GM planeou um Corvette Sting Ray com 4 lugares – Motorguia
Ligue-se connosco

Curiosidades

GM planeou um Corvette Sting Ray com 4 lugares

Published

on

Na sua página de design no Instagram, a General Motors mostrou o desenho feito em 1962 daquele que seria o protótipo de um Chevrolet Corvette com quatro lugares, que, no entanto, nunca chegou a ver a luz do dia.



Este projeto de 1962 antecede a segunda geração do Corvette que só foi lançada em 1963. Esta geração do Corvette, também apelidado de Sting Ray, viria a tornar-se uma das mais icónicas, entre outras razões, pelo desenho da sua traseira onde se destacava o famoso vidro traseiro “split window” (dividido em dois), que viria a ser um dos elementos de design emblemáticos deste coupé de dois lugares.

A versão com uma lotação para quatro ocupantes mostrada agora pela GM nunca viria a ser produzida, nem na forma de um protótipo, o que torna ainda mais curiosa a sua divulgação, passados quase sessenta anos.

Clique para comentar

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Curiosidades

Whisky da Macallan e da Bentley custa mais que um carro

Published

on

Celebrando os 200 anos da reconhecida e exclusiva destilaria escocesa The Macallan, foi lançada uma edição especial do seu Whisky Single Malt em parceria com a Bentley Motors, denominada The Macallan Horizon.



O nome Horizon tem por base o facto da garrafa ter um desenho que a coloca numa posição horizontal, que apela à dinâmica do mundo automóvel. A garrafa foi desenhada em parceria com a Bentley e é feita de materiais reciclados de produtos da Macallan e da Bentley, como cobre, alumínio, couro e carvalho, entre outros.

O whisky em si, segundo a The Macallan foi envelhecido em cascos de carvalho de xerez e tem odores de ameixa, cerejas, caramelo, gengibre caramelizado e ananás.

Uma garrafa desde The Macallan Horizon x Bentley custa qualquer coisa como 46 mil euros sensivelmente… mais do que muitos automóveis novos.

Continuar a ler

Curiosidades

Porta-aviões testa catapulta com “carros”

Published

on

Quando se fala de carros lançados de um porta-aviões é inevitável que venha à memória o anúncio televisivo dos anos oitenta do Citroën Visa GTi em que este era lançado do porta-aviões francês Clemenceau, mas desta vez falamos de testes “a sério”.



Os testes decorreram a bordo do porta-aviões norte-americano USS John F. Kennedy em que foi utilizada uma catapulta eletromagnética. Para simular os vários tipos e pesos dos aviões que atualmente operam nos porta-aviões da marinha norte-americana foram utilizados veículos que basicamente são estruturas com rodas , cada uma com um peso diferente, peso esse que pode chegar às 36 toneladas quando simula o avião mais pesado totalmente carregado.

Estes “carros” são colocados na catapulta e lançados para o mar a uma velocidade de cerca de 240 km/h, sendo depois recolhidos e lançados novamente até terminarem os testes e a respetiva recolha de dados do desempenho da catapulta.

Aqui fica o vídeo sempre espetacular deste tipo de testes:

Continuar a ler
Publicidade

Publicidade

Newsletter

Ultimas do Fórum

Em aceleração