Nova VW Multivan vai substituir Sharan e traz versão PHEV – Motorguia
Ligue-se connosco

Comerciais

Nova VW Multivan vai substituir Sharan e traz versão PHEV

Published

on

A Volkswagen revelou as primeiras imagens da Multivan T7, um modelo que promete substituir o monovolume Sharan e que assenta na plataforma MQB.



É capaz de transportar até sete ocupantes e acaba por ser maior do que a geração anterior do modelo. Tem 4973 mm de comprimento, 1941 mm largura e 1903 mm de altura. No entanto, há uma versão mais comprida com um total de 5173 mm. A distância entre eixos de ambas é de 3,12 m.

A VW diz o que o novo monovolume tem um interior mais flexível e mais espaçoso, com um novo sistema modular de bancos e uma mesa multifunções. Os cinco lugares posteriores podem ser removidos na sua totalidade e a segunda fila de bancos pode ser rodada em 180 graus.

Promete maior foco na aerodinâmica, tecnologia, estilo, ergonomia e na eficiência. Para começar, traz pela primeira vez uma opção híbrida plug-in. O Multivan eHybrid junta um motor 1.4 de quatro cilindros turbo TSI com 150 cv e um motor elétrico de 109 cv posicionado no eixo dianteiro, em associação a uma caixa de dupla embraiagem DSG de seis velocidades (de sistema “shift-by-wire”), para um total de 218 cv.

A bateria de 13 kWh de capacidade colocada no piso do carro permite percorrer até cerca de 50 km em modo elétrico. A gama dispõe ainda de opções a gasolina 1.5 TSI de 136 cv e 2.0 TSI de 204 cv e uma Diesel 2.0 TDI de 150 cv (que chegará apenas em 2022), todas em associação com uma DSG de 7 relações.

Tem uma grelha a toda a largura, faróis em LED de formato afilado (com opção adaptativa IQ.Light) e pode ser encomendado num esquema de duas cores. Por dentro, com a remoção da consola central (e com ela o travão de mão e o convencional punho da caixa) foi possível criar um piso totalmente plano para todo o carro.

Na versão base a bagageira tem 469 litros de capacidade, extensível a 4053 litros com a remoção individual dos bancos da segunda e terceira fila na versão longa. Os bancos do T7 são 25% mais leves. Na terceira fila há também lugares individuais, sendo possível instalar elementos amovíveis (como uma mesa) que podem movimentar-se através de uma calha entre os bancos.

É o primeiro “comercial” da VW a vir equipado com o sistema Travel Assist, que permite uma condução semiautónoma. O novo Multivan vai ser mostrado ao público no Salão de Munique em setembro.

Clique para comentar

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Comerciais

Camiões Otokar Atlas começam a ser vendidos em Espanha

Published

on

A GBister Ibérica, empresa fundada em 1994 e que comercializa mini autocarros transformados, vai iniciar a importação dos camiões Otokar Atlas para território espanhol… para já.



Assim, o importador já tem disponíveis dois modelos para o transporte de mercadorias: um chassis-cabina de 8,5 toneladas em duas versões (chassis longo e chassis curto), e outro camião de 12,1 toneladas que resulta da adição de um terceiro eixo ao mais pequeno da família.
Ambos os camiões são alimentados por um motor Diesel Cummins de 3,8 litros e 150 CV, com uma curva de binário muito plana. Em combinação com a caixa de velocidades ZF 6+1, torna a condução muito agradável porque permite trabalhar com uma ampla gama de rotações sem necessidade de mudar de velocidade.

Outra chave para o sucesso dos camiões Otokar é o sistema de travagem pneumático Wabco: “Neste segmento, todos os concorrentes têm travões mecânicos e, quando conduzimos um camião de 8,5 toneladas, é muito importante que os travões sejam eficientes. É um bónus extra de qualidade e segurança”, explica Bautista.

Além disso, os camiões Otokar Atlas dispõem de uma gama completa de equipamentos de série: ar condicionado, ACC (Adaptive Cruise Control), EBS, travão de motor, LDWS (Lane Departure Warning System), AEBS (Advanced Emergency Braking System), ESC (Electronic Stability Control), espelhos aquecidos, cama… Por fim, é de salientar a amplitude e o conforto da cabina.

O objetivo para este primeiro ano é registar cerca de 40 unidades em Espanha. De acordo com as previsões, 65-70% das vendas corresponderão ao modelo de 8,5 toneladas e o restante ao modelo de 12,1 toneladas. Para 2025, os objectivos são mais ambiciosos porque a família vai crescer em breve com duas novas versões (10,6 e 16 toneladas) que aumentarão a sua versatilidade.

A Otokar vende camiões na Turquia há mais de cinco anos com um sucesso notável: em 2023, registou 1.000 unidades e alcançou uma quota de mercado de 50% no segmento dos camiões de 7,5-8,5 toneladas, em concorrência direta com marcas bem estabelecidas a nível mundial. A boa receção encorajou a empresa turca a dar um passo em frente e começar a distribuir os camiões em solo europeu. Primeiro na Bulgária e na Roménia e, pouco depois, em Espanha, onde depositou a sua confiança no Grupo Somauto, com o qual mantém uma longa e bem sucedida relação há mais de 15 anos no domínio dos veículos de passageiros.
Será que Portugal tem mercado para esta marca?

Continuar a ler

Comerciais

Fábrica DAF Trucks Vlaanderen na Bélgica foi nomeada “Fábrica do Futuro”

Published

on

A fábrica DAF Trucks Vlaanderen (Bélgica) recebeu o prémio de “Fábrica do Futuro”. Este prestigioso prémio reconhece o impressionante desenvolvimento da fábrica belga de cabinas e eixos da DAF em Westerlo para uma fábrica tecnologicamente avançada, que se encontra entre as mais modernas do seu género no mundo.



A federação belga para a tecnologia Agoria atribui anualmente certificados de “Fábrica do Futuro” a um número selecionado de instalações de produção pioneiras e sustentáveis na Bélgica. A Agoria representa mais de 2000 empresas e 320 000 trabalhadores da indústria tecnológica e metalúrgica na Flandres, na Valónia e na região de Bruxelas. O seu objetivo é estimular a inovação para reforçar o poder da indústria belga.
“A DAF Trucks Vlaanderen é um excelente exemplo de uma ‘Fábrica do Futuro’”, afirma Jolyce Demely, diretora-geral da Agoria na Flandres. “A nossa indústria tecnológica só pode competir internacionalmente se continuar a inovar fortemente. Temos de continuar a encorajar e a apoiar este processo. É a melhor forma de aumentar a nossa produtividade e de nos mantermos na linha da frente da corrida digital e ecológica que a indústria europeia está a atravessar! Esta deve ser também a tónica absoluta da política industrial flamenga.”
Para a DAF Trucks, o reconhecimento é um verdadeiro testemunho da transição significativa à qual a fábrica foi submetida na preparação para a produção de uma série completa de veículos de nova geração.

“Em primeiro lugar, esta distinção é um verdadeiro reconhecimento da equipa”, afirmou Stijn Van Eyken, diretor-geral da DAF Trucks Vlaanderen. “Juntos, desenvolvemos e realizámos uma fábrica de cabinas totalmente nova, incluindo uma oficina de pintura ecológica, uma fábrica de carroçarias em branco altamente robotizada e uma nova linha de acabamento interior, que disponibiliza uma ergonomia excecional aos nossos colegas.”
Van Eyken acrescentou: “Além disso, a fábrica de eixos foi completamente redesenhada para oferecer igualmente ótimas condições de trabalho, a par da mais elevada qualidade. Estou certo de que a nova geração de camiões DAF XD, XF, XG e XG+ foi galardoada com o prémio ‘Camião Internacional do Ano’ em 2022 e 2023 também graças às excelentes cabinas e eixos fabricados em Westerlo. A atribuição do prémio ‘Fábrica do Futuro’ ilustra mais uma vez o sucesso que a indústria de fabrico de alta tecnologia pode ter na Bélgica.”

O certificado foi entregue a Stijn Van Eyken pelo ministro-presidente da Flandres, Jan Jambon.

Continuar a ler
Publicidade

Publicidade

Newsletter

Ultimas do Fórum

Em aceleração