Seis dicas para manter a cabina do seu camião sempre limpa – Motorguia
Ligue-se connosco

Comerciais

Seis dicas para manter a cabina do seu camião sempre limpa

Published

on

Durante um dia de trabalho o motorista passa dias e dias na estrada dentro do seu fiel companheiro, o camião. Mas, para além da manutenção regular e preventiva, peças e combustível, já parou para pensar que a cabina do camião também merece toda a sua atenção.



Se o “seu” espaço se encontrar devidamente limpo e confortável, a viagem torna-se muito mais confortável. Afinal, para além de ambiente de trabalho, a cabina do camião é praticamente a sua segunda casa.

Por isso, não perca tempo e conheça as nossas dicas práticas e eficientes, fique e olho e coloque mãos à obra.

1 – Limpe o painel com todo o cuidado e atenção…

Fundamental para a sua segurança em estrada, a limpeza do painel de instrumentos deve ser feita com um pano húmido para limpar a poeira acumulada. Desta forma mantém o painel com uma aparência nova por mais tempo.
A mesma dica vale para o volante e para os compartimentos da cabina, como porta-copos por exemplo…

2 – Preste atenção ao tapete e à carpete

Um balde com água e uma escova são suficientes para limpar o tapete da cabina do camião. Mantenha-o longe de produtos abrasivos para não o danificar. Para secar pode deixá-lo ao sol.
Agora, se os tapetes forem de borracha, utilize apenas águas para a sua lavagem e nada mais.
Se for uma carpete propriamente dita, deve ser limpa com uma escova húmida e, se for preciso higienizá-la, deverá aplicar um detergente neutro.
Nesse caso, o camião vai precisar de algum tempo para secar sem acumular bactérias e maus cheiros. Deixe as portas do camião abertas sempre que possível durante este processo.

3 – Cuidado com os estofos

Por ser feito com esponja, mesmo que mais evoluída, e se forem forrados a tecido, os bancos não devem ser lavados com água, pois absorvem-na muito rapidamente. Dê preferência a um pano húmido com pouco detergente.
Os bancos devem ser higienizados com frequência, assim como a carpete e os forros da cabina. Podem precisar de apanhar sol. O melhor será colocar a cabina de portas abertas num área virada ao sol.

4 – Tire o pó da cabina

O motorista passa a maior parte do tempo dentro do camião, por isso é normal que o espaço acumule migalhas, fios de cabelo, poeira, por aí fora…
Assim, o melhor será utilizar um aspirador para limpar todos os cantos e o piso da cabina. Faça este trabalho com frequência de forma a manter a cabina limpa.

5 – Limpe bem os vidros

A parte exterior dos vidros deve ser limpa com regularidade para evitar que acumule água da chuva. Para isso utilize um pano limpo, água e detergente que dão conta do recado.
E os vidros por dentro, como ficam? Aqui o caso muda de figura, pois vai precisar de limpar a oleosidade que se acumula no vidro devido aos toques constantes. Utilize limpa-vidros.
Tente limpar a parte interna da cabina do camião pelo menos uma vez por semana. Dessa forma, aumenta a qualidade da sua visibilidade, especialmente à noite e com mau tempo.

5 – Escolha produtos de limpeza de qualidade

Damos-lhe ainda algumas dicas específicas sobre produtos de limpeza, que são fundamentais para uma limpeza regular da cabina. A qualidade da limpeza também depende da qualidade dos produtos.
De uma forma geral, dê prioridade a detergentes e sabonetes neutros que não mancham ou marca os painéis e os revestimentos. Não exagere nos produtos com cheiro, pois o aroma forte, com o passar dos anos, é desagradável e pode ser difícil de eliminar.
Se precisar de removar odores desagradáveis da cabina, procure produtos específicos para isso. Numa emergência, pode recorrer ao arroz, produto que absorve a humidade do ambiente que ajuda a eliminar cheiros desagradáveis.

6 – Mantenha a cabina do camião organizada

Durante os dias na estrada e pelo facto da cabina se assumir como a sua segunda casa, é normal que vá acumulando “tralhas” no seu interior, desde objetos passando por embalagens vazias. A desarrumação não é nada positiva.
Um ambiente organizado é propício ao conforto e à produtividade, logo a cabina merece a sua atenção para que se mantenha arrumada, limpa e cheirosa. Desta forma, viver no seu interior será muito melhor.

 

Clique para comentar

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comerciais

Ford SuperVan do século XXI tem 2000 CV… elétricos

Published

on

A Ford abre hoje o primeiro capítulo da eletrificação da sua lendária série de Supervans, com a apresentação global da Ford Pro SuperVan Elétrica, dotada de superperformances, no Goodwood Festival of Speed 2022, no Reino Unido.



A Ford Pro SuperVan Elétrica utiliza todo o potencial deo desempenho da propulsão elétrica e da conectividade melhorada para alcançar a mais elevada performance de sempre de um furgão Ford, sublinhando o enorme empenho na eletrificação que a marca está a realizar.

Quatro motores elétricos, uma bateria com refrigeração líquida de 50 kWh e um sistema de controlo específico resultam numa potência de cerca de a 2.000 CV para uma aceleração de 0- 100 km/h inferior a dois segundos.

O desempenho de um chassis especificamente concebido para o efeito e apto a andar em pista, integrando componentes da recentemente apresentada E-Transit Custom – a primeira versão 100% elétrica do furgão mais vendido na Europa 2,3 – é complementado pela tecnologia Ford SYNC 4, com touchscreen integrado na cabina, herdada de modelos Ford de estrada, bem como funcionalidades adicionais para controlo das aptidões únicas da SuperVan Elétrica.

A primeira SuperVan da Ford foi revelada em 1971 e apresentava um motor em posição central, retirado do Ford GT40 vencedor de Le Mans, originando uma Transit Mk. 1 diferente de todas outras.

A fórmula foi elevada para outro patamar na SuperVan 2; uma versão em fibra de vidro da Transit Mk. 2 foi montada sobre a monocoque e o V8 Cosworth de 590 CV do carro de competição Ford C100. Este veículo renasceu mais tarde no facelift da Transit Mk.3 (SuperVan 3), equipado com um motor Cosworth HB de 650 CV utilizado pelos carros de Fórmula 1 da época.

Continuar a ler

Comerciais

Opel reforça aposta no Vivaro-e HYDROGEN para longo curso

Published

on

O Opel Vivaro-e HYDROGEN é o comercial ligeiro ideal para os clientes de frotas que desejem cobrir longas distâncias ou necessitem de reabastecimentos feitos em poucos minutos.



Trata-se de um veículo elétrico com pilha de combustível de hidrogénio com bateria plug-in. A instalação da tecnologia é tão compacta que não compromete o espaço de carga, em comparação com as motorizações convencionais. A sua autonomia até aos 400 km (WLTP1) e o reabastecimento com hidrogénio demora apenas 3 minutos, aproximadamente o mesmo tempo necessário para atestar um veículo convencional com gasóleo ou gasolina.

O veículo oferece um volume de carga máximo de 6,1 metros cúbicos e uma carga útil de 1.000 kg, para além de uma capacidade de reboque de 1.000 kg. O Vivaro-e HYDROGEN está disponível em dois comprimentos L2 e L3 (4,95 m e 5,30 m) e já integra a frota da Miele, fabricante alemão de eletrodomésticos premium.

O princípio de funcionamento é simples: a partir de hidrogénio e ar, a pilha de combustível gera eletricidade para alimentar o motor elétrico. O único produto desta reação é vapor de água que sai pelo escape.
O conceito de pilha de combustível plug-in permite a integração de todo o sistema de pilha de combustível com o motor elétrico debaixo do capô. Além disso, a bateria do Vivaro-e BEV (veículo elétrico a bateria) é substituída por três depósitos de hidrogénio, de 700 bar, com uma capacidade de 4,4 kg.

A pilha de combustível de 45 kW pode gerar energia suficiente para trajetos mais longos de condução em autoestrada, enquanto a bateria de iões de lítio de 10,5 kWh, localizada sob os bancos dianteiros, proporciona uma potência dinâmica de pico sempre que necessário, por exemplo, nos arranques e em aceleração. Uma vez que a bateria cobre as necessidades energéticas nestas situações, a pilha de combustível pode operar em condições de funcionamento ideais.

O Vivaro-e HYDROGEN também possui travagem regenerativa, enquanto a capacidade plug-in permite recarregar a bateria externamente, se necessário, por exemplo, numa estação de carregamento, fornecendo 50 km de autonomia pura pela bateria elétrica. São de série o carregador trifásico (11 kW) e um cabo de carregamento de modo 2, presentes a bordo.
A Opel irá oferecer uma versão elétrica de cada modelo da gama de passageiros e comerciais até 2024.

Continuar a ler
Publicidade

Estamos no Facebook

Newsletter

Em aceleração