Novo Renault Kangoo E-Tech de passageiros já tem preços – Motorguia
Ligue-se connosco

Comerciais

Novo Renault Kangoo E-Tech de passageiros já tem preços

Published

on

O renault Kangoo continua a surpreender pela capacidade de inovar e de se reinventar, inclusivamente quando a sustentabilidade e o lazer ganharam o estatuto de desígnios para a sociedade. A estreia de uma versão de passageiros 100% elétrica é disso exemplo.



Um automóvel com uma habitabilidade e um espaço para carga invulgares, perfeito para o melhor de dois mundos: família e profissional. Exteriormente, o novo Renault Kangoo E-Tech 100% Electric sobressai pela imagem moderna, estando disponível com a assinatura luminosa em LED, as sempre úteis barras de tejadilho longitudinais multifunções e as jantes, de liga leve, de 17 polegadas.
Com a abertura da porta lateral traseira deslizante fica bem patente o conceito combi familiar do novo Renault Kangoo E-Tech 100% Electric: o espaço é totalmente modulável, os cinco lugares para passageiros beneficiam de outros tantos bancos individuais, o volume mínimo da bagageira é de 775 litros, mas pode chegar aos 2.500 litros, com o deslizamento da segunda fila de bancos (um exclusivo da versão elétrica), enquanto os espaços de arrumação totalizam os 49 litros.

Está equipado com um motor de 90 kW (120 CV) de potência e 245 Nm de binário, associado a uma bateria de 45 kWh, que beneficia de uma garantia de 8 anos ou 160.000 km. A autonomia é de até 285 km em ciclo WLTP, sendo que a travagem beneficia do ARBS (Adaptative Regenerative Brake System), um sistema que maximiza a energia recuperada e que disponibiliza três modos de travagem regenerativa.

Para recarregar a bateria, o novo Kangoo E-Tech Elétrico propõe três tipos de carregadores embarcados: um carregador de 11 kW AC trifásico, adequado a todos os tipos de cargas domésticas; um carregador rápido trifásico de 80 kW DC (corrente contínua), que permite recuperar 170 km de autonomia (ciclo WLTP) em 30 minutos, para carregamentos rápidos nos postos públicos; e um carregador de 22 kW AC para carregamentos acelerados em estações de carregamento públicas.
A comercialização do novo Renault Kangoo E-Tech Elétrico assenta em três versões: Authentic, que, a partir de 39.360 euros, oferece o equipamento essencial necessário para os clientes que procuram uma dupla utilização pessoal/profissional; Equilibre, que, a partir de 40.220 euros, se assume como a solução para as instituições que querem oferecer um serviço de transporte de passageiros de qualidade, confortável e económico; e a Techno, que, a partir de 41.700 euros, é perfeito para famílias ou profissionais independentes que procuram todo o conforto e segurança, com um design diferenciador.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Comerciais

DB Schenker utiliza primeiros MAN eTrucks já em 2024

Published

on

A empresa internacional de logística DB Schenker e o fabricante comercial de veículos pesados MAN Truck & Bus assinaram um acordo para integrar, pela primeira vez, o novo MAN eTruck. A DB Schenker está assim a impulsionar a eletrificação da sua frota e o transporte rodoviário de mercadorias. A empresa planeia acrescentar 100 novos MAN eTrucks à sua frota até 2026.



Na primeira metade de 2024, os primeiros MAN eTrucks serão produzidos numa pequena série na linha de produção na sede da empresa em Munique. Com a assinatura do acordo, a DB Schenker é o primeiro cliente piloto para estes eTrucks. A empresa quer ganhar experiência prática com o produto o mais cedo possível. Isto inclui também a criação da sua própria infra-estrutura de carregamento, planeamento inteligente de rotas e outros serviços digitais da MAN Digital Solutions, tais como eManager, ServiceCare e MAN Driver App. A DB Schenker é, portanto, apoiada pela consultoria 360° da MAN Transport Solutions, incluindo análise de rotas, estratégia de carregamento, planeamento de infra-estruturas de carregamento e otimização da procura de energia.

Os primeiros MAN eTrucks para a DB Schenker serão tractores para semirreboque. A baixa altura do semirreboque de cerca de 950 mm permite o transporte de reboques com uma altura interna de 3 metros. Dez MAN eTrucks que a DB Schenker receberá em 2024 serão unidades de ultra-tractor. Os outros camiões eléctricos a serem entregues em 2025 e 2026 estão planeados serem ultra-tractores e camiões de caixa móvel.
Os componentes essenciais do eTrucks serão produzidos em Nuremberga no futuro. A MAN fabrica as baterias de alta tensão neste local – actualmente ainda em produção em pequenas séries, mas a partir do início de 2025 os pacotes de baterias serão produzidos em grandes séries. Para este fim, a empresa irá investir cerca de 100 milhões de euros durante os próximos cinco anos no local de produção tradicional para motores de combustão interna. O fabricante de veículos comerciais está também a receber apoio do governo do estado da Baviera, que se comprometeu a contribuir com cerca de 30 milhões de euros para a pesquisa de energia e financiamento tecnológico para o período de 2023 a 2027.

Continuar a ler

Comerciais

Farizon Auto quer comercializar 150.000 veículos em 2023

Published

on

A Farizon Auto anunciou que ultrapassou as dez mil unidades vendidas por mês em dezembro de 2022, o que constitui um novo recorde para este fabricante de veículos comerciais detido pelo grupo Geely.



A marca adianta ainda que foi líder de vendas no segmento de veículos comerciais eletrificados, tendo mesmo consolidado a sua posição. O fabricante refere que estabeleceu um ambicioso objetivo de vendas de 150 mil unidades em 2023.
No ano passado, os camiões ligeiros eletrificados da Farizon Auto foram os mais vendidos no segmento na China, com uma taxa de penetração de 23,4%.
A Farizon Auto aumentou o seu capital de 135,5 milhões de euros para 475 milhões de euros em outubro. A empresa espera concluir o seu financiamento em 2023 e anunciou que nos próximos três anos se compromete a acelerar o desenvolvimento de produtos e mercados de capitais e atingir uma meta de capitalização em Bolsa de 27,59 mil milhões de euros.


Tem ambição de ser o maior exportador chinês de veículos comerciais eletrificados até 2027. Atualmente já está presente na Tailândia e em Singapura, mas também pretende entrar na Europa, noutros países da Ásia-Pacífico e noutros mercados regionais.
Assim, no âmbito da sua estratégia de internacionalização estabeleceu recentemente um acordo com a Admiral Mobility para o fornecimento de mil furgões elétricos SuperVan que se destinam aos Emiratos Árabes Unidos

Continuar a ler
Publicidade

Publicidade

Newsletter

Ultimas do Fórum

  • por Ribatejano
    Olá a todos. Um amigo meu está a pensar comprar um Kia Cerato de 2005, motor 1.5 crdi com 190 mil kms e livro de revisões. O que pensam deste...
  • por Sofiacar
    Boa noite {"data-align":"none","data-size":"full","src":"https:\/\/www.espiritohonda.com\/forum3\/images\/smilies\/smiling0.gif"} Tenho um Honda...
  • por marciolm
    Olá a todos, Gostava de pedir a vossa opinião sobre um carro para a minha namorada. Ela atualmente tem um Peugeot 207 de 2009 a gasolina com 90...
  • por OpelCorsaB
    Boa tarde. Tenho uma viatura clássica e uma mota a 2 tempos e estão guardados dentro da minha garagem box. Fui abordado por um vizinho a dizer que...

Em aceleração