Daimler comemora um milhão de unidades produzidas do Freightliner Cascadia – Motorguia
Ligue-se connosco

Comerciais

Daimler comemora um milhão de unidades produzidas do Freightliner Cascadia

Published

on

A Daimler Truck AG celebrou um feito significativo com a produção do milionésimo camião pesado Freightliner Cascadia.



Este modelo não é apenas o mais vendido, mas também o primeiro camião da Classe 8 na América do Norte a atingir este número milionésimo de vendas.
O Freightliner Cascadia destaca-se no mercado de camiões comerciais da Classe 8 graças à sua inovação contínua no conforto do condutor, segurança avançada e economia de combustível. Desde o seu lançamento em 2007, o Cascadia melhorou a sua eficiência de combustível em mais de 35%.
Este modelo continua a ser um pioneiro na incorporação de características inovadoras na indústria. Por exemplo, o Cascadia é o veículo base para a iniciativa SuperTruck, um projeto plurianual cofinanciado pelo Departamento de Energia dos EUA (DOE), que está a investigar tecnologias de próxima geração para camiões comerciais pesados e a sua potencial integração em camiões de produção em série.

Além disso, o Freightliner eCascadia elétrico, lançado em 2022, já acumulou mais de 6 milhões de quilómetros percorridos por clientes em mais de 50 frotas nos EUA. Olhando para o futuro, a Daimler Truck North America também concebeu um Cascadia preparado para a autonomia com características de segurança redundantes, incluindo sistemas de travagem e de direção, preparados para funcionalidades de condução autónoma e prontos para a integração de qualquer sistema de condução virtual. O Cascadia preparado para a autonomia está atualmente a ser testado como um camião autónomo em operações reais pela Torc Robotics, uma subsidiária independente da DTNA desde 2019.

  • Primeira geração do Cascadia (2007): o novíssimo Cascadia foi introduzido com a plataforma de motor Detroit Diesel DD15, que oferecia um excelente desempenho, maior economia de combustível e potência líder no sector.
  • Segunda geração do Cascadia ‘Evolution’ (2012): foi lançada a segunda geração da série Cascadia, concebida para aumentar a eficiência do combustível. O lançamento incluiu a introdução da Detroit DT12, uma transmissão manual automatizada que combinava a facilidade operacional de uma transmissão automática com a eficiência de uma transmissão manual.
  • Detroit Connect (2013): A introdução do Detroit Connect trouxe o primeiro conjunto de conetividade instalado de fábrica fornecido pelo OEM para o Cascadia.
  • Detroit Assurance (2015): O Detroit Assurance foi oferecido como o primeiro conjunto proprietário de sistemas de segurança concebidos pelo OEM, integrando totalmente o grupo motopropulsor de Detroit com inovações de condução segura para um nível superior de segurança e desempenho no Cascadia.
  • Terceira geração do Cascadia (2017): A terceira geração do Cascadia introduziu melhorias aerodinâmicas avançadas, características de segurança melhoradas, avanços na conetividade e melhorias no conforto do condutor para satisfazer as necessidades em evolução das frotas e dos condutores.
  • Cascadia de quarta geração com capacidades SAE L2 (2019): Torna-se o primeiro camião pesado de produção em série na América do Norte com melhorias automáticas capazes de controlo lateral (direção) e longitudinal (aceleração/desaceleração).
  • Produção do Freightliner eCascadia (2022): O camião elétrico, inicialmente revelado em 2019 como veículo de teste para clientes, entra em produção em série.
  • SuperTruck II (2023): São introduzidas melhorias contínuas na conceção e aerodinâmica de transportes eficientes através do programa SuperTruck, cofinanciado pelo DOE. O Departamento de Energia dos EUA anuncia também o financiamento do programa Freightliner SuperTruck III, previsto para 2027.

Clique para comentar

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Comerciais

Volvo amplia gama de camiões movidos a biodiesel

Published

on

A Volvo Trucks deu um passo em frente no seu compromisso com a sustentabilidade ao oferecer uma gama completa de novos modelos de camiões que funcionam com 100% de biodiesel.



Esta medida responde à crescente procura dos clientes por opções de combustível renovável que ajudem a reduzir imediatamente as emissões de CO2 dos transportes.
A estratégia da Volvo Trucks para reduzir o seu impacto climático é reforçada por esta expansão da sua gama de modelos a biodiesel B100. A empresa está a consolidar a sua posição como um dos líderes da indústria ao oferecer uma das mais vastas gamas de opções de combustível renovável. Para além do biodiesel, a Volvo Trucks também oferece opções como o HVO (óleos vegetais tratados com hidrogénio) e o biogás.


De acordo com Jan Hjelmgren, diretor de Gestão de Produtos e Qualidade da Volvo Trucks, os combustíveis renováveis são uma opção atrativa para os clientes que procuram reduzir imediatamente as suas emissões de carbono. Esta iniciativa não só responde às necessidades atuais de transporte, como também contribui para a descarbonização a curto prazo.


A redução de CO2 com a utilização de biodiesel pode chegar a 70% em comparação com o gasóleo tradicional. Isto representa um passo em frente significativo na luta contra as alterações climáticas e reforça o compromisso da Volvo Trucks com a sustentabilidade.
Os camiões Volvo disponíveis com certificação de biodiesel B100 incluem uma vasta seleção de motores, abrangendo modelos como o Volvo FL, FE, FM, FMX, FH e FH16. Estes modelos estão certificados para cumprir os requisitos Euro 6 e oferecem uma opção adicional para os clientes empenhados na utilização de combustíveis renováveis.

O biodiesel, também conhecido como éster metílico de ácidos gordos (FAME), é produzido a partir de óleos vegetais e é uma alternativa relativamente fácil de produzir. Todos os motores diesel da Volvo Trucks estão certificados para funcionar com combustível HVO100, um biocombustível que pode ser produzido a partir de uma variedade de materiais, incluindo óleos vegetais e produtos residuais. Esta expansão da oferta de combustível renovável demonstra o compromisso da Volvo Trucks com a descarbonização e a mobilidade sustentável.

Continuar a ler

Comerciais

FIAT Ducato estreia transmissão automática de 8 velocidades

Published

on

A FIAT Professional estreia a caixa de velocidades AT8, uma nova transmissão que mostra o compromisso da marca com a melhoria do produto e entrega uma experiência cada vez mais mais confortável para seus clientes.



Projetada como uma transmissão automática de 8 velocidades, o sistema AT8 está programado para ser utilizado no novo Ducato, incluindo na versão Camper.
Uma das caraterísticas de destaque do AT8 é redução nas emissões de CO2 reduzida em 10% em comparação com a versão automática atual, atribuída à entrega de binário mais equilibrado, eficiente e muito mais controlado.


Além disso, esses novos componentes estão no centro da experiência geral de condução, notável por seu conforto aprimorado que agora é definido por melhores tempos de mudança, qualidade e controle. Todas essas caraterísticas derivam das novas embraiagens, resultando numa condução mais eficiente devido ao binário otimizado de 450 Nm e ao motor 4 litros de 180 CV Multijet
Outra inovação significativa é proporcionada por um acumulador hidráulico, um componente-chave no suporte das trocas de caixa.

A nova AT8 também será proposta para a Ducato Camper, o que revela a dedicação consistente da FIAT Professional em atender vários tipos de cliente, garantindo uma produção que atenda consistentemente às mais variadas necessidades.
A transmissão é adequada para Motorhomes de até 5 toneladas GVW, com um aumento de mais de 600 kg em comparação com os modelos anteriores e um peso total incluindo reboque de 6,5 toneladas.

Continuar a ler
Publicidade

Publicidade

Newsletter

Ultimas do Fórum

Em aceleração