Mercado de comerciais ligeiros e pesados melhora em 2021 – Motorguia
Ligue-se connosco

Comerciais

Mercado de comerciais ligeiros e pesados melhora em 2021

Published

on

Analisando o mercado de veículos comerciais ligeiros e pesados durante o ano de 2021, verificiou-se uma recuperação. O primeiro registou um aumento de 4,4% enquanto o segundo subiu aos 21,3%.



Foram matriculadas 28 790 veículos comerciais, ficando a Renault no primeiro lugar acabando por destronar a Peugeot que foi a marca mais vendida em 2020. Em 2021, a diferença foi mínima, de 5337 para a Renault e 5296 unidades para a Peugeot e, no terceiro lugar, acaba por aparecer mais uma marca da Stellantis.

A Citroën matriculou 3350 carros. Na lista dos mais vendidos, surgem depois a Toyota com 2468 unidades, a Fiat com 2458, a Opel com 1793, a Ford que registou 1762 matrículas, a Mercedes-Benz 1194 e a Volkswagen 1151. A Iveco ficou-se pela 1057 matrículas.

No mercado de pesados, incluindo camiões e autocarros, foram matriculadas 4850 unidades, surgindo a Mercedes-Benz no primeiro lugar, com 784 unidades, seguindo-se a MAN, com 733 unidades, a DAF com 719 unidades. Nas posições imediatas surgem a Scania, com 569 unidades, a Volvo, com 552, a Renault, com 519, a Iveco, com 398, a Ford, com 244, a Fuso, com 177, e a Isuzu, com 123.

Referência ainda para a Ford Trucks no mercado dos pesados de mercadorias que está a consolidar a sua posição no mercado nacional, tendo matriculado 236 unidades. Relativamente ao ano anterior, isto representa uma subida de 136%, enquanto a quota de mercado passou de 2,79% para 5,53%.

Comerciais

Volkswagen Crafter foi a escolha do INEM para a sua frota de ambulâncias

Published

on

A SIVA|PHS entregou ao INEM 45 novas Volkswagen Crafter, totalmente equipadas, que vão renovar a frota de Ambulâncias de Emergência Médica (AEM) e de Suporte Imediato de Vida (SIV) daquele instituto.



A cerimónia de entrega decorreu no Padrão dos Descobrimentos e contou com a presença do Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales; do Presidente do INEM, Luís Meira; dos Diretores-Gerais da SIVA|PHS, Viktoria Kaufmann e Rodolfo Florit; do Diretor-Geral da Volkswagen Veículos Comerciais, Ricardo Vieira; e do Diretor de Vendas especiais, Magno Gonçalves.

Estas novas ambulâncias são a prova da adaptabilidade e tecnologia dos veículos da Volkswagen Veículos Comerciais. Estas Volkswagen Crafter foram cuidadosamente remodeladas e totalmente equipadas, garantindo que cumprem todos os requisitos do INEM. Os novos veículos serão distribuídos por diversas zonas do país: dezassete ambulâncias ficam afetas à Delegação Regional (DR) do Norte; dez à DR Centro; doze afetas à DR Sul, em Lisboa; e seis à DR Sul – Faro.

Continuar a ler

Comerciais

Nova Ford Transit Custom elétrica mostra a sua nova face

Published

on

Só chega ao mercado em meados do próximo ano mas a Ford Pro já avançou com detalhes da nova e-Transit Custom 100% eléctrica.



Com esta variante, a marca americana quer estabelecer um novo padrão de referência no segmento europeu dos furgões até uma tonelada. O visual é agora muito mais moderno e “amigável” graças aos novos e afilados faróis LED, a adoptarem uma nova assinatura luminosa em forma de X.

A uni-los está uma faixa de luz que percorre toda a parte superior da nova grelha com um padrão prateado em favo de mel. A traseira é marcada pelos farolins LED verticais e ligeiramente escurecidos.

A suportar a E-Transit Custom estará um pacote completo de software, e soluções de carregamento, serviços e financiamento. Essa oferta, de acordo com a Ford Pro, será feita através de uma plataforma abrangente para aumentar o tempo de operação e reduzir custos operacionais.

Entre as funcionalidades desenvolvidas está a tecnologia ProPower Onboard, para fornecer energia para ferramentas, luzes e dispositivos no terreno. Também não há dados sobre o sistema motriz do furgão, assim como a bateria, que terá capacidade de carga rápida em corrente contínua. A Ford Pro adianta, no entanto, que a autonomia está apontada para os 380 quilómetros, e o furgão terá total capacidade de reboque.

No início deste ano, a Ford anunciou que, até 2024, mais quatro novos veículos 100% elétricos irão juntar-se à E-Transit de duas toneladas.
Todas as variantes da Transit Custom serão construídas pela Ford Otosan, nas instalações turcas de Kocaeli.
A e-Transit Custom entrará em produção na segunda metade de 2023, estando marcada para Setembro a divulgação de mais detalhes do furgão elétrico. Todavia, esta nova geração da Transit Custom será comercializada com motores de combustão.

Continuar a ler

Comerciais

Renault Trucks anuncia alterações nos seus camiões

Published

on

Em 2021, a Renault Trucks introduziu importantes alterações nas suas gamas T, T High, C e K em termos de design, facilidade de condução e conforto a bordo.



A chegada dos novos motores de 11 e 13 litros Euro VI Step E, os DE11 e DE13, os quais, combinados com a integração de novas tecnologias e serviços específicos, proporcionam poupanças de combustível que podem atingir 10% em comparação com a geração anterior de motores Renault Trucks.

A nova geração de motores Euro VI Step E, da Renault Trucks, o DE11 e o DE13, incorporam novas tecnologias que reduzem significativamente o consumo de combustível e as emissões de CO2.

Para melhorar a combustão, os motores DE11 e DE13 possuem a tecnologia patenteada Wave Piston. Com o reencaminhamento das chamas no interior da câmara de combustão, a solução permite uma melhor utilização do oxigénio disponível e, por conseguinte, uma melhor combustão. Os motores estão também equipados com novos injetores, mais precisos e adaptados à nova combustão.

Em termos de eficiência, a Renault Trucks focou-se também na redução das perdas por atrito: os veios de ligação, os pistões e a cambota foram redesenhados e o controlo dos gases no cárter foi otimizado. Foi também desenvolvido um novo turbocompressor de alto desempenho com rolamentos de esferas que exibe um melhor tempo de resposta e uma bomba de óleo de caudal variável, em combinação com óleo de baixa viscosidade. Por último, mas não menos importante, a Renault Trucks escolheu um sistema de pós-tratamento otimizado e uma nova unidade de controlo do motor.

Para obter o máximo desempenho os camiões T, T High e C da Renault Trucks podem ser equipados, como opção, com o motor DE13 TC com a tecnologia Turbo Compound, que proporciona poupanças de combustível significativas sem comprometer a manobrabilidade ou a velocidade comercial.
Uma turbina adicional, posicionada a jusante do turbocompressor, converte a energia residual dos gases de escape em energia mecânica que é transmitida à cambota na forma de binário do motor adicional.

Desta forma, a Turbo Compound permite que sejam atingidos níveis mais elevados de binário a regimes mais baixos do motor. Na autoestrada, durante o uso do controlo de velocidade de cruzeiro (cruise control) e em subidas será possível manter uma velocidade constante sem engrenar mudanças mais baixas.

Os veículos estão equipados com a caixa de velocidades Optidriver da nova geração, que incorpora um novo calculador, um novo software de controlo e um novo atuador da embraiagem que permitem mudanças mais suaves e mais rápidas.
Para poupar ainda mais combustível, a Renault Trucks optou também pela solução Smart Torque Control, que maximiza o tempo na zona com a máxima eficiência do motor sem penalizar a manobrabilidade.A Renault Trucks continua também a melhorar o controlo de velocidade de cruzeiro preditivo Optivision, que recorre à topografia da estrada para otimizar as mudanças de velocidade e a poupança de combustível.

Continuar a ler
Publicidade

Estamos no Facebook

Newsletter

Em aceleração