E que tal uma Toyota Hiace com um motor V12… para trabalhar? – Motorguia
Ligue-se connosco

Comerciais

E que tal uma Toyota Hiace com um motor V12… para trabalhar?

Published

on

James Redelinghuys encontrou uma forma original de promover a sua empresas de táxis, minibus e transfers na África do Sul com um furgão de passageiros deveras criativo.



A ideia passou por criar um minibus mais radical da zona alterando completamente uma Toyota Hiace, transformando-a num modelo original. Assim, a sua Hiace ganhou motor V12 e a estéticade um Lamborghini.

O kit estético foi importado do Japão, comprado a empresa que se dedica a comercialização de réplicas dos componentes do Aventador para aplicar… em furgões, imagine-se!


Depois, decidiu que o motor que a Hiace trazia de fábrica, um 2,7 litros e 160 CV, nunca era suficiente. O melhor seriam montar-lhe um motor V12, e em posição central. Como um Lamborghini…

A opção recaiu sobre o enorme bloco de 5 litros que equipa os Toyota Century, em que se apressou a montar um novo sistema de dupla sobrealimentação. E que rapidamente destruiu no banco de potência…

Foram adquiridos mais dois motores, até alcançar a definição final com 600 CV de potência. Também o esquema de suspensões conheceu quatro configurações diferentes para chegar ao que pretendia. E fica por resolver um detalhe: o que fazer com o enorme V12 “plantado” exatamente a meio do habitáculo deste minibus tão especial. Redelinghuys diz que será transformado num pousa-pés para os passageiros…

Clique para comentar

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Comerciais

Santos e Vale e Reta desenvolvem solução para passar carga entre semirreboques

Published

on

A pedido da Santos e Vale – Operador Logístico, a Reta, desenvolveu uma solução inovadora em Portugal, que consiste num sistema de ligação entre duas viaturas atreladas, eficiente e sem complicações com a perda de peças soltas.


“O cliente queria uma solução fiável para transferência de cargas entre equipamentos. Agora, o motorista, em vez de ter que encostar as duas viaturas, cada uma num cais de cargas diferente, só precisa de encostar o conjunto. Com as duas viaturas atreladas, a carga pode ser movimentada entre os dois equipamentos, aumentando assim a flexibilidade de carga e descarga,” explica Luís Alves, da Reta no Carregado.

Esta plataforma é sempre agregada ao malhal do equipamento. O motorista quando precisa de utilizá-la, tem simplesmente que destravá-la e descê-la. Não há necessidade de montá-la, de cada vez que quiser utilizá-la. O sistema foi montado no frontal de um semirreboque rígido, podendo ser replicado para outros tipos de equipamento.

Luís Alves frisa: “É muito mais simples, não há peças soltas que se corre o risco de perder, há uma proteção adicional à própria carga (por cima). E não requer que a pessoa ande com uma chapa de ferro, com risco de se desviar e de a mercadoria cair. É mais seguro, mais funcional, tem uma resistência superior à dos próprios malhais frontais e, sobretudo, poupa muito trabalho aos motoristas.”

Esta solução tem tido excelente aceitação noutros mercados além dos transportes, porque permite ainda, com uma adaptação, que o semirreboque sirva de armazém móvel e que se carregue e descarregue pelos dois lados.
“À data atual, poderá ser montado em dois conjuntos (camião e semirreboque, ou link trailer e semirreboque, perfazendo 60 toneladas) e, no futuro em dual-trailer (dois semirreboques, perfazendo 70 toneladas), já em testes na vizinha Espanha,” explica Luís Alves, da Reta no Carregado.

Continuar a ler

Comerciais

Mercedes-Benz promete mostrar eActros de longo curso em Hanover

Published

on



A Mercedes-Benz Trucks escolheu o Salão de Hanover, que se realiza já no mês de setembro, para apresentar ao público o camião elétrico de longo curso eActros LongHaul, que deverá chegar ao mercado em 2024 com uma autonomia de até 500 km.

O modelo que será exposto no stand da marca alemã antecipa a imagem do veículo de produção em série. Os primeiros protótipos já estão a ser submetidos a testes intensivos e, ainda este ano, o eActros LongHaul será testado em estradas públicas.
No próximo ano, os primeiros veículos de teste chegarão aos clientes para uma utilização diária. Com um único carregamento da bateria, o eActros LongHaul terá uma autonomia de até 500km, estando prevista a sua produção em série em 2024.

A marca alemã também vai ainda mostrar no seu espaço no Salão Internacional, dois camiões elétricos; o eActros para transporte de distribuição pesada, que está em produção em série na fábrica de Wörth desde outubro de 2021, e o eEconic para uso municipal, desde julho.
A Mercedes-Benz Trucks divulgou as primeiras imagens de antevisão do protótipo do eActros LongHaul, assim como algumas caraterísticas técnicas do veículo de produção.


As baterias utilizam a tecnologia de fostato de lítio-ferro (LFP), que oferecem uma maior capacidade útil e uma vida mais longa. Estas baterias podem recuperar entre 20 a 80% da sua capacidade em menos de 30 minutos num posto ultrarrápido com potência de um megawatt.
A maior autonomia em combinação com o carregamento a um megawatt permite uma utilização diária semelhante à dos camiões convencionais e possibilita a realização de dois turnos.

Continuar a ler
Publicidade

Newsletter

Em aceleração