Peterbilt inicia uma nova era com a apresentação do renovado 579 – Motorguia
Ligue-se connosco

Comerciais

Peterbilt inicia uma nova era com a apresentação do renovado 579

Published

on

Praticamente dez anos depois de lançar o modelo 579 e marcar um ponto histórico na eficiência, marca norte-americana Peterbilt anunciou uma remodelação no seu camião mais icónico.



A apresentação do novo 579 foi feita em streaming e com pouco fogo de artifício, todavia a marca gostou de frisar a importância das alterações que idealizou para a nova geração do 579.

A marca destacou o esforço de uma equipa para criar o que definiu como um novo nível de eficiência, tecnologia e rendimento. O novo 579 é o resultado de cinco ano de um trabalho profundo para melhorar o que já de si era magnífico. Assim que foi apresentado, já lá vão dez anos, o 579 transformou-se num símbolo do construtor. Hoje, este símbolo deu uma volta de 180º para se tornar mais económica e elevar o conforto a um novo estádio.

Toda a cabina foi transformada para ganhar pontos na aerodinâmica e reduzir o consumo de combustível (7% de acordo com a marca). A grelha está mais estreita e as linhas estão mais apelativas.

O capô utiliza agora três peças únicas e viu a sua altura reduzida, tal como o formato dos pára-choques, as entradas da ventilação e os espelhos. Conta ainda com novos faróis LED. Foram mais de 300 mil horas de trabalho para “bater” a força do vento e reduzir o ruído da cabina. Ganhou ainda espaço interior e melhorou a experiência de condução por causa dos motores PACCAR MX13 e MX11.

Percebe-se de imediato que o interior da cabina do 579 é pura comodidade. O “sleeper” amplia-se até aos 2m3, assim como o espaço para armazenamento (o melhor do segmento) e conta com um novo painel exclusivamente digital (ecrã de 15″).

Todos os indicadores passam a ser em pixels, desde a informação do tacógrafo e o velocímetro, até aos indicadores da temperatura da água, pressão do óleo e combustível. A partir de agora todos os modelos da Peterbilt vão contar com painel de digital. O 579 marca assim uma nova era na marca americana.

Clique para comentar

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comerciais

Ford lança duas séries especias da Ranger que chegam em outubro

Published

on

A Ford apresentou duas novas versões da sua pick-up, Ranger, que vão chegar ao mercado europeu já no próximo mês de outubro. São elas as variantes Stormtrak e Wolftrak, de edição limitada e cujo objetivo é reforçar a gama da pick-up da oval azul com mais estilo e maior capacidade de carga.



A Stormtrak vai posicionar-se no topo da gama e assume caraterísticas premium, com um estilo diferenciado e que surge equipada com faróis LED e proteção inferior. O visual é reforçado por decalques exclusivos no capô e nas laterais, pára-choques traseiro em preto e barra desportiva.

Adicionalmente, o revestimento do piso da caixa de carga, a divisória de carga e a nova cobertura Power Roller Shutter da Ford estão incluídos no equipamento de série, proporcionando maior conveniência e versatilidade em tudo o que diz respeito à carga.
O interior está repleto de equipamento premium, com destaque para os bancos específicos que apresentam o mesmo couro flexível da icónica Ford Ranger Raptor, acentuado com logótipos Stormtrak bordados e gomos revestidos a tecido técnico.
Para além disso, este modelo está dotado de superfícies interiores em grafite escurecida e as costuras vermelhas combinam com a inconfundível paleta exterior da Stormtrak.

A produção desta nova variante será bastante limitada de modo a garantir a sua exclusividade, estando disponível em versão Cabine Dupla, com bancos confortáveis e maior habitabilidade, ou Super Cab, com mais espaço de carga.
Todas as versões da Ranger Stormtrak vão contar com o motor Diesel Ford EcoBlue 2.0 Bi-turbo de 213 cv de potência, um binário de 500 Nm e uma transmissão automática de 10 velocidades.
Por sua vez, a Ranger Wolftrak apresenta-se como uma pick-up arrojada e robusta, concebida para responder às necessidades dos clientes que trabalham ao ar livre e desejam um desempenho off-road.

Tendo por base a versão Ranger XLT, a Wolftrak é animada pelo motor Diesel Ford EcoBlue 2.0 com 170 cv, com opção de transmissão manual de seis velocidades ou automática de 10 velocidades.
O sistema selecionável de tração integral com função shift-on-the-fly, o bloqueio eletrónico do diferencial traseiro e os pneus todo-o-terreno são de série, de forma a assegurar a sua evolução, mesmo nas mais exigentes condições fora de estrada, contando com o apoio de uma configuração de tração integral com relações de caixa curtas (redutoras) para melhorar o desempenho em subidas íngremes e pisos macios.
A nova Ranger Wolftrak, dispõe de uma carga útil de 1,0 tonelada e 3.500 kg de peso máximo rebocável.

Continuar a ler

Comerciais

Stellantis lança furgões a hidrogénio com 400 km de autonomia ainda este ano

Published

on

A Stellantis, comglomerado que inclui os grupo PSA e FCA, anunciou o lançamento ainda este ano de três veículos comerciais ligeiros a hidrogénio para as marcas Peugeot, Citroën e Opel com autonomias superiores a 400 quilómetros e tempos de reabastecimento de apenas três minutos, assumindo-se como o primeiro passo do grupo rumo ao ecossistema do hidrogénio.



Os primeiros resultados deste esforço estarão nas estradas ainda este ano, com variantes a hidrogénio do Citroën Jumpy, Peugeot Expert e Opel Vivaro, aproveitando os benefícios da plataforma multienergias que o grupo Stellantis tem trabalhado ao longo dos últimos anos.

A solução tecnológica da Stellantis para estes três veículos combina a função de locomoção por pilha de combustível a hidrogénio, mas também da possibilidade de recorrer à bateria para melhor performance ou incremento da autonomia.

Esta tecnologia é apresentada como de dimensão média, com o motor elétrico a poder ser alimentado pela bateria elétrica ou pelos três tanques de hidrogénio (4,4 kg a uma pressão de 700 bares) dispostos sob o piso no local onde está a grande bateria de tração das versões apenas elétricas.

Estes elementos são desenvolvidos através de uma parceria de desenvolvimento com a Faurecia, uma das parceiras para este projeto, sendo a outra a Symbio. O compartimento de carga não é afetado nem perde capacidade com esta abordagem a hidrogénio, com os diversos componentes escondidos em locais que já são utilizados pelos modelos lançados, tanto com motor de combustão, como elétricos.

O arranque e a movimentação a baixa velocidade faz-se com recurso à bateria de tração, mudando para o sistema de pilha de combustível a hidrogénio a velocidades mais altas em cruzeiro. Em acelerações mais fortes, os dois trabalham em conjunto para a máxima potência, enquanto a desaceleração e travagem recupera energia para a bateria.

Por enquanto, este sistema de pilha de combustível a hidrogénio apenas estará presente nos comerciais ligeiros da Peugeot, Citroën e Opel, mas a sua aplicação noutros modelos de outras marcas do grupo é uma possibilidade a seu tempo.

É apontada uma autonomia superior a 400 quilómetros e um tempo de reabastecimento de cerca de três minutos, tornando a sua utilização tão prática quanto a de um veículo de motor de combustão nos dias que correm. Além disso, para o caso do hidrogénio nos tanques se gastar todo, a bateria de tração permite que o mesmo circule – ainda que a baixa velocidade – por cerca de 50 quilómetros, permitindo assim uma autonomia bem superior dos 400 quilómetros.

Continuar a ler

Comerciais

Renault Trucks desvendou renovada gama T no jogo Euro Truck Simulator 2

Published

on

A Renault Trucks apresentou os seus renovados T e T High Evolution no videojogo Euro Truck Simulator 2.



A marca francesa coloca a descoberto estes modelo que podem ser conduzidos no videojogo, sentar na cabina dos novos veículos da gama T e T High 2021, testar a recém estreada ergonomia da cabina e apreciar a comodidade do camião, seja em área urbanas, em estadas regionais ou em autoestradas, assim como descobrir com todo o detalhe o novo desenho dos modelos de longo curso da marca francesa.
Estas são algumas das melhorias da nova gama T da Renault Trucks.

Interior da cabina:
– Tablier curvo para ficar tudo ao alcance da mão
– Espaço para guardar documentos de formato A4
– Porta-copos
– Ponto de carga USB-C
– Botão de arranque start/stop
– Banco extraível, de conforto superior com forros resistente à manchas
– Suporte para smartphone e tablet

Coluna de direção multidirecional
– Posição de condução adaptativa de acordo com a estatura do condutor
– Roda de controlo intuitiva que ajuda com o pé a encontrar a posição de condução ideal.

Luzes LED de série
– Melhor iluminação para melhorar a visibilidade em estrada
– Tom de luz ao nível da luz natural para evitar a fadiga do condutor
– Feixe de luz mais amplo para melhorar a visibilidade dos degraus

Aplicação do travão de emergência de forma automática
– O veículo para de forma automática em caso de detetar um funcionamento anormal

Cama
– Espessura do colchão: 170 mm; densidade: 41kg/m3
– O dobro das molas e um colchão mais grosso para se adaptar a todos os pesos
– Base do colchão desmontável
– Novo tecido mais fácil de lavar
– Cobertura de colchão com espuma viscoelástica

.

Continuar a ler
Publicidade

Estamos no Facebook

Newsletter

Em aceleração