que a sua presença está bem evidente para os demais utentes da via.

Verificar o estado das escovas

Ver bem é determinante em tempo de chuva, por isso veja se as escovas limpa para-brisas estão em boas condições, se a borracha continua flexível e se não está quebradiça ou com falhas.

Adequar a sua condução

Com o piso molhado deve adequar a sua condução às condições do momento. Pelo menos duplicar a distância de segurança para o veículo da frente, ganhando tempo de reação. Evitar movimentos bruscos no volante, nas acelerações ou travagens. Conduza de forma suave e atenta.

Continuar a ler

Manutenção

Sabe porque os cães perseguem os carros?

Published

on

É comum circular numa estrada, seja nacional ou local e de repente um cão surgir do nada e começar a correr atrás do nosso veículo, seja ele um automóvel ou uma moto. Sabe porque é que isso acontece?



Esse fenómeno é simples de explicar: trata-se apenas do instinto dos cães de perseguir a “presa” que vão “caçar”. O veículo é o seu alvo e eles perseguem-no. Mesmo que não o apanhem, é irresistível para alguns cães fazê-lo. É instintivo.

Como condutor não há forma de evitar a perseguição, mas se for o dono do animal e este tiver essas tendências de “caçador de automóveis” então pode contrariar este comportamento através do treino.

Treinando o seu cão antes que o momento da perseguição comece, desviando o seu foco, recompensando-o por isso e também. Além disso, reforçando o treino da ordem “fica” pode contrariar o instinto da perseguição. Quando consolidar esta ordem com o cão pode sempre testar e pedir a alguém, amigo, ou familiar que passe com o carro por perto para testar se o seu cão deixou de reagir ao estímulo da perseguição.

Como é natural manter o cão controlado por uma trela vai reduzir o seu raio de ação e ao mesmo tempo mantê-lo junto de si, tornando mais fácil o seu controlo.

Continuar a ler
Publicidade

Newsletter

Em aceleração