Ducati e Lamborghini juntam-se numa Diavel – Motorguia
Ligue-se connosco

Motos

Ducati e Lamborghini juntam-se numa Diavel

Published

on

Quando dois nomes referenciais do mundo motorizado como a Ducati e a Lamborghini se juntam, só pode nascer algo explosivo! Estas duas conceituadas casas italianas reuniram as suas mentes criativas e em conjunto deram vida à Ducati Diavel 1260 Lamborghini, uma edição limitada cheia de detalhes exclusivos.



A bem conhecida Power Cruiser da Ducati, a Diavel, foi o modelo base escolhido para dar largas a esta parceria e assim nasceu a Ducati Diavel 1260 Lamborghini inspirada no Lamborghini Sián FKP 37, cujas linhas também tiveram como referência outro ícone dos automóveis: o mítico Coutach.

 

A Diavel 1260 Lamborghini mantém o seu coração de dois cilindros Testastretta DVT com 1262 cc de cilindrada, capaz de debitar 162 cv de potência e 129 Nm de binário e as novidades desta edição exclusiva estão no campo estético.

 

O trabalho esteve a cargo dos dois Centro Stile, Ducati e Lamborghini, que em conjunto desenvolveram novas entradas de ar em fibra de carbono, o mesmo sucedendo com as coberturas do radiador e a outros elementos como o spoiler, o topo do depósito ou os dois guarda-lamas. As jantes foram redesenhadas e fabricadas de forma a terem não apenas um novo desenho como a também uma maior leveza.

A pintura é também exclusiva, utilizando o mesmo tom verde acinzentado da pintura do Lamborghini Sián, o denominado “Gea Green”. Os interessados nesta Diavel 1260 Lamborghini também poderão adquirir um capacete com uma decoração específica desta edição, pintado também nesta mesma cor.

Esta Ducati é uma edição limitada a 630 unidades, uma alusão à data de fundação da Lamborghini, 1963, o que multiplicado por dez dá as 630 unidades. Aliás, o número 63 é um dos elementos presentes na decoração desta musculada moto, sendo mais um ponto que que realça a união entre as duas marcas neste projeto.

A Ducati Diavel 1260 Lmborghini estará disponível nos concessionários da marca italiana ainda no final deste ano de 2020.

Motos

Miguel Oliveira regressa aos pontos em Aragão

Published

on

No Grande Prémio de Aragão Miguel Oliveira regressou aos pontos ao assegurar a 14ª posição numa corrida vencida pelo italiano Francesco Bagnaia com a sua Ducati.



Depois de não ter conseguido ir além da 18ª posição na grelha de partida o piloto português recuperou algumas posições, mas acabaria por terminar apenas em 14º lugar.

Francesco Bagnaia conseguiu a sua primeira vitória em MotoGP depois de uma luta bem acesa com Marc Marquez e a sua Honda nas últimas voltas. O espanhol terminou em segundo lugar com o pódio a ser fechado por Joan Mir.

Segue-se o Grande Prémio de Misano com o campeonato ainda a ser liderado pelo francês Fabio Quartararo que ao terminar na oitava posição conseguiu somar mais alguns pontos na luta pelo título.

Continuar a ler

Curiosidades

M contra M

Published

on

A BMW achou que para colocar à prova a primeira moto “M” da sua história, só havia um rival à altura: o BMW M3 Competition.



Desta forma a nova BMW M 1000 RR, com os seus 205 cv de potência vai enfrentar os 503 cv do M3 Competition numa série de vídeos onde cada uma destas máquinas é levada ao limite.

Este é o vídeo da “volta rápida”:

Continuar a ler

Manutenção Motos

Como evitar que a viseira fique embaciada

Published

on

Um dos contratempos dos capacetes modulares ou integrais é o embaciamento da sua viseira, o que causa uma redução da visibilidade para o motociclista o que dificulta a tarefa de conduzir e compromete substancialmente a segurança.



A acumulação de condensação na viseira é comum e ocorre mais nos dias frios, mas é um fenómeno que também não escapa a dias mais amenos ou até quentes. Por isso evitar o embaciamento da viseira é fundamental para garantir as condições de segurança do motociclista e daqueles que o rodeiam e também para manter o seu conforto enquanto viaja. Como tal, aqui ficam alguns conselhos para manter a viseira desembaciada.

Utilize a ventilação do capacete
Atualmente a esmagadora maioria dos capacetes tem entradas e saídas de ventilação que permitem fluxos de ar no seu interior precisamente para reduzir a possibilidade da viseira embaciar. Em algumas situações abrir as entradas de ar pode ser suficiente para evitar o embaciamento, mas nem sempre isso é suficiente.

Limpe bem a viseira
Uma viseira suja é meio caminho andado para embaciar. A condensação do calor do corpo e da respiração terá a superfície ideal para acumular, portanto mantenha sempre a viseira bem limpa e desengordurada. Além dos produtos de limpeza, há algumas soluções no mercado específicas contra o embaciamento que deixam a superfície interior da viseira com uma ligeira camada que evita a acumulação da condensação, mas esta é sempre uma solução temporária.

Pinlock
O Pinlock é uma película em plástico que adere à parte interior da viseira e que evita o embaciamento da mesma já que evitando a circulação de ar na viseira impede que esta embacie. Alguns capacetes já vêm equipados com esta solução, mas, se não for esse o seu caso, o Pinlock pode ser adquirido como acessório e incorporado no seu capacete.

Continuar a ler
Publicidade

Estamos no Facebook

Newsletter

Em aceleração