Galius anuncia campanha de refrigeração Renault Trucks – Motorguia
Ligue-se connosco

Comerciais

Galius anuncia campanha de refrigeração Renault Trucks

Published

on

A Galius, empresa do Grupo Nors, representante exclusivo da Renault Trucks em Portugal, lança uma campanha que disponibiliza ao cliente a possibilidade de adquirir radiadores, anticongelante e kit correias e tensores com 40% de desconto.

 

Esta campanha inclui também a oferta do teste de pressão do circuito de refrigeração e do teste do anticongelante. Até 30 de setembro, a Galius oferece 40% de desconto na substituição, em oficina, de várias peças e respetiva mão-de-obra, nomeadamente, radiadores, anticongelante e kit correias e tensores.
Fabricados a partir de alumínio, os radiadores são mais resistentes, leves e a sua vida útil é prolongada. A técnica de soldadura de alumínio é utilizada na produção do corpo dos radiadores Renault Trucks e, assim, consegue-se uma peça mais leve e com um desempenho mais fiável, melhor desempenho da troca de calor e redução dos níveis de ruído.


Os novos motores desenvolvidos pelos vários fabricantes são sinónimo de aumento de potência, temperaturas de combustão mais elevadas e circuitos de arrefecimento mais complexos. A Renault Trucks Oils desenha anticongelantes à base de glicol provenientes de tecnologia orgânica, que garantem uma ótima proteção do motor. Além de terem um impacto no controlo da temperatura, a sua fórmula oferece várias vantagens como, intervalos alargados entre alterações de óleo devido a uma vida útil mais longa do produto e uma proteção total do circuito que previne a corrosão, a cavitação, o congelamento e a ebulição.
Os tensores da Renault Trucks são projetados com precisão para desempenharem a sua função de acordo com os requisitos exigentes das peças genuínas. Estes têm um design muito preciso composto por elementos de fricção, que estão a desgastar-se em cada ciclo, de forma a proteger o tensor e a correia de vibrações. Estes elementos de fricção devem ser manuseados com precisão para manterem um nível de atrito adequado, bem como a deterioração previsível. Se o elemento de fricção não estiver bem desenhado, o tempo de vida do tensor será reduzido e as falhas são esperadas.

Clique para comentar

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Comerciais

Mercedes-Benz promete mostrar eActros de longo curso em Hanover

Published

on



A Mercedes-Benz Trucks escolheu o Salão de Hanover, que se realiza já no mês de setembro, para apresentar ao público o camião elétrico de longo curso eActros LongHaul, que deverá chegar ao mercado em 2024 com uma autonomia de até 500 km.

O modelo que será exposto no stand da marca alemã antecipa a imagem do veículo de produção em série. Os primeiros protótipos já estão a ser submetidos a testes intensivos e, ainda este ano, o eActros LongHaul será testado em estradas públicas.
No próximo ano, os primeiros veículos de teste chegarão aos clientes para uma utilização diária. Com um único carregamento da bateria, o eActros LongHaul terá uma autonomia de até 500km, estando prevista a sua produção em série em 2024.

A marca alemã também vai ainda mostrar no seu espaço no Salão Internacional, dois camiões elétricos; o eActros para transporte de distribuição pesada, que está em produção em série na fábrica de Wörth desde outubro de 2021, e o eEconic para uso municipal, desde julho.
A Mercedes-Benz Trucks divulgou as primeiras imagens de antevisão do protótipo do eActros LongHaul, assim como algumas caraterísticas técnicas do veículo de produção.


As baterias utilizam a tecnologia de fostato de lítio-ferro (LFP), que oferecem uma maior capacidade útil e uma vida mais longa. Estas baterias podem recuperar entre 20 a 80% da sua capacidade em menos de 30 minutos num posto ultrarrápido com potência de um megawatt.
A maior autonomia em combinação com o carregamento a um megawatt permite uma utilização diária semelhante à dos camiões convencionais e possibilita a realização de dois turnos.

Continuar a ler

Comerciais

Camiões Xcient da Hyundai vão começar a operar na Alemanha

Published

on

Os camiões a hidrogénio da Hyundai vão começar a operar na Alemanha, aquele que é o maior mercado de veículos comerciais da Europa. Sete empresas alemãs de logística, indústria e retalho vão incorporar 27 Xcient Fuel Cell da Hyundai movidos a hidrogénio nas suas frotas, usufruindo de financiamento para veículos comerciais ecológicos aprovado pelo Governo alemão.

Lançado em 2020 pela Hyundai, o Xcient Fuel Cell é o primeiro camião pesado de mercadorias movido a hidrogénio a ser produzido em massa no mundo. A empresa já tinha disponibilizado 47 unidades na Suíça, que até à data percorreram mais de quatro milhões de quilómetros ao serviço de 45 clientes e 23 marcas.
Em agosto de 2021, o Governo alemão divulgou as suas diretrizes de financiamento para veículos comerciais com sistemas de condução alternativos, após aprovação da Comissão Europeia. O financiamento está disponível para veículos elétricos a bateria, fuel cell (hidrogénio) e híbridos, correspondendo a infraestruturas de reabastecimento/carregamento e estudos de viabilidade relacionados. O Governo alemão terá um orçamento de 1.6 mil milhões de euros disponíveis até 2024 para a aquisição de veículos comerciais amigos do ambiente.

As autoridades alemãs disponibilizarão até 15 milhões de euros a cada uma das empresas elegíveis durante os próximos quatro anos para promover a mudança para veículos comerciais amigos do ambiente. Adicionalmente, serão disponibilizados cerca de sete mil milhões até 2025 para a construção de infraestruturas de reabastecimento e carregamento de veículos de passageiros e veículos comerciais.
O Hyundai Xcient Fuel Cell está equipado com um sistema de pilha de combustível a hidrogénio de 190 kW, com duas pilhas de 90 kW cada, recentemente modificadas para este camião pesado de mercadorias. A durabilidade do sistema fuel cell, assim como a eficiência de combustível do veículo, foram melhoradas para corresponderam à procura dos clientes de frotas. O motor debita 350 kW com binário máximo de 2237 Nm.

Sete tanques de hidrogénio proporcionam uma capacidade de armazenamento de 31 kq de combustível, enquanto três baterias de alta voltagem de 72 kWh proporcionam uma fonte adicional de energia. A autonomia máxima ronda, aproximadamente, os 400 quilómetros.

Continuar a ler
Publicidade

Newsletter

Em aceleração