KTM 890 Duke GP com o MotoGP no sangue – Motorguia
Ligue-se connosco

Motos

KTM 890 Duke GP com o MotoGP no sangue

Published

on

A KTM revelou a sua nova versão da naked 890 Duke, a GP, que como se pode deduzir foi inspirada pela experiência da marca austríaca no MotoGP.



Com uma decoração exclusiva onde o laranja é a cor predominante, até nas jantes, esta 890 Duke GP conta com um motor bicilíndrico que debita 115 cv de potência e 92 Nm de binário.

As suspensões WP Apex são ajustáveis e o sistema de travagem é da Brembo, sendo que esta KTM inclui três modos de condução: Rain, Street e Sport. Tudo somado esta Duke promete uns bons momentos de condução aos seus comandos. A própria KTM considera-a como a naked que mais se aproxima da RC16 de MotoGP.

Clique para comentar

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Motos

Miguel Oliveira com boa estreia na Aprilia

Published

on

Logo após o GP de valência do passado fim de semana, as equipas iniciaram na terça feira uma sessão de testes já a preparar a próxima época. Foi a primeira vez que Miguel Oliveira esteve aos comandos da Aprilia RS-GP e a estreia foi auspiciosa.



No total o piloto de Almada fez 75 voltas ao circuito Ricardo Tormo e no final da sessão terminou com o quarto melhor tempo de todos os pilotos em pista, sendo o mais rápido daqueles que mudaram para uma nova equipa.

Agora como piloto da equipa RNF Aprilia, Miguel Oliveira contou com a presença de vários elementos da equipa oficial da marca italiana que seguiram atentamente a prestação do piloto português, conscientes das suas qualidades como um elemento que ajuda bastante no desenvolvimento da moto com que corre.

Continuar a ler

Motos

Miguel Oliveira diz adeus à KTM com uma grande corrida

Published

on

Na última corrida do campeonato de MotoGP em Valência decidiu-se o título que foi ganho pelo italiano Francesco Bagnaia na sua Ducati, naquela que foi a última prova de Miguel Oliveira com a KTM antes de rumar para a Aprilia.



Um nono lugar bastou para Bagnaia levar para casa o título de Campeão do Mundo de MotoGP, uma vez que o seu direto rival Fabio Quartararo necessitava de vencer a prova para garantir o bicampeonato, mas não foi além do quarto posto numa corrida que o espanhol Alex Rins venceu para a Suzuki, numa despedida em grande do construtor japonês que na próxima temporada já não correrá em MotoGP.

O português Miguel Oliveira arrancou de 14º lugar na grelha e mais uma vez assinou uma grande corrida, conquistado posição atrás de posição até terminar em quinto, o que lhe assegurou o décimo lugar na classificação geral. Foi uma despedida da marca austríaca com uma grande prestação por parte do piloto de Almada que agora continuará a sua carreira na Aprilia.

Brad Binder foi o segundo classificado no circuito Ricardo Tormo e Jorge Martin fechou o último pódio desta temporada. A próxima já tem arranque marcado precisamente para Portimão entre os dias 24 e 26 de março.

Continuar a ler
Publicidade

Publicidade

Newsletter

Ultimas do Fórum

  • por Bunker1978
    Olá amigos. Sabem como funcionam as empresas subcontratadas de transporte expresso? Em termos de rentabilidade e requisitos conseguem informar?...
  • por rcs
    Boas, surgiu uma oportunidade para um meu familiar ficar com um Golf 1.2 TSI de 2016, por um preço simpático. O carro tem perto de 60 mil Km....
  • por ramess
    Minha mãe supostamente acabou de herdar pelo falecimento de uma tia metade de uma casa. Minha mãe foi quem tomou conta dela últimos 10 anos. A...
  • por Zedobone
    Caros membros, Tenho instalado em minha casa um sistema de painéis com microinversores e comunicador da Enphase, sistema da Galp solar. Acontece...

Em aceleração