Miguel vence e continua a fazer história – Motorguia
Ligue-se connosco

Motos

Miguel vence e continua a fazer história

Published

on

Neste domingo foi feita história no Red Bull Ring na Áustria com o nosso Miguel Oliveira a vencer pela primeira vez uma corrida no MotoGP, algo inédito no desporto nacional.



Depois de ter conseguido o sétimo lugar na grelha de partida, o piloto português estava a fazer uma corrida consistente não perdendo os lugares cimeiros de vista, mas num grupo compacto que seguia atrás dos quatro primeiros.

Foi então que Maverick Viñales teve um problema nos travões da sua Yamaha e no final da recta da meta literalmente saltou da moto a mais de 220 km/h para evitar males maiores, o que a levou a que fosse mostrada bandeira vermelha.

No segundo arranque da grelha, Miguel retomou a corrida com uma competência e frieza assinaláveis, não cometendo qualquer erro e foi galgando posições de forma consistente até conseguir chegar ao terceiro lugar, logo atrás de Pol Espargaró e Jack Miller que seguiam na liderança.

O piloto da Red Bull KTM Tech 3 manteve o último lugar do pódio nunca descolando dos dois opositores o que já seria um grande feito, mas na emocionante última volta o piloto de Almada desferiu o derradeiro ataque na última curva conseguindo uma dupla ultrapassagem a Miller e Espargaró, agarrando a vitória mesmo na linha de chegada.

Pela primeira vez o Hino Nacional foi ouvido no pódio de uma corrida de MotoGP, um momento histórico para o desporto português com a assinatura do piloto de Almada que ascendeu ao nono lugar na classificação geral do campeonato, numa temporada em que Miguel Oliveira tem vindo paulatinamente, passo a passo, a fazer história.

Clique para comentar

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Motos

O melhor fim de semana de Miguel Oliveira

Published

on

O Grande Prémio da Alemanha deste fim de semana foi o palco da melhor prestação de Miguel Oliveira, até agora, nesta temporada de MotoGP. Melhor qualificação, melhor resultado na Sprint Race e melhor resultado na corrida.



O circuito de Sachsenring assistiu a um desempenho de Miguel Oliveira como não era visto há já alguns grandes prémios e mostrou mais uma vez que basta a moto “estar lá” que o piloto português garante sempre um bom nível de competitividade. Desta vez, ao tirar partido do bom trabalho da equipa de técnicos e mecânicos da Aprilia, Miguel contou com uma moto que “lhe deu asas” à sua altura e fez o terceiro melhor tempo nos treinos livres, o que lhe valeu a passagem direta à Q2, onde conseguiu a segunda posição na grelha de partida.

Na Sprint Race o piloto da Trackhouse Racing conseguiu a segunda posição, o seu melhor resultado em corridas Sprint e ficou apenas atrás da Ducati de Jorge Martin. Já na corrida de domingo Miguel Oliveira fez um bom arranque e chegou mesmo a liderar logo após a discussão da travagem na primeira curva, mas o espanhol Jorge Martin respondeu e passou o português que foi também ultrapassado por Francesco Bagnaia. Miguel ficava assim atrás dos dois melhores classificados do campeonato e ao longo da corrida foi perdendo lugares para as mais competitivas Ducati até que passou a bandeira de xadrez em sexto lugar o que foi, ainda assim, a sua melhor classificação nesta temporada.

Bagnaia venceu a corrida depois de um erro de Jorge Martín e os irmãos Marc e Alex Márquez fecharam o pódio com o segundo e o terceiro lugar respetivamente. Com esta vitória “Peco” Bagnaia assume a liderança do campeonato com 222 pontos, passando Jorge Martin que está agora em segundo a 10 pontos de distância. Miguel Oliveira soma agora 51 pontos e está na 13ª posição.

As emoções do MotoGP regressam agora em agosto entre os dias 2 e 4 no circuito de Silverstone para o Grande Prémio da Grã-Bretanha.

Continuar a ler

Motos

Concentração de Faro 2024 já tem o cartaz de bandas completo

Published

on

O Moto Clube de faro acaba de anunciar o leque completo de bandas que irão animar o palco principal da concentração deste ano.



Aquela que será a 42ª edição da Concentração de Motos de Faro já tem o alinhamento de bandas definido com os Wolfmother a juntarem-se aos Tara Perdida, Iris, Tony Moore, Katia Guerreiro, British Lion, Porretas, Mörderstein, e The Raven Age.

Está assim garantida a “banda sonora” desta concentração que decorrerá entre os dias 18, 19, 20 e 21 deste mês de julho e que promete mais uma vez animar o Vale das Almas em Faro, no Algarve.

Continuar a ler
Publicidade

Publicidade

Newsletter

Ultimas do Fórum

Em aceleração