BMW apresenta a sua primeira moto “M” – Motorguia
Ligue-se connosco

Motos

BMW apresenta a sua primeira moto “M”

Published

on

A sigla “M” é sinónimo do expoente máximo do caráter desportivo na BMW e chegou agora também às motos na forma da M1000RR, apresentada em conjunto com os seus irmãos de quatro rodas M3 Sedan e M4 Coupé.



Tendo como base a S1000RR a BMW levou ainda mais longe as potencialidades desta desportiva e criou a M1000RR, uma moto que já se aguardava, especialmente depois da BMW Motorrad ter lançado um Pack M para a S1000RR, que já deixava algumas indicações do que o futuro poderia trazer: uma moto “M”.

Com algumas alterações no motor de 999 cc de cilindrada da S1000RR e uma nova linha de escape, esta M1000RR oferece 212 cv de potência às 14.500 rpm, mais 5 cv que a moto que lhe serve de base e um binário de 113 Nm às 11.000 rpm. A diferença de potência não é muita, mas a forma como esta está disponível no regime do motor, especialmente acima das 6.000 rpm, é mais pujante.

Para poder explorar ao máximo estas novas possibilidades do motor a M1000RR conta com um pacote aerodinâmico que resulta da experiência da marca em competição e dos resultados obtidos no túnel de vento. Esse pacote conta com umas asas dianteiras em fibra de carbono e um ecrã um pouco maior que o da S1000RR.

A capacidade de travagem também foi melhorada através de um sistema desenvolvido pela divisão M com base nos seus conhecimentos adquiridos em competição e mostra-se mais eficaz e resistente à fadiga.

Com jantes em fibra de carbono, uma suspensão com mais opções de afinação, um motor com cinco modos de condução e um peso que não ultrapassa os 192 kg (em cheio) esta M1000RR promete muitas emoções em pista e também na estrada já que não é um modelo criado apenas para circuito (como acontecia com a HP4), esta desportiva está devidamente homologada para circular na via pública.

Para já, os preços desta M1000RR ainda não foram divulgados.

Motos

Miguel Oliveira abandona em Le Mans

Published

on

A prova francesa de MotoGP deste fim de semana não correu bem para o piloto português que acabou por sofrer uma queda já perto do final da corrida.



Não conseguindo ir além da 17ª posição na grelha de partida, Miguel Oliveira foi capaz de recuperar lugares até à nona posição, rolando atrás do seu colega de equipa, Brad Binder. Infelizmente perdeu a frente da sua KTM numa curva a escassas três voltas do término da corrida e acabou por abandonar não somando pontos para o campeonato.

A prova de Le Mans foi ganha pelo italiano Enea Bastianini na sua Ducati, sendo seguido por Jack Miller em Ducati e Aleix Espargaró em Aprilia. Com este resultado o italiano aproxima-se do líder do campeonato Fábio Quartararo que segue na frente com 102 pontos, apenas mais quatro que Bastianini. Miguel Olliveira ocupa a 11ª posição com 43 pontos.

Continuar a ler

Motos

Motos elétricas para militares ucranianos

Published

on

Um comandante militar que está a operar no conflito na Ucrânia, pediu motos elétricas para as suas equipas de snipers e de reconhecimento.



Numa entrevista à War Zone este comandante refere que as suas equipas de snipers e de reconhecimento necessitam de entrar e sair rapidamente e de forma silenciosa dos locais de confronto e para tal o ideal são motos elétricas.

Este tipo de veículo já é utilizado por algumas forças ucranianas. São modelos Eleek Atom de produção local e têm várias vantagens. Além do silêncio, a sua assinatura térmica também é menor que em veículos com motor a combustão.

Devido às interferências e bloqueios na comunicação estas motos também têm sido muito úteis como meio de ligação para transmitir mensagens.

Continuar a ler

Motos

Wheels and Waves 2022 já tem data

Published

on

Aquele que é um dos eventos mais importantes do movimento custom no universo das motos já tem data marcada para este ano. O Wheels and Waves irá decorrer entre 29 de junho e 3 de julho, como habitualmente em Biarritz.



Aquele que começou como um encontro que reunia a cultura das motos e do surf tornou-se numa das mais importantes reuniões da cultura motociclística atual com todas as suas tribos e muitas motos personalizadas, música, o culto retro, competições, surf, arte e muitas novidades. Transformou-se numa espécie de grande palco mundial onde se ficam a conhecer as novas tendências e criações no reino da customização e lifestyle em torno das motos.

Para todos os que seguem este estilo de vida o Wheels and Waves é, sem dúvida, uma das “mecas” que deve ser visitada e vivida. Na página do evento pode ficar a conhecer o programa e atividades. Veja aqui.

Continuar a ler
Publicidade

Estamos no Facebook

Newsletter

Em aceleração