França obriga camiões a sinalizar o ângulo morto com autocolantes – Motorguia
Ligue-se connosco

Comerciais

França obriga camiões a sinalizar o ângulo morto com autocolantes

Published

on

Desde o passado dia 1 de janeiro França obriga a que todos os veículos pesados, de transporte de mercadorias e de transporte de passageiros, tenham afixado nas zonas laterais da cabina e na traseira, um dispositivo de sinalização específico para alertar os demais utentes da via para um problema que se torna ainda mais perigoso neste tipo de veículos, o ângulo morto.



Trata-se de uma obrigação que se aplica a veículos pesados com peso total acima dos 3500 kg. todavia, o decreto que legisla esta aplicação, exclui viaturas agícolas e florestais e ainda viaturas de serviço de inverno e viaturas de intervenção dos serviços de gestão das autoestradas.

Esta obrigação tem como objetivo reforçar a proteção de utentes da via pública como ciclistas, peões, condutores de scooters… entre outros, alertando os condutores de pesados e não só para a perigosidade deste problema.

As autoridades francesas referem que os automobilistas convencionas e não têm noção da dificuldade que os condutores de veículos pesados, não só de mercadorias mas também de passageiros, têm para perceber a presença destes de ambos os lados da cabina ou do veículo. Esta é uma situação vista como sendo a causa de acidentes fatais. O condutor do pesado pretende virar num cruzamento ou numa rua à esquerda ou à direita e ao não ver quem se aproxima pelo ângulo morto, o acidente acontece.

A obrigação de usar este novo painel de sinalização aplica-se aos veículos pesados ​​que circulam em território francês. O não cumprimento desta obrigação é penalizado com multa, no valor de 135 euros.

Durante um período transitório de 12 meses, os veículos que tenham sido equipados nas laterais e na parte traseira com um dispositivo destinado a materializar a presença de pontos cegos serão considerados em conformidade com as disposições do decreto, mesmo que este dispositivo não esteja estritamente de acordo com o modelo homologado.

Na prática, existem dois modelos de sinalização: um para camiões e outro para autocarros. Esses modelos devem ter aproximadamente 25 cm de altura por 17 cm de largura. Cada sinal pode ser fixado no veículo por colagem ou rebitagem ou qualquer outro meio de fixação, devendo ser posicionado a uma altura entre 0,90 e 1,50 metros do solo em vários locais.

Comerciais

Novo Mercedes-Benz Citan já tem preços para Portugal

Published

on

Apresentada há cerca de dois meses, na feira de Düsseldorf, na Alemanha, o novo furgão Mercedes-Benz Citan só chega ao mercado português no final de novembro, mas já está disponível para encomenda e já tem preços para o nosso país.



Com um design mais moderno e com mais tecnologia, o Citan de segunda geração, tal como a primeira, é construída sobre a mesma base do novo Renault Kangoo.

Tal como na primeira geração, o Citan, vai chegar ao mercado português com uma versão comercial (Furgão) e outra de passageiros (Tourer), sendo que esta última conta com portas laterais deslizantes de série.

O novo Mercedes-Benz Citan vai chegar ao nosso país com dois níveis de equipamento: BASE e PRO. No nível de entrada destaca-se o ar condicionado, rádio, porta lateral deslizante e piso de carga revestido; Já na gama PRO, que terá um custo adicional de 890 € (+ IVA), sobressai o sistema MBUX, o sistema de auxílio ao estacionamento, o regulador e limitador de velocidade, o volante multifunções e as jantes de 16’’.

No lançamento, o Citan vai estar disponível com três versões Diesel e duas a gasolina. Mais tarde, na segunda metade de 2022, será lançada a eCitan, a versão 100% elétrica desta carrinha, que terá uma autonomia em ciclo combinado WLTP de 285 km.

A oferta Diesel é composta por um bloco 1.5 de quatro cilindros em linha que pode assumir três níveis de potência: 75 cv (Citan 108 CDI), 95 cv (Citan 110 CDI) e 116 cv (Citan 112 CDI); Já a gama a gasolina assenta num motor de quatro cilindros em linha com 1.3 litros que produz 102 cv na versão Citan 110 e 131 cv na variante Citan 113.

Quanto a preços…
Citan Furgão 110 BASE — a partir de 18 447 euros (sem IVA)
Citan Furgão 108 CDI BASE — a partir de 18 984 euros (sem IVA)
Citan Tourer 110 BASE — a partir de 19 913 euros (sem IVA)

Continuar a ler

Comerciais

IVECO apresenta S-WAY Special Edition no GP de Itália

Published

on

A IVECO apresentou o IVECO S-WAY TurboStar Special Edition durante o Grande Prémio de Itália, jornada do Campeonato Europeu FIA de Camiões (ETRC) 2021, que decorreu no passado sábado no Circuito Misano Adriático.



Esta Edição Especial é uma homenagem ao original TurboStar, um dos mais icónicos, lendários e inovadores camiões alternativos de sempre, modelo que fez história e que se prepara agora para deixar a sua marca no futuro. Este sucesso de vendas de performances incomparáveis encheu de orgulho não apenas a marca, mas também todos os que tiveram o prazer de conduzir.

O IVECO S-WAY TurboStar Special Edition está equipado com um motor Cursor 13 de 570 cv, um novo chassis completamente redesenhado em termos de robustez e versatilidade, caixa automática de 12 velocidades HI-TRONIX, spoilers superiores e laterais, faróis 100% LED, sistemas Driving Style Evaluation (Avaliação do Estilo de Condução) e Driver Attention Support (Apoio à Atenção do Condutor), monitorização integrada da pressão dos pneus (TPMS), controlo automático da climatização e do ar condicionado de parque. A Edição Especial conta também com a conectividade avançada do IVECO S-WAY, apresentando um sistema de infotainment com navegação por satélite e IVECO Driver Pal, caixa de conectividade 4G e IVECO Hi-Cruise.

O visual deste ícone dos anos oitenta foi reinterpretado e modernizado, utilizando a pintura bicolor do TurboStar original, em vermelho e cinzento metalizado. Ao longo da cabina, as cores clássicas da IVECO à época – amarelo, vermelho e azul – foram utilizadas para um efeito evocativo, adaptadas às formas do IVECO S-WAY.

Diversos acessórios opcionais disponíveis na época para o TurboStar apresentam-se, agora, numa nova geração que presta homenagem à gama Turbo. Neles incluem-se barras cromadas nas secções traseiras da cabina e abaixo da secção lateral da carroçaria, bem como jantes e puxadores das portas cromados.

A grelha das janelas laterais traseiras, que tinha sido especificamente concebida para proporcionar maior luminosidade ao interior do TurboStar, foi recriada nos painéis laterais da cabina. Esta Edição Especial do IVECO S-WAY apresenta decorações específicas como efeitos metalizados na grelha frontal e nos espelhos retrovisores, uma barra protetora nos pára-choques e no tejadilho, com luzes adicionais, combinando na perfeição com a tradição TurboStar e do fenómeno IVECO S-WAY.

O toque vintage do TurboStar original foi igualmente recuperado no interior, atualizado numa perspetiva mais moderna. Os bancos apresentam-se revestido a veludo, o mesmo material utilizado no TurboStar original; o vermelho vivo combina perfeitamente com o esquema de cores exteriores; os bancos possuem acabamentos com costuras cinzentas claras. As inserções no tabliê evocam memórias do logótipo original, o qual foi reproduzido nos bancos, almofadas e colchões, bem no cromado acetinado do porta-luvas.

Continuar a ler

Comerciais

Este é o novo Ford Tourneo Connect feito com base no VW Caddy

Published

on

A Ford mostrou as primeiras imagens da nova geração do Tourneo Connect, desenvolvida em parceria com a Volkswagen. O novo modelo vai ser comercializado em dois comprimentos de carroçaria, quatro níveis de equipamento, três motorizações. Por sua vez, o habitáculo permite transportar até sete ocupantes em três filas.



A nova geração de comerciais compactos é fruto da Aliança com a Volkswagen e foi desenvolvido em conjunto com a Volkswagen, partilhando muitos dos componentes com o novo Caddy.

Tal como como o seu congénere da Volkswagen será proposto em dois comprimentos de carroçaria curto e longo possibilitando o transporte até sete ocupantes. Quando não estão a ser utilizados, os assentos da segunda e terceira filas podem ser rebatidos ou mesmo removidos para criar uma amplo espaço de carga para equipamento de trabalho ou de desporto.

O banco do passageiro dianteiro pode ser rebatido, permitindo o transporte em segurança de objetos com um comprimento até três metros como caiaques, pranchas de surf, embalagens de mobiliário ou tábuas de madeira.
O novo interior foi projetado para aumentar o conforto sem sacrificar a funcionalidade. Para tornar mais agradável a experiência a bordo, o Tourneo Connect conta com vários suportes para copos, compartimentos de arrumação, tomadas USB para carregamento de telefones. Entre as opções disponíveis incluem-se o vidro panorâmico em vidro ou o ar condicionado duplo.

O painel de instrumentos integra um ecrã tátil, de 8,25” (série) ou 10” (opção), que permite aceder aos comandos da navegação, climatização, audio, enquanto outros elementos como a ligação ao telefone, a informação do veículo e a configuração do audio.
Será comercializado em quatro níveis de equipamento: Active, Trend, Titanium e Sport. No capítulo mecânico estarão disponíveis três motorizações, uma a gasolina 1.5 EcoBoost com 114 cv e duas Diesel 2.0 EcoBlue com 102 ou 122 cv.

Todos os motores estão associados, de série, a caixas manuais de seis velocidades, sendo ainda possível optar por uma transmissão de dupla embraiagem PowerShift de sete relações. Pela primeira vez estará disponível na gama uma versão com tração integral, que melhora a condução em situações de piso escorregadio ou solto. O sistema distribui automaticamente o binário entre as rodas, em função das condições de condução.

Continuar a ler
Publicidade

Estamos no Facebook

Newsletter

Em aceleração