Ligue-se connosco

Notícias

As novas máquinas da polícia

Published

on

Segundo dados publicados no Concurso público para a aquisição de veículos para as Forças e Serviços de Segurança, até 2021, as forças de segurança portuguesas vão receber diversas prendas, numa soma que supera a 2.000 viatura. Algumas delas até já chegaram, como é o caso dos 48 Renault Captur 1.5 dCi 110 cv entregues, esta semana, à Polícia de Segurança Pública.

Um dos destaques da lista do concurso público vai para os seis Volkswagen e-Golf a chegar até 2021 para a equipa de Tourist Support Patrol (TSP) da GNR. São 136 cv e um autonomia anunciada de 300 km, calculada ainda no ciclo NDEC.
Faz também parte desta lista um veículo que estamos habituados a ver muito como Táxi, o Citroen C-Elysée 1.6 BlueHDi 100. Neste caso, serão mais de 400 exemplares a fazer parte da Brigada de Patrulhamento Territorial da GNR. Também em patrulha, mas no Patrulhamento de Trânsito, existirão também mais de 100 Skoda Superb 2.0TDi 150cv.

No entanto, as jóisa da coroa, que estarão presentes de forma descaraterizada para o combate ao excesso de velocidade, são o Audi A4 3.0TDi 272cv Quattro – ainda com a designação antiga – e o BMW 335d xDrive – ainda da geração F30. Até 2021, a PSP terá ao seu dispor mais de 40 unidades dos familiares médios alemães. Ambos com tração integral e caixa de velocidades automática, sendo o primeiro capaz de acelerar dos 0 aos 100 km/h em 5,3 segundos e o outro em 4,8 segundos. Ambos atingem uma velocidade máxima de 250 km/h, limitada eletronicamente. Não sabemos se o limitador eletrónico será removido das unidades em causa, mas é melhor não ficar a saber por sua experiência.

Continuar a ler
Clique para comentar

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias

Estado apoia “negócio” dos combustíveis?

Published

on

O barril de petróleo baixou 20 dólares nos últimos 45 dias e mantém a tendência de queda que já vai nos 20%. No entanto, os combustíveis não baixaram nas últimas quatro semanas e apenas baixam 1,5 cêntimos amanhã. Quem está a ganhar com este negócio?

Quem está a ganhar milhões com a retenção dos preços dos combustíveis? Será o Estado português leva mais de 60% da fatia deste jackpot pago pelos automobilistas e empresa? Certo é que a ajuda das gasolineiras é essencial e não é de estranhar que tentam por tudo manter os preços e tentar manter o desfasamento dos preços entre o barril e ponto de venda.

Quando os preços do barril sobem na semana seguinte os preços sobem de imediato. É caso para dizer: sobem como uma flecha e descem como uma pluma. Este negócio envolve muitos milhões de euros a distribuir pelos refinadores, distribuidores e Estado português.

Fonte: Nasdaq

Na análise aos gráficos publicados podemos verificar que o preço barril de crude em abril estava ao mesmo preço da passada sexta-feira, com a diferença que em abril o valor do gasóleo (por exemplo) estava nos 1,35 euros, enquanto à data de hoje está nos 1,47 euros, bastante longe dos 1,35 euros de abril.

Amanhã os preços descem 1,5 cêntimos e até parece um favor que fazem aos consumidores. Todos os partidos políticos estão passivos em relação a esta matéria. As associações de consumidores de combustíveis não existem em Portugal e não há quem defenda consumidores particulares e empresas deste super-negócio.

Fonte: maisgasolina.com

Vamos ficar atentos à tendência dos preços e fazer a nossa parte na divulgação deste negócio que tira milhões de euros dos bolsos dos consumidores portugueses que não têm oportunidade de abastecer em Espanha.

Continuar a ler

Notícias

Um Fiat Panda de luxo

Published

on

O pequeno e citadino Fiat Panda nasceu para ser simples, barato e fiável. Foi assim que construiu uma carreira de sucesso desde os anos 80 do século passado. Mas a verdade é que nem tudo tem de continuar da forma que nasceu. E foi assim que a Garage Italia Customs, empresa especializada na personalização de veículos,  achou por bem transformar um Fiat Panda da primeira geração.

Mas este Panda não é um qualquer, pois o seu proprietário era, nada mais nada menos, do que lendário líder da Fiat, Gianni Agnelli. E como é que este exemplar foi parar às mão da Garage Italia Customs? De forma bastante simples, pois o seu proprietário, Lapo Ellkan, é neto de Agnelli e irmão da John Ellkan, o CEO da empresa que controla a Fiat Chrysler Automobiles.

A história deste Panda esteve sempre ligada à Suíça, onde sempre passou os seus dias, para que Gianni Agnelli o pudesse utilizar sempre que visitava terras helvéticas. Agora, ganha um novo capítulo com este restauro, que incidiu apenas na parte estética.

As imagens falam por si.

 

previous arrow
next arrow
Slider

Continuar a ler

Notícias

Espanha quer banir motores de combustão

Published

on

Numa tentativa de travar as alterações climáticas, as autoridades espanholas estão a ponderar a possibilidade de proibir a venda de automóveis a gasolina ou gasóleo, já a partir de 2040.

O governo socialista, liderado por Pedro Sánchez, conta mesmo apresentar um projeto-lei já no próximo ano, capaz de garantir que não seja possível vender automóveis de passageiros ou ligeiros de mercadorias com emissão de dióxido de carbono. Deste modo, Espanha espera cumprir o Acordo de Paris e estar em sintonia com os países que já anunciaram medidas similiares, como o Reino Unido e França.

Continuar a ler
Publicidade

Estamos no Facebook

Newsletter

Em aceleração