A nova Ducati Monster está pronta para 2021 – Motorguia
Ligue-se connosco

Motos

A nova Ducati Monster está pronta para 2021

Published

on

A Ducati guardou para o final da sua webseries “Ducati World Première” uma das revelações mais aguardadas: a nova Ducati Monster 2021, um nome que representa um dos maiores sucessos de vendas da história da marca italiana.



Continuando fiel ao conceito original criado em 1993, esta nova Monster continua uma naked leve e potente, apesar desta geração perder um dos seus elementos mais icónicos, o quadro em treliça. Esta geração da Monster adota um quadro em alumínio que incorpora o motor como elemento integrante do quadro e que a marca de Borno Panigale batizou de “Front Frame”.

Esta solução retira cerca de 4,5 kg de peso ao quadro, reforçando a leveza desta Monster cujo peso em seco não ultrapassa os 166 kg, graças também ás novas jantes, ao braço oscilante e ao motor, tudo componentes que estão mais ligeiros no peso.

O motor Testastretta de dois cilindros em V a 11º tem agora uma capacidade de 937 cc, cumpre com as normas Euro 5, debita uma potência máxima de 11 cv às 9.500 rpm e um binário máximo de 93 Nm às 6.500 rpm.

Esta nova Monster tem três modos de condução, Urban, Touring e Sport que em função das circunstâncias e da opção de quem vai aos comandos, gerem o desempenho do ABS, do controlo de tração ou do sistema que controla a elevação da roda dianteira.

Em termos de desenho esta Monster também evoluíu sem perder as raízes e o depósito, sendo novo, mantém o conceito de silhueta de bisonte do original. O painel de instrumentos é agora TFT e tem origem na Ducati Panigale V4.

As soluções de personalização são inúmeras, seguindo um pouco aquilo que a Ducati tem feito nos últimos anos e de autocolantes que reforçam a decoração a kits da Ducati Performance que melhoram o rendimento, esta Monster tem de tudo um pouco para ficar ao gosto do seu proprietário.

Disponível nas cores Ducati Red, Aviator Grey e Dark Stealth, a nova Monster tem a sua chegada ao mercado nacional prevista para o início do segundo trimestre de 2021.

Clique para comentar

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Motos

Miguel Oliveira com boa estreia na Aprilia

Published

on

Logo após o GP de valência do passado fim de semana, as equipas iniciaram na terça feira uma sessão de testes já a preparar a próxima época. Foi a primeira vez que Miguel Oliveira esteve aos comandos da Aprilia RS-GP e a estreia foi auspiciosa.



No total o piloto de Almada fez 75 voltas ao circuito Ricardo Tormo e no final da sessão terminou com o quarto melhor tempo de todos os pilotos em pista, sendo o mais rápido daqueles que mudaram para uma nova equipa.

Agora como piloto da equipa RNF Aprilia, Miguel Oliveira contou com a presença de vários elementos da equipa oficial da marca italiana que seguiram atentamente a prestação do piloto português, conscientes das suas qualidades como um elemento que ajuda bastante no desenvolvimento da moto com que corre.

Continuar a ler

Motos

Miguel Oliveira diz adeus à KTM com uma grande corrida

Published

on

Na última corrida do campeonato de MotoGP em Valência decidiu-se o título que foi ganho pelo italiano Francesco Bagnaia na sua Ducati, naquela que foi a última prova de Miguel Oliveira com a KTM antes de rumar para a Aprilia.



Um nono lugar bastou para Bagnaia levar para casa o título de Campeão do Mundo de MotoGP, uma vez que o seu direto rival Fabio Quartararo necessitava de vencer a prova para garantir o bicampeonato, mas não foi além do quarto posto numa corrida que o espanhol Alex Rins venceu para a Suzuki, numa despedida em grande do construtor japonês que na próxima temporada já não correrá em MotoGP.

O português Miguel Oliveira arrancou de 14º lugar na grelha e mais uma vez assinou uma grande corrida, conquistado posição atrás de posição até terminar em quinto, o que lhe assegurou o décimo lugar na classificação geral. Foi uma despedida da marca austríaca com uma grande prestação por parte do piloto de Almada que agora continuará a sua carreira na Aprilia.

Brad Binder foi o segundo classificado no circuito Ricardo Tormo e Jorge Martin fechou o último pódio desta temporada. A próxima já tem arranque marcado precisamente para Portimão entre os dias 24 e 26 de março.

Continuar a ler
Publicidade

Publicidade

Newsletter

Ultimas do Fórum

Em aceleração