GM mostra novo furgão elétrico e lança marca BrightDrop – Motorguia
Ligue-se connosco

Comerciais

GM mostra novo furgão elétrico e lança marca BrightDrop

Published

on

O CES (Consumer Eletronic Show) que este ano aconteceu de forma virtual, serviu de palco para a apresentação de um novo carro elétrico da General Motors e de uma nova marca apelidade de Bright Drop.



Todos os carros elétrico produzidos pelo gigante americano vão receber esta designação e vão começar a ser produzidos este ano. O primeiro veículo é este furgão elétrico EV600.
Desenvolvido sob uma nova plataforma desenvolvida pela GM, conta com bateria Ultium, produzidas em parceria com a LG. Ainda se conhecem poucos detalhes técnicos, mas há quem diga que a cadeia cinemática será idêntica à da pick-up elétrica do Hummer.

Este é um furgão de entregas totalmente elétrico com tração às quatro rodas e um compartimento de carga de 17 m3. A GM promete uma autonomia elétrica de 402 km com uma única carga de bateria. A capacidade desta não foi revelada, conhece-se apenas o número de módulos da bateria Ultium: 20.

Quanto a capacidade de carregamento, o EV600 está pronto a aceitar corrente CC relativamente modesta de 120 kW. Numa hora ligado à tomada, fica com um carregamento para 274 km de autonomia.

Clique para comentar

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comerciais

Volkswagen Caddy conquista cinco estrelas nos testes Euro NCAP

Published

on

O Volkswagen Caddy conquistou a classificação máxima de cinco estrelas do Euro NCAP depois de passar nos rigorosos testes de colisão daquela entidade independente.



A quinta geração do Volkswagen Caddy obteve a pontuação máxima de cinco estrelas atribuída pelo Euro NCAP e a versão MPV deste modelo é a primeira do seu segmento a alcançar esta classificação, tornando-se num dos veículos de passageiros mais bem avaliados em 2021.

Não obstante o maior grau de exigência destes testes de colisão, a versão MPV do Caddy demonstrou uma clara melhoria face à geração anterior. Em comparação com outros pequenos monovolumes do segmento B também passa a constituir a nova referência no domínio da segurança.

De acordo com o relatório detalhado dos testes do Euro NCAP, o Caddy alcançou, por exemplo, 84 por cento em termos de proteção de ocupantes adultos e 82 por cento no caso de crianças. No que diz respeito aos sistemas de segurança instalados no veículo, o Caddy também obteve pontuações elevadas, o que contribuiu para a classificação máxima de cinco estrelas.

Na área de segurança passiva, novas soluções, como airbags de proteção para a cabeça em todas as filas de bancos (independentemente de o veículo ser de dois, de cinco ou de sete lugares), e a proteção entre os ocupantes à frente agora implementada, ajudou o Caddy a cumprir o novo nível de especificações do Euro NCAP no caso de uma colisão lateral.

Numa emergência, o sistema de proteção insufla um airbag entre os ocupantes dianteiros. Graças à comunicação wireless, o aviso de passageiros sem cinto colocado é ativado em todos os lugares, mesmo para os bancos removíveis das segunda e terceira filas.

Continuar a ler

Comerciais

Scania entrega primeiro tractor elétrico de três eixos na Suécia

Published

on

A Scania entregou um trator elétrico de três eixos, homologado com um peso bruto de 64 toneladas, a uma empresa sueca fabricante de produtos químicos, Wibax, para utilização nas estradas do norte da Suécia.



O veículo ajudará a companhia a atingir os seus objetivos ambientais, representando mais um exemplo de uma parceria entre uma marca e um cliente, assim como mais um passo na eletrificação do transporte pesado.

O trator elétrico de três eixos e 64 toneladas está a efetuar uma rota entre as cidades de Pitea e Skelleftea, numa distância de 80 quilómetros em cada sentido. A sua performance e capacidade de carga foram otimizadas pela adoção de um motor elétrico mais potente.

Ao abrigo da parceria de longo prazo, a Scania e a Wibax irão trabalhar em conjunto para melhorar a utilização do veículo ao longo do tempo, designadamente em áreas como o carregamento, duração da vida útil da bateria e planeamento de rotas. Esta colaboração também permitirá à Wibax recolher dados na preparação para a introdução de mais veículos elétricos no futuro.

Para a Wibax, o camião elétrico da Scania é uma forma de reduzir o impacto ambiental das suas operações. “Temos feito o máximo para sermos sustentáveis desde a fundação da empresa em 1968 e como identificamos o transporte como o nosso maior impacto ambiental, este camião elétrico constitui um passo para conseguirmos efetuar as nossas operações levando em consideração o ambiente. Durante a vida útil deste camião, a Wibax irá reduzir as emissões de dióxido de carbono em cerca de 1400 toneladas”, afirma Jonas Wiklund, CEO do Wibax Group.

A Scania e a Wibax encetaram uma colaboração estreita para permitir esta solução eletrificada. “Este é o primeiro camião elétrico de 64 toneladas que colocamos na estrada para operação num cliente. Passo a passo, estamos a demonstrar que as soluções elétricas estão a acontecer muito rapidamente e basicamente em todos os segmentos”, afirma Fredrik Allard, diretor de Mobilidade Elétrica da Scania.
Este desenvolvimento contínuo e rápido sublinha a importância de uma infraestrutura de carregamento fora das zonas urbanas. Para possibilitar o carregamento deste camião, o operador elétrico Skelleftea Kraft também está envolvido no projeto e ficou responsável pela implementação da infraestrutura de carregamento.

 

Continuar a ler

Comerciais

Mercado de comerciais ligeiros e pesados melhora em 2021

Published

on

Analisando o mercado de veículos comerciais ligeiros e pesados durante o ano de 2021, verificiou-se uma recuperação. O primeiro registou um aumento de 4,4% enquanto o segundo subiu aos 21,3%.



Foram matriculadas 28 790 veículos comerciais, ficando a Renault no primeiro lugar acabando por destronar a Peugeot que foi a marca mais vendida em 2020. Em 2021, a diferença foi mínima, de 5337 para a Renault e 5296 unidades para a Peugeot e, no terceiro lugar, acaba por aparecer mais uma marca da Stellantis.

A Citroën matriculou 3350 carros. Na lista dos mais vendidos, surgem depois a Toyota com 2468 unidades, a Fiat com 2458, a Opel com 1793, a Ford que registou 1762 matrículas, a Mercedes-Benz 1194 e a Volkswagen 1151. A Iveco ficou-se pela 1057 matrículas.

No mercado de pesados, incluindo camiões e autocarros, foram matriculadas 4850 unidades, surgindo a Mercedes-Benz no primeiro lugar, com 784 unidades, seguindo-se a MAN, com 733 unidades, a DAF com 719 unidades. Nas posições imediatas surgem a Scania, com 569 unidades, a Volvo, com 552, a Renault, com 519, a Iveco, com 398, a Ford, com 244, a Fuso, com 177, e a Isuzu, com 123.

Referência ainda para a Ford Trucks no mercado dos pesados de mercadorias que está a consolidar a sua posição no mercado nacional, tendo matriculado 236 unidades. Relativamente ao ano anterior, isto representa uma subida de 136%, enquanto a quota de mercado passou de 2,79% para 5,53%.

Continuar a ler
Publicidade

Estamos no Facebook

Newsletter

Em aceleração