Ford abre encomendas e inicia comercialização da E-Transit – Motorguia
Ligue-se connosco

Comerciais

Ford abre encomendas e inicia comercialização da E-Transit

Published

on

A nova Ford E-Transit já está disponível no mercado nacional, onde chega num total de 25 variantes, entre furgões e chassis-cabina simples ou dupla. Todas as opções disponibilizam uma bateria de 68 kWh que anuncia autonomias de até 317 km.



Apesar das encomendas já terem começado, logo os preços já são conhecidos, as primeiras entregas serão realizadas apenas no próximo mês de outubro. Desenvolvida a partir da Transit de combustão, a nova versão elétrica será proposta nos derivativos furgão e chassis-cabina, que serão disponibilizados nos pesos brutos de 3500 kg, 3900 kg e 4250 kg. A gama totaliza 25 variantes, entre furgões, chassis-cabina simples e dupla.

A bateria alimenta um motor elétrico que oferece um binário máximo de 430 Nm e opção entre 135 kW e 198 kW de potência.
Em função das necessidades, os utilizadores têm à escolha três perfis de condução: Normal, Eco e Escorregadio. Para otimizar a autonomia também está disponível um sistema de regeneração da energia das desacelerações e travagens, que pode ser ativado no comando giratório do seletor de condução. A gama E-Transit vai ser comercializada nos níveis de equipamento Base e Trend. Todos os veículos contam com especificações significativamente acrescidas comparativamente aos conteúdos das variantes diesel equivalentes.

O nível de equipamento Base inclui o Controlo Eletrónico da Temperatura do Ar, Arranque Sem Chave, bancos aquecidos, pára-brisas Quickclear e espelhos elétricos aquecidos. A E-Transit recebe o sistema de comunicações e informação SYNC 4, sendo controlado através de um ecrã tátil de 12″. Em termos de preços, a versão de entrada a Van 350 L2H2 Trend 135 kW N1, é proposta a partir de 73.109 euros, enquanto o Diesel com um nível de equipamento de potência equivalentes custa a partir de 45.000 euros.

Por sua vez, a versão Van 350 L2H2 Trend com motorização de 190 kW custa mais 2100 euros. Quanto à 350 L3H3 Trend, os preços são de 73.617 euros e 75.783 euros para as motorizações de 135 kW e 198 kW, respectivamente. Quanto à L4 Van Trend N1 de 135 kW e 190 kW, estas são comercializadas a partir de 74.633 euros e 76.799 euros. No que se refere à chassis-cabina simples, os preços vão dos 71.990 euros aos 76.921 euros.

Clique para comentar

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Comerciais

MAN lança Lion’s City E em Portugal

Published

on

Num esforço contínuo e permanente para promover a sustentabilidade e a mobilidade zero emissões, a MAN Truck & Bus Portugal anuncia com entusiasmo a chegada a Portugal do MAN Lion’s City E, o seu autocarro urbano 100% elétrico.



Este autocarro, impulsionado por tecnologia de vanguarda, é parte integrante dos esforços da MAN Truck & Bus para reduzir a pegada de carbono e promover um transporte ecológico e eficiente.
Chegado a Portugal, o eBus irá ser o protagonista de uma tour única em Portugal, a Electrifying Portugal, para uma apresentação personalizada. Este evento exclusivo proporcionará aos clientes a oportunidade de conhecerem em primeira mão as características inovadoras e o compromisso com a sustentabilidade, deste veículo revolucionário.


Electrifying Portugal oferecerá uma experiência imersiva, permitindo aos clientes explorarem o MAN Lion’s City E, conhecer as suas funcionalidades e experimentarem o conforto ímpar que proporciona.
Especialistas estarão disponíveis para fornecer apresentações técnicas detalhadas sobre a tecnologia da mobilidade elétrica, a infraestrutura de carregamento e outros detalhes inovadores do autocarro totalmente elétrico.

O MAN Lion’s City E estará disponível também para demonstrações práticas e exibir a sua eficiência e desempenho ao vivo, destacando os benefícios de um autocarro alimentado por uma fonte de energia totalmente elétrica e que contribui para a redução das emissões de carbono e para a transição para um sistema de transporte mais sustentável.

O autocarro percorrerá rotas estratégicas, conetando diversas cidades e localidades em todo o país, facilitando a mobilidade e incentivando o uso do transporte público. Os passageiros desfrutarão de um ambiente confortável e inovador, com comodidades modernas e conectividade para tornar a experiência da viagem ainda mais agradável.

A MAN completou a sua nova geração de autocarros urbanos com o MAN Lion’s City E totalmente elétrico. A produção em série da versão solo de 12 metros começou em outubro de 2020 na fábrica polaca da MAN em Starachowice. O autocarro 100% elétrico Lion’s City 18 E entrou em produção em série em abril de 2021. Este último oferece espaço para até 130 passageiros, o autocarro solo para até 88 passageiros. Em termos de unidade, a MAN conta com um motor central no eixo traseiro no seu eBus, ou dois motores centrais no segundo e terceiro eixos no autocarro articulado, o que beneficia o desempenho de condução. A energia para a cadeia cinemática totalmente elétrica vem das baterias no teto do veículo. Os autocarros elétricos oferecem um alcance de até 350 quilómetros em condições favoráveis durante toda a vida útil das baterias.

Continuar a ler

Comerciais

Camiões Otokar Atlas começam a ser vendidos em Espanha

Published

on

A GBister Ibérica, empresa fundada em 1994 e que comercializa mini autocarros transformados, vai iniciar a importação dos camiões Otokar Atlas para território espanhol… para já.



Assim, o importador já tem disponíveis dois modelos para o transporte de mercadorias: um chassis-cabina de 8,5 toneladas em duas versões (chassis longo e chassis curto), e outro camião de 12,1 toneladas que resulta da adição de um terceiro eixo ao mais pequeno da família.
Ambos os camiões são alimentados por um motor Diesel Cummins de 3,8 litros e 150 CV, com uma curva de binário muito plana. Em combinação com a caixa de velocidades ZF 6+1, torna a condução muito agradável porque permite trabalhar com uma ampla gama de rotações sem necessidade de mudar de velocidade.

Outra chave para o sucesso dos camiões Otokar é o sistema de travagem pneumático Wabco: “Neste segmento, todos os concorrentes têm travões mecânicos e, quando conduzimos um camião de 8,5 toneladas, é muito importante que os travões sejam eficientes. É um bónus extra de qualidade e segurança”, explica Bautista.

Além disso, os camiões Otokar Atlas dispõem de uma gama completa de equipamentos de série: ar condicionado, ACC (Adaptive Cruise Control), EBS, travão de motor, LDWS (Lane Departure Warning System), AEBS (Advanced Emergency Braking System), ESC (Electronic Stability Control), espelhos aquecidos, cama… Por fim, é de salientar a amplitude e o conforto da cabina.

O objetivo para este primeiro ano é registar cerca de 40 unidades em Espanha. De acordo com as previsões, 65-70% das vendas corresponderão ao modelo de 8,5 toneladas e o restante ao modelo de 12,1 toneladas. Para 2025, os objectivos são mais ambiciosos porque a família vai crescer em breve com duas novas versões (10,6 e 16 toneladas) que aumentarão a sua versatilidade.

A Otokar vende camiões na Turquia há mais de cinco anos com um sucesso notável: em 2023, registou 1.000 unidades e alcançou uma quota de mercado de 50% no segmento dos camiões de 7,5-8,5 toneladas, em concorrência direta com marcas bem estabelecidas a nível mundial. A boa receção encorajou a empresa turca a dar um passo em frente e começar a distribuir os camiões em solo europeu. Primeiro na Bulgária e na Roménia e, pouco depois, em Espanha, onde depositou a sua confiança no Grupo Somauto, com o qual mantém uma longa e bem sucedida relação há mais de 15 anos no domínio dos veículos de passageiros.
Será que Portugal tem mercado para esta marca?

Continuar a ler
Publicidade

Publicidade

Newsletter

Ultimas do Fórum

  • por sango
    Por que teve tanta miscigenação nas ex-colônias portuguesas em comparação as colônias britânicas e francesas que não tiveram praticamente nenhuma?
  • por Pipo7
    Boas ​​​​​​Procuro um carro por volta dos 6k e tenho andado a apreciar os Alfas Mito. Têm uma estética bastante desportiva e os...
  • por c200
    Boas! Depois de finalmente conseguir apagar as indicações do quadrante, eis quando se não que: agora não pega. Bateria: já deve ter 4 anos;...
  • por surin
    Boas. Tenho em vista 2 negócios de 2 carrinhas bmw 320d, ambas anteriores a 2007 e sem filtro partículas. - bmw 320d touring 150cv 2001 com...

Em aceleração