Honda Africa Twin, CB650R e CBR650R ganham novos argumentos – Motorguia
Ligue-se connosco

Motos

Honda Africa Twin, CB650R e CBR650R ganham novos argumentos

Published

on

A Honda reforçou os argumentos da sua trail Africa Twin, da naked CB650R e da mais desportiva CBR650R para o próximo ano de 2021.



No caso da Africa Twin a marca japonesa não fez alterações técnicas, mas propõe novas opções na decoração, sendo de destacar a pintura branca, azul e vermelha que até agora era exclusiva da versão ,ais “aventureira” Adventure Sports.

2021 HONDA CB650R

Já em relação às CB650R e CBR650R a Honda mexeu no motor alterando as árvores de cames, a linha de escape, o catalisador e a centralina para que esta unidade de quatro cilindros possa cumprir com as normas Euro 5.

Tanto a naked como a desportiva contam agora com uma nova forquilha Showa SFF-BP, mais leve e mais eficaz no amortecimento. O painel de instrumentos também foi alvo da atenção dos técnicos da Honda e o ecrã LCD possui agora uma melhor leitura graças a uma ligeira mudança no ângulo do seu posicionamento e ao aumento dos do tamanho dos dígitos. Por baixo do banco encontramos agora uma entrada USB.

2021 HONDA CBR650R

As decorações destes dois modelos também foram revistas com o intuito de realçar as suas formas e de as tornar mais dinâmicas e apelativas e a CB650R tem até uma nova cor cinzenta denominada Pearl Smokey Gray.

Clique para comentar

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Motos

Honda CBR1000RR-R celebra 30 anos da Fireblade com edição limitada

Published

on

A Honda aproveitou o Salão de Milão, EICMA, para revelar a edição limitada da CBR1000RR-R denominada SP 30º Aniversário que celebra os 30 anos da Fireblade.



Lançada em 1992 a Fireblade rapidamente se tornou num dos nomes icónicos das desportivas e foi uma das motos que mais corações fez bater por esse mundo fora. Agora a marca japonesa comemora esse importante legado com esta CBR1000RR-R 30º Aniversário que replica a decoração a três cores da Fireblade original, dando-lhe um toque de modernidade e adaptando-a às suas carenagens.

Para tal contou com a preciosa ajuda do Design Project Leader da primeira Fireblade, Hiroaki Tsukui que neste vídeo explica um pouco do processo que deu origem a esta decoração.

Continuar a ler

Motos

Motos vão ser consideradas nos testes Euro NCAP

Published

on

A partir de 2023 as simulações de impactos realizadas nos testes Euro NCAP que avaliam a segurança dos veículos automóveis vão considerar também as motos.



Ao longo do tempo os testes Euro NCAP têm evoluído nas situações e nos elementos que são avaliados na segurança de um automóvel e as motos vão passar a ser consideradas para aferir a segurança que um automóvel oferece.

Situações como impactos frontais e laterais com veículos de duas rodas vão ser analisadas e essa medida tem por objetivo melhorar os índices de segurança dos automóveis, levando os construtores a adotarem soluções que ajudem a prevenir ou minimizar este tipo de acidentes.

Esta nova realidade pode dar origem ao nascimento de novos sistemas eletrónicos de alerta para o condutor sobre a presença de uma moto no ângulo morto, por exemplo, mas também irá analisar como é a dinâmica do próprio impacto do automóvel com uma moto e o respetivo motociclista. Neste último caso, seguindo um pouco o que já é feito na análise do impacto com um peão, por exemplo.

Continuar a ler

Motos

Miguel Oliveira nos pontos na despedida de Rossi

Published

on

O último Grande Prémio da época de MotoGP teve lugar este fim de semana em Valência e marcou a despedida de uma das lendas das duas rodas, Valentino Rossi.



Numa corrida que terminou com um pleno da Ducati com Francesco Bagnaia em primeiro, Jorge Martin em segundo e Jack Miller em terceiro, o grande momento foi o adeus do nove vezes Campeão do Mundo Valentino Rossi que levou a sua Yamaha até ao décimo lugar, recebendo uma enorme ovação do público, da organização e de todo o paddock.

Miguel Oliveira teve uma corrida difícil pois fez uma das suas piores qualificações com a sua KTM, partindo da 20ª posição da grelha. Ainda assim terminou nos pontos, ficando em 14º lugar e acabando o campeonato na 14ª posição da classificação geral com 94 pontos.

Continuar a ler
Publicidade

Estamos no Facebook

Newsletter

Em aceleração