Como aproveitar o aluguer de automóveis baratos para as férias de verão – Motorguia
Ligue-se connosco

Notícias

Como aproveitar o aluguer de automóveis baratos para as férias de verão

Published

on

Independentemente dos gostos ou interesses, as férias de verão são sempre sinónimo de descanso, diversão e descoberta para milhares de pessoas que todos os anos aproveitam os meses quentes para viajar. Há quem prefira destinos mais populares, outros preferem lugares mais recônditos, mas a liberdade que um carro proporciona durante o período de férias é inegociável para muitos veraneantes. Como noutros tipos de aluguer, no momento de alugar uma viatura existem certas práticas ou dicas que devem ser tidas em conta para facilitar o processo.

  1. Adaptar o carro ao destino

Pode parecer estranho, mas este é um dos aspetos que mais dissabores causam a quem aluga carros em Portugal. Se está a pensar visitar um local montanhoso ou com acessos mais acidentados, escolha um carro robusto que se adapte a essas especificidades. Numa altura em que o turismo local goza de uma popularidade sem precedentes, é importante obter toda a informação sobre o destino de férias antes de confirmar o aluguer de um carro. Portais como Momondo fornecem dicas que podem ajudar no momento de alugar o veículo ideal para o destino escolhido.

Fonte: Pixabay

  1. Planear com antecedência

As noções de oferta e procura não são alheias ao aluguer de viaturas e, por isso, quanto mais cedo fizer a sua reserva, melhores condições poderá obter. Quando estamos a falar de uma altura do ano com grande movimento, como o Verão, torna-se ainda mais importante garantir a reserva de forma atempada. A lógica é semelhante à dos voos e do alojamento: as agências ou plataformas preferem sempre garantir a reserva com uma margem mais reduzida do que não conseguir a reserva.

  1. Ler os termos e condições com atenção

O aluguer de carros tem imensas particularidades que podem fazer com que uma experiência vá de inesquecível a catastrófica. Com efeito, deve ter particular atenção àquilo que está efetivamente a comprar. Procure saber se existem diferenças de preço entre pagar na agência ou online, perceba qual é o limite de quilómetros (opte sempre por uma margem confortável), qual é o tipo de combustível, quais em coimas em caso de dano na viatura, etc. O adágio diz que “quem tem a informação é rei” e neste caso é fundamental ter todos os dados antes de celebrar o contrato.

Fonte: Pixabay

  1. Comparar preços

Esta é uma indústria em ebulição e existem cada vez mais agências a providenciar o serviço de aluguer de carros. De resto, o próprio segmento low cost encontra-se já num algo estágio de maturação e com vários players competitivos. Tendo isto em conta, é importante utilizar uma plataforma para comparar preços e, assim, conseguir o melhor negócio possível. Tenha em conta que as condições oferecidas variam com a altura do ano, pelo que deve consultar as diferentes opções com assiduidade até encontrar o acordo ideal.

  1. Acautelar sempre litígios

Para além de ser conhecedor de toda a informação, a melhor forma de evitar constrangimentos ou litígios com a agência é precaver-se. Tire sempre fotografias do estado do veículo no pré e pós utilização, verifique as funções vitais do carro nos primeiros quilómetros e certifique-se que não fuma ou deixa restos de comida ou pelo de animais no interior do carro. A prevenção é sempre a melhor forma de evitar problemas.

Clique para comentar

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Notícias

BMW revela novo X3 e já tem preços

Published

on

Com chegada prevista ao nosso mercado para o final do ano, o novo BMW X3 já foi revelado pelo construtor bávaro. Está maior nas dimensões tem novas linhas e não terá uma versão 100% elétrica. Esse papel fica para o futuro iX3 que será o primeiro de uma nova geração de modelos elétricos da marca.



Adotando uma estética que segue um pouco a linha das novas propostas da BMW como o novo Série 1, este X3 mostra-se maior nas dimensões e como seria de esperar na frente destaca-se a grelha em duplo rim, que neste SUV pode ser personalizada com uma moldura iluminada em torno das barras, por exemplo, e até estas podem ser verticais e diagonais e não apenas verticais como é costume.

O interior segue as linhas dos últimos modelos e inclui o BMW Curved Display, composto por dois ecrãs curvos que fornecem a informação do painel de instrumentos e de infoentretenimento tendo como foco o condutor, algo que sempre foi uma “assinatura” da marca alemã no interior dos seus modelos desde os “longínquos” tempos do analógico e dos botões.

Em termos de motores este novo X3 conta com duas propostas híbridas a gasolina: o X3 20 xDrive equipado com um motor de 2.0 litros turbo com 190 cv de potência e um sistema mild hybrid de 48 V que ao associar um motor elétrico lhe dá uma potência conjunta de 208 cv e um binário de 330 Nm e o X3 M50 xDrive que debita uma potência total de 398 cv e um binário de 580 Nm.

Além destas duas opções, esta quarta geração do X3 conta ainda com uma versão híbrida Plug-in, o X3 30e xDrive também ele com o mesmo motor de 2.0 litros turbo mas desta vez associado a um motor elétrico de 135 kW que em conjunto lhe dá uma potência máxima de 299 cv e um binário de 450 Nm. O motor elétrico é alimentado por uma bateria de iões de lítio com 19,7 kWh de capacidade e esta versão é a única que permite circular em modo 100% elétrico, sendo que neste caso a marca anuncia uma autonomia a rondar os 90 quilómetros.

Por fim surge o X3 20d xDrive, a única proposta Diesel da gama e que é equipada com o motor de 2.0 litros de cilindrada turbo capaz de debitar 197 cv de potência e 400 Nm de binário.

Em termos de preços a gama deste novo X3 fica assim ordenada:

– BMW X3 20 xDrive – 71.800€

– BMW X3 20d xDrive – 73.600€

– BMW X3 30e xDrive – 75.600€

– BME X3 M50 xDrive – 97.800€

Continuar a ler

Notícias

Museu dos Coches recebe ilustres franceses

Published

on

Numa iniciativa promovida pelo Automóvel Clube de Portugal, o Museu dos Coches irá receber uma exposição de automóveis franceses no próximo sábado, dia 22.



As marcas de automóveis francesas sempre foram determinantes no mercado nacional e até o primeiro automóvel a circular no nosso país foi um modelo francês, um Panhard & Levassor adquirido em 1895 pelo Conde D’Avillez. Desde então marcas como a Hotchkiss, Talbot, Alpine, Citroën, Peugeot e Renault, marcaram presença nas nossas estradas e ainda hoje são atores importantes no mercado português.

Este evento aberto ao público decorrerá no exterior do Museu Nacional dos Coches entre as 10h e as 13h, podendo os visitantes apreciar os vários modelos franceses em exposição, entre os quais o Panhard & Levassor do Conde D’Avillez, e trocar ideias com alguns colecionadores ou até mesmo experimentar alguns modelos novos que são as apostas atuais das marcas francesas entre nós.

Continuar a ler
Publicidade

Publicidade

Newsletter

Ultimas do Fórum

  • por Mrodrigues
    Procurei e não encontrei nenhum tópico para o modelo. Está prestes a aparecer mais um Skoda
  • por topspeedPT
    2022 - (Max Chilton) McMurtry Spéirling: 0:39.08(-0.82s) 2019 - (Romain Dumas) Volkswagen I.D. R: 0:39.90 1999 - (Nick Heidfeld) McLaren-Mercedes...
  • por SenhorVX
    O novo aditivo da Liqui Moly faz mesmo sentido usar ou é um placebo que não faz falta nenhuma? Algum com opinião acadêmica sobre o tema? Eu...
  • por QVWHITE
    Bom dia agradeço a vossa ajuda em duas questões. a primeira, a sprinter tem a luz de motor acesa, fez diagnóstico em duas garagens...

Em aceleração