Lancias podem valer 7 milhões de euros – Motorguia
Ligue-se connosco

Notícias

Lancias podem valer 7 milhões de euros

Published

on

Uma fantástica coleção de seis Lancias de competição está à venda pelos especialistas em clássicos da Girardo and Co. Considerando o seu valor de mercado estes seis modelos podem render perto de 7 milhões de euros.



Estes Lancias são oriundos da coleção do empresário e piloto John Campion e é composta por seis modelos de competição. Três de pista e três de rali. Nos primeiros temos um Lancia Beta Montecarlo de Grupo V de 1981 que correu em Le Mans, um Lancia LC1 de Grupo VI que foi conduzido por Michele Alboreto, Riccardo Patrese e Teo Fabi e que conta com uma vitória nos 1.000 km de Nürbugring e por fim um Lancia LC2 de Grupo C que chegou a fazer a pole position nos 1.000 km de Kyalami em 1984 e que na sua vida nas pistas chegou a ser conduzido por Alessandro Nannini, Henri Pescarolo e Bob Wollek.

Já em relação aos modelos de rali encontramos um Lancia 037 Rally Evo 2, um sobrevivente das 20 únicas unidades produzidas desta versão, um Lancia Delta S4 Corsa de Grupo B que venceu a edição de 1986 do rali 1000 Miglia com Dario Cerrato aos comandos e que tem ainda no seu historial ter sido conduzido pelos campeões Markku Allen e Mikki Biasion. Por último resta um modelo que nos diz muito, o Lancia Delta Integrale 8V com que Mikki Biasion venceu o Rali de Portugal em 1988, sendo um carro que conta ainda com mais uma vitória no Rali da Acrópole e 36 vitórias em troços de rali.

Parece que para já a Girardo and Co está a pensar vender a coleção toda junta a um único interessado, mas como tal não será certamente uma tarefa fácil, é possível que estes seis fantásticos Lancia venha a ser vendidos um a um a compradores individuais. No entanto convém realçar que todos eles decorados com as míticas cores da Martini Racing ficavam muito melhor se continuassem bem juntos na mesma coleção.

Notícias

Novos BMW M3 e M4 já estão aí

Published

on

A BMW apresentou oficialmente o novos BMW M3 sedan e M4 coupé e eles aí estão com comercialização prevista para Março de 2021 e exibindo a nova grelha frontal que tão discutida tem sido pelos fãs da marca bávara.



Independentemente das opções estéticas, o M3 e M4 não perderam pitada da agressividade e presença que caracterizam os modelos com a assinatura “M”. O M3, um sedan desportivo com uma lotação de cinco lugares e o M4, um coupé com uma lotação para quatro lugares, seguem as novas linhas da BMW, mas com aquele caráter desportivo de um “M”.

Equipados com um motor de seis cilindros M Twin Power Turbo com 3.0 litros de cilindrada e 480 cv de potência estes M contam com uma caixa manual de seis velocidade, mas podem ficar ainda mais apimentados se o cliente optar pela versão Competition em que a potência então ascende aos 510 cv e o condutor passa a contar com uma caixa automática de oito velocidades.

Em termos de prestações estes dois modelos aceleram dos 0 aos 100 km/h em 4,2 segundos ao passo que na versão Competition esse tempo desce para os 3,7 segundos.

A eficácia dinâmica e o prazer de condução são assegurados por um sistema de travagem M, uma suspensão M adaptativa com amortecedores geridos de forma eletrónica e uma direção assistida M Servotronic variável.

O interior de linhas desportivas foi desenhado para envolver quem vai ao volante e usufruir de todas as potencialidades que estes M têm, não faltando o botão de comando M onde podem ser personalizados vários parâmetros da condução. Para que o condutor não tire os olhos da estrada um Head-Up Display facilita a leitura da informação.

De momento ainda não estão disponíveis preços desta nova geração do M3 e M4.

Continuar a ler

Notícias

Covid-19 leva ao cancelamento do Caramulo Motorfestival

Published

on

Agendado para os próximos dias 2, 3 e 4 de Outubro, o Caramulo Motorfestival 2020 foi cancelado devido ao aumento dos casos ativos de Covid-19 que se têm verificado na região nos últimos tempos.



A pandemia do Coronavírus continua a fazer das suas e a organização deste evento, que está a cargo do Museu do Caramulo e do Automóvel Clube de Portugal, viu-se obrigada a cancelar a edição deste ano.

Contudo, para celebrar os 15 anos do Caramulo Motorfestival algumas iniciativas serão levadas a cabo tais como visitas guiadas às coleções patentes no Museu do Caramulo.

A organização também já agendou a 16ª edição do Caramulo Motorfestival que terá lugar entre os dias 3 e 5 de setembro de 2021 e que espera venha a ser a melhor de sempre.

Continuar a ler

Notícias

McLaren recorda Le Mans com o Senna GTR LM

Published

on

Passados 25 anos da vitória da McLaren nas 24 Horas de Le Mans com os seus Mclaren F1 GTR, a marca britânica recorda e celebra essa data com uma edição limitada especial de apenas cinco McLaren Senna GTR LM.



Estas cinco unidades, cada uma com uma pintura específica feita à mão, têm várias diferenças para o Senna GTR “de série”, nomeadamente as jantes OZ Racing de cinco braços, as pinças de travão pintadas a dourado e as ponteiras de escape diferentes.

No interior cada um destes cinco Senna GTR LM tem uma placa com o número de chassis e uma dedicatória escrita pelo piloto do McLaren semelhante que há 25 anos atrás correu em Le Mans.

O motor V8 4.0 biturbo está 65% mais ligeiro graças à utilização de vários componentes que utilizam materiais mais leves. Esta motorização debita 845 cv de potência, mais 20 cv do que unidade que equipa o Senna GTR de produção, apresenta um binário disponível num regime mais baixo e um redline que passou das 8500 rotações para as 9000.

Estes McLaren Senna GTR LM apenas podem circular em pista, não estando homologados para andar nas estradas públicas. O preço de cada um não foi revelado, mas certamente estará num patamar bem acima dos 2,5 milhões de euros que custa o McLaren Senna GTR “normal”.

Continuar a ler
Publicidade

Estamos no Facebook

Newsletter

Em aceleração