BMW apresenta a sua primeira moto “M” – Motorguia
Ligue-se connosco

Motos

BMW apresenta a sua primeira moto “M”

Published

on

A sigla “M” é sinónimo do expoente máximo do caráter desportivo na BMW e chegou agora também às motos na forma da M1000RR, apresentada em conjunto com os seus irmãos de quatro rodas M3 Sedan e M4 Coupé.



Tendo como base a S1000RR a BMW levou ainda mais longe as potencialidades desta desportiva e criou a M1000RR, uma moto que já se aguardava, especialmente depois da BMW Motorrad ter lançado um Pack M para a S1000RR, que já deixava algumas indicações do que o futuro poderia trazer: uma moto “M”.

Com algumas alterações no motor de 999 cc de cilindrada da S1000RR e uma nova linha de escape, esta M1000RR oferece 212 cv de potência às 14.500 rpm, mais 5 cv que a moto que lhe serve de base e um binário de 113 Nm às 11.000 rpm. A diferença de potência não é muita, mas a forma como esta está disponível no regime do motor, especialmente acima das 6.000 rpm, é mais pujante.

Para poder explorar ao máximo estas novas possibilidades do motor a M1000RR conta com um pacote aerodinâmico que resulta da experiência da marca em competição e dos resultados obtidos no túnel de vento. Esse pacote conta com umas asas dianteiras em fibra de carbono e um ecrã um pouco maior que o da S1000RR.

A capacidade de travagem também foi melhorada através de um sistema desenvolvido pela divisão M com base nos seus conhecimentos adquiridos em competição e mostra-se mais eficaz e resistente à fadiga.

Com jantes em fibra de carbono, uma suspensão com mais opções de afinação, um motor com cinco modos de condução e um peso que não ultrapassa os 192 kg (em cheio) esta M1000RR promete muitas emoções em pista e também na estrada já que não é um modelo criado apenas para circuito (como acontecia com a HP4), esta desportiva está devidamente homologada para circular na via pública.

Para já, os preços desta M1000RR ainda não foram divulgados.

Clique para comentar

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Motos

Honda Africa Twin, CB650R e CBR650R ganham novos argumentos

Published

on

A Honda reforçou os argumentos da sua trail Africa Twin, da naked CB650R e da mais desportiva CBR650R para o próximo ano de 2021.



No caso da Africa Twin a marca japonesa não fez alterações técnicas, mas propõe novas opções na decoração, sendo de destacar a pintura branca, azul e vermelha que até agora era exclusiva da versão ,ais “aventureira” Adventure Sports.

2021 HONDA CB650R

Já em relação às CB650R e CBR650R a Honda mexeu no motor alterando as árvores de cames, a linha de escape, o catalisador e a centralina para que esta unidade de quatro cilindros possa cumprir com as normas Euro 5.

Tanto a naked como a desportiva contam agora com uma nova forquilha Showa SFF-BP, mais leve e mais eficaz no amortecimento. O painel de instrumentos também foi alvo da atenção dos técnicos da Honda e o ecrã LCD possui agora uma melhor leitura graças a uma ligeira mudança no ângulo do seu posicionamento e ao aumento dos do tamanho dos dígitos. Por baixo do banco encontramos agora uma entrada USB.

2021 HONDA CBR650R

As decorações destes dois modelos também foram revistas com o intuito de realçar as suas formas e de as tornar mais dinâmicas e apelativas e a CB650R tem até uma nova cor cinzenta denominada Pearl Smokey Gray.

Continuar a ler

Motos

A moto elétrica mais rápida do mundo tem 1632 cavalos

Published

on

A Silver Lightning bateu o recorde do mundo de drag race na distância de 400 metros tornando-se na moto elétrica mais rápida do mundo. Em apenas 6,86 segundos este colosso com 1632 cavalos chegou a atingir uma velocidade máxima de 314 km/h.



Foi na pista inglesa Santa Pod Raceway que o piloto Hans-Henrik Thomsen bateu o recorde que até então era de 6,94 segundos sendo que a maior dificuldade encontrada esteve na capacidade dos pneus suportarem tamanha potencia no asfalto.

Desenvolvida pelos dinamarqueses da True Cousins a Silver Lightning consegue acelerar dos 0 aos 100 km/h em apenas 0,9 segundos, ou seja, em menos de um segundo e está dotada de duas baterias de 350V, que somadas dão uma capacidade de 1200 kW, sensivelmente 1632 cv de potência.

Estes resultados conseguidos ainda não estão ao nível das motos com soluções de combustão que competem nas provas de drag race e onde o recorde está, por agora, nos 5,5 segundos e ode a velocidade máxima atingida é de 424 km/h.

Aqui lhe deixamos o vídeo deste recorde mundial para motos elétricas:

Continuar a ler

Motos

A nova trail da Harley-Davidson já está por Portugal

Published

on

A Pan America é a primeira trail na história da Harley-Davidson e o seu protótipo pode ser visto em exposição até ao final do dia de hoje no concessionário da marca norte-americana localizado no Areeiro, em Lisboa.



Esta nova aposta da marca de Milwaukee já começou a ser produzida, mas as primeiras unidades só começarão a ser distribuídas mais para o final deste ano de 2020. para já os interessados têm esta oportunidade única de ver ao vivo e a cores o protótipo da Pan America no concessionário lisboeta.

Por causa das regras de segurança impostas pela pandemia do vírus Covid-19 a visita deverá ser feita através de marcação neste site específico aqui.

Continuar a ler
Publicidade

Estamos no Facebook

Newsletter

Em aceleração