IVECO e Nikola inauguram fábrica em parceria para camiões elétricos em Ulm – Motorguia
Ligue-se connosco

Comerciais

IVECO e Nikola inauguram fábrica em parceria para camiões elétricos em Ulm

Published

on

Arrancou em Ulm, Alemanha, um novo capítulo na história dos transportes sustentáveis da IVECO e da Nikola Corporation, com a apresentação da fábrica dedicada à produção de camiões pesados elétricos Nikola Tre, com tudo a postos para iniciar a produção até ao final do ano.



Um marco alcançado a uma velocidade recorde e completado dentro do prazo previamente comunicado pela IVECO, a marca de veículos comerciais da CNH, e pela Nikola Corporation.

Os primeiros modelos Nikola Tre aqui produzidos aqui entregues em 2022 a clientes selecionados nos Estados Unidos. Além do da produção do veículo elétrico a bateria (BEV), a próxima evolução desta plataforma modular para veículos pesados foi também apresentada ao público sob a forma do protótipo de um veículo elétrico a pilha de combustível (FCEV), com base no Nikola Tre. Este futuro modelo entrará em produção em Ulm até ao final de 2023.

Abrangendo 50.000 metros quadrados, dos quais 25.000 são cobertos, a fábrica de Ulm conta com um processo de montagem final concebido para veículos “nascidos” para a propulsão elétrica”. Estas instalações, e primeira fase de industrialização, representa um investimento conjunto da IVECO e da Nikola e prevê o envolvimento de 160 fornecedores ao longo de todo o processo, do início ao fim.
As estimativas atuais apontam para que a linha de produção seja capaz de fabricar aproximadamente 1.000 unidades por turno por ano, e deverá sofrer aumentos progressivos nos próximos anos.

Tudo aponta para que as instalações funcionem de acordo com os princípios do programa “World Class Manufacturing”, com o objectivo de atingir zero desperdício, zero acidentes, zero falhas e zero “stock”, confirmado pelas suas características-chave que incluem uma gestão totalmente digital da linha de montagem concebida para garantir 100% de rastreamento e executar operações sem recurso a papel.

Concebido e projetado como uma solução de transporte segura, fiável e de alto desempenho, com zero emissões, o Nikola Tre está a impulsionar a mudança no sector. Baseado na plataforma de camiões IVECO S-WAY com um eixo elétrico desenhado e produzido conjuntamente pela FPT Industrial, apresenta a avançada tecnologia elétrica e célula de combustível da Nikola, juntamente com os componentes-chave fornecidos pela Bosch.

Juntas, as equipas conceberam uma plataforma modular compatível com a tecnologia de célula de combustível e com a tecnologia de propulsão a bateria. O lançamento antecipado da tecnologia de bateria conduzirá à maturidade da plataforma subjacente antes de adicionar a célula de combustível como tecnologia de extensão de autonomia.

Comerciais

SPI Energy lança nova pick-up elétrica EF1-T

Published

on

Não é um das marcas mais conhecidas no universo dos elétricos, mas a verdade é que a EF1-T anunciou planos para lançar uma nova pick-up elétrica.



Com a indústria automóvel a correr para um futuro elétrico, são muitos os construtores e startups que pretendem construir pick-up elétrica a partir de pick-up com motores a combustão e com as desvantagens que isso pode trazer. Assim, a SPI Energy anunciou planos para dar vida através das marcas Edison Future e Phoenix Motor ao modelo EF1-T.

A Edison Future diz que esta EF1-T foi criada em colaboração com a Icona Design Group e outros parceiros líderes em tecnologia de carros elétricos e será proposta em três níveis de níveis: Standar, Premium e Super. Terá um só motor elétrico capaz de acelerar dos 0 aos 100 km/h em apenas 6,5 segundos, enquanto a versão Premium terá dois motores e os 0 aos 100 km/n serão cumpridos em 4,5 segundos.

A Super vai propor três motores e uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em 3,9 segundos. A partir daqui não foram revelados mais dados técnicos sobre a pick-up e cada uma das suas versões. Algumas variantes terão painéis solares no tejadilho e um painel solar integrado que pode ser recolhido para tapar toda a zona da caixa de carga.

Do ponto de vista visual, a EF1-T conta com faróis gigantes, pousa-pés retráteis e utiliza câmaras no lugar dos retrovisores. As dimensões também não foram reveladas.
No interior, surge um ecrã de 17,5″ para o sistema de infoentertenimento, head-up display e caixas de ferramentas integradas nas portas.

Continuar a ler

Comerciais

Em Inglaterra está à venda um Dacia Duster Van com apenas dois lugares

Published

on

O mercado mudou muito e se antigamente, qualquer modelo era também comercializado em versão van de dois lugares, agora contam-se pelos dedos das mãos os veículos que o são.



Atualmente, existem poucos deste género… a Fiat tem um Tipo Van no catálogo, a Toyota comercializa um Yaris Business a gasolina… nesta nova geração ainda não se vende, mas existe… a Suzuki comercializa um Jimny de dois lugares, mas pouco mais existe.

Em Inglaterra vende-se mais um exemplo curioso de um van com argumentos. Trata-se do Dacia Duster de dois lugares que podia muito bem vender-se em Portugal. Os bancos traseiros foram eliminados para maximizar a sua capacidade de carga e assim passa a dispor de uma bagageira com nada mais nada menos do que 1623 litros.

O Dacia de cinco lugares tem uma bagageira com 445 litros que já é grande. Não obstante e apesar do seu propósito, o SUV romenos surge bem equipado, onde se destaca o cruise control, Bluetooth e USB… há ainda volante com comandos. POde ter ecrã tátil de 8″, travagem automática de energência, ESP e assistente de máximo. Do lado de fora, a única coisa que distingue este Duster Commercial dos restantes são os vidros traseiros escurecidos de uma forma ainda mais opaca.

Está disponível com quatro motorizações, o TCe de 90 CV, um TCe de 130 CV, um de 150 CV e um Diesel 1,5 litros com 115 CV. A tração integral é opcional… Será que fazia sucesso em Portugal?

Continuar a ler

Comerciais

Novo Mercedes-Benz Citan já tem preços para Portugal

Published

on

Apresentada há cerca de dois meses, na feira de Düsseldorf, na Alemanha, o novo furgão Mercedes-Benz Citan só chega ao mercado português no final de novembro, mas já está disponível para encomenda e já tem preços para o nosso país.



Com um design mais moderno e com mais tecnologia, o Citan de segunda geração, tal como a primeira, é construída sobre a mesma base do novo Renault Kangoo.

Tal como na primeira geração, o Citan, vai chegar ao mercado português com uma versão comercial (Furgão) e outra de passageiros (Tourer), sendo que esta última conta com portas laterais deslizantes de série.

O novo Mercedes-Benz Citan vai chegar ao nosso país com dois níveis de equipamento: BASE e PRO. No nível de entrada destaca-se o ar condicionado, rádio, porta lateral deslizante e piso de carga revestido; Já na gama PRO, que terá um custo adicional de 890 € (+ IVA), sobressai o sistema MBUX, o sistema de auxílio ao estacionamento, o regulador e limitador de velocidade, o volante multifunções e as jantes de 16’’.

No lançamento, o Citan vai estar disponível com três versões Diesel e duas a gasolina. Mais tarde, na segunda metade de 2022, será lançada a eCitan, a versão 100% elétrica desta carrinha, que terá uma autonomia em ciclo combinado WLTP de 285 km.

A oferta Diesel é composta por um bloco 1.5 de quatro cilindros em linha que pode assumir três níveis de potência: 75 cv (Citan 108 CDI), 95 cv (Citan 110 CDI) e 116 cv (Citan 112 CDI); Já a gama a gasolina assenta num motor de quatro cilindros em linha com 1.3 litros que produz 102 cv na versão Citan 110 e 131 cv na variante Citan 113.

Quanto a preços…
Citan Furgão 110 BASE — a partir de 18 447 euros (sem IVA)
Citan Furgão 108 CDI BASE — a partir de 18 984 euros (sem IVA)
Citan Tourer 110 BASE — a partir de 19 913 euros (sem IVA)

Continuar a ler
Publicidade

Estamos no Facebook

Newsletter

Em aceleração