LASO em mega-operação no Parque Eólico Gardunha II – Motorguia
Ligue-se connosco

Comerciais

LASO em mega-operação no Parque Eólico Gardunha II

Published

on

Desde o início e até ao final do mês, a LASO está a realizar mais uma mega-operacão de transporte de componentes para o Parque Eólico Guardunha II, em Castelo Branco.
Os componentes – 60 no total – provêm de diversos pontos da Península Ibérica e destinam-se à construção de cinco torres eólicas. Pelas suas dimensões, a LASO prevê a realização de 60 viagens.



“Devido aos difíceis acessos ao Parque Eólico de Gardunha foram criadas zonas de transbordo para os transportes mais longos transbordarem as cargas para linhas de eixos e Blade Lifter, de modo a que fosse possível circular pelo interior de aldeias/vilas e pelo traçado sinuoso das estradas de serra. Esta operação requereu efetuar várias intervenções previamente como remoção de sinalização, poda de árvores e criação de zonas para o transbordo dos componentes”, refere a transportadora especializada, em comunicado.

Os itinerários a seguir são definidos em função das caraterísticas dos equipamentos e comunicado previamente à Câmara Municipal de Castelo Branco, que promova a sua divulgação junto das populações, para minorar os constrangimentos. Os tubos e componentes eólicos percorrem as estradas nacionais N112 e N238, enquanto as pás eólicas seguem pelas N3, N233, N112 e N238.

A LASO acrescenta, ainda, que “os equipamentos que têm sido utilizados foram escolhidos de acordo com as medidas e os pesos dos componentes a mobilizar”. E dá o exemplo do “Blade Lifter [que] desempenha um papel determinante quando existem estradas sinuosas, curvas apertadas, zonas povoadas, e inclinações anormais, permitindo levantar a pá eólica até 60º de inclinação, assim como rodar 360º sobre o seu eixo”.

A realização desta operação concentra cerca de 60 profissionais, dos quais mais de 20 motoristas, 30 pilotos e colaboradores dos departamentos envolvidos (Eólica, Gruas e Heavy Lift).

Clique para comentar

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Comerciais

Volvo amplia gama de camiões movidos a biodiesel

Published

on

A Volvo Trucks deu um passo em frente no seu compromisso com a sustentabilidade ao oferecer uma gama completa de novos modelos de camiões que funcionam com 100% de biodiesel.



Esta medida responde à crescente procura dos clientes por opções de combustível renovável que ajudem a reduzir imediatamente as emissões de CO2 dos transportes.
A estratégia da Volvo Trucks para reduzir o seu impacto climático é reforçada por esta expansão da sua gama de modelos a biodiesel B100. A empresa está a consolidar a sua posição como um dos líderes da indústria ao oferecer uma das mais vastas gamas de opções de combustível renovável. Para além do biodiesel, a Volvo Trucks também oferece opções como o HVO (óleos vegetais tratados com hidrogénio) e o biogás.


De acordo com Jan Hjelmgren, diretor de Gestão de Produtos e Qualidade da Volvo Trucks, os combustíveis renováveis são uma opção atrativa para os clientes que procuram reduzir imediatamente as suas emissões de carbono. Esta iniciativa não só responde às necessidades atuais de transporte, como também contribui para a descarbonização a curto prazo.


A redução de CO2 com a utilização de biodiesel pode chegar a 70% em comparação com o gasóleo tradicional. Isto representa um passo em frente significativo na luta contra as alterações climáticas e reforça o compromisso da Volvo Trucks com a sustentabilidade.
Os camiões Volvo disponíveis com certificação de biodiesel B100 incluem uma vasta seleção de motores, abrangendo modelos como o Volvo FL, FE, FM, FMX, FH e FH16. Estes modelos estão certificados para cumprir os requisitos Euro 6 e oferecem uma opção adicional para os clientes empenhados na utilização de combustíveis renováveis.

O biodiesel, também conhecido como éster metílico de ácidos gordos (FAME), é produzido a partir de óleos vegetais e é uma alternativa relativamente fácil de produzir. Todos os motores diesel da Volvo Trucks estão certificados para funcionar com combustível HVO100, um biocombustível que pode ser produzido a partir de uma variedade de materiais, incluindo óleos vegetais e produtos residuais. Esta expansão da oferta de combustível renovável demonstra o compromisso da Volvo Trucks com a descarbonização e a mobilidade sustentável.

Continuar a ler

Comerciais

FIAT Ducato estreia transmissão automática de 8 velocidades

Published

on

A FIAT Professional estreia a caixa de velocidades AT8, uma nova transmissão que mostra o compromisso da marca com a melhoria do produto e entrega uma experiência cada vez mais mais confortável para seus clientes.



Projetada como uma transmissão automática de 8 velocidades, o sistema AT8 está programado para ser utilizado no novo Ducato, incluindo na versão Camper.
Uma das caraterísticas de destaque do AT8 é redução nas emissões de CO2 reduzida em 10% em comparação com a versão automática atual, atribuída à entrega de binário mais equilibrado, eficiente e muito mais controlado.


Além disso, esses novos componentes estão no centro da experiência geral de condução, notável por seu conforto aprimorado que agora é definido por melhores tempos de mudança, qualidade e controle. Todas essas caraterísticas derivam das novas embraiagens, resultando numa condução mais eficiente devido ao binário otimizado de 450 Nm e ao motor 4 litros de 180 CV Multijet
Outra inovação significativa é proporcionada por um acumulador hidráulico, um componente-chave no suporte das trocas de caixa.

A nova AT8 também será proposta para a Ducato Camper, o que revela a dedicação consistente da FIAT Professional em atender vários tipos de cliente, garantindo uma produção que atenda consistentemente às mais variadas necessidades.
A transmissão é adequada para Motorhomes de até 5 toneladas GVW, com um aumento de mais de 600 kg em comparação com os modelos anteriores e um peso total incluindo reboque de 6,5 toneladas.

Continuar a ler
Publicidade

Publicidade

Newsletter

Ultimas do Fórum

Em aceleração