Lancias podem valer 7 milhões de euros – Motorguia
Ligue-se connosco

Notícias

Lancias podem valer 7 milhões de euros

Published

on

Uma fantástica coleção de seis Lancias de competição está à venda pelos especialistas em clássicos da Girardo and Co. Considerando o seu valor de mercado estes seis modelos podem render perto de 7 milhões de euros.



Estes Lancias são oriundos da coleção do empresário e piloto John Campion e é composta por seis modelos de competição. Três de pista e três de rali. Nos primeiros temos um Lancia Beta Montecarlo de Grupo V de 1981 que correu em Le Mans, um Lancia LC1 de Grupo VI que foi conduzido por Michele Alboreto, Riccardo Patrese e Teo Fabi e que conta com uma vitória nos 1.000 km de Nürbugring e por fim um Lancia LC2 de Grupo C que chegou a fazer a pole position nos 1.000 km de Kyalami em 1984 e que na sua vida nas pistas chegou a ser conduzido por Alessandro Nannini, Henri Pescarolo e Bob Wollek.

Já em relação aos modelos de rali encontramos um Lancia 037 Rally Evo 2, um sobrevivente das 20 únicas unidades produzidas desta versão, um Lancia Delta S4 Corsa de Grupo B que venceu a edição de 1986 do rali 1000 Miglia com Dario Cerrato aos comandos e que tem ainda no seu historial ter sido conduzido pelos campeões Markku Allen e Mikki Biasion. Por último resta um modelo que nos diz muito, o Lancia Delta Integrale 8V com que Mikki Biasion venceu o Rali de Portugal em 1988, sendo um carro que conta ainda com mais uma vitória no Rali da Acrópole e 36 vitórias em troços de rali.

Parece que para já a Girardo and Co está a pensar vender a coleção toda junta a um único interessado, mas como tal não será certamente uma tarefa fácil, é possível que estes seis fantásticos Lancia venha a ser vendidos um a um a compradores individuais. No entanto convém realçar que todos eles decorados com as míticas cores da Martini Racing ficavam muito melhor se continuassem bem juntos na mesma coleção.

Notícias

DS4 foi eleito o mais belo de 2022

Published

on

O conjunto de jurados do Festival Automobile International elegeu o novo DS4 como o “Automóvel Mais Belo do Ano 2022” e este é já o sétimo galardão que a marca francesa conquista neste certame.



Para o diretor de design da DS Automobiles, Thierry Metroz, “esta eleição como ‘Automóvel Mais Belo do Ano 2022’ é um prémio para as mulheres e homens que moldaram o DS 4, muito para além das equipas do DS Design Studio Paris. Mesmo antes de desenharmos os seus primeiros traços a lápis, trabalhámos durante dois anos com os nossos engenheiros para moldar a plataforma técnica. Quando iniciámos o processo de criação, a nossa margem de manobra para implementarmos um novo conceito foi excecional”. Referindo ainda que “inspirada no ‘concept’ DS Aero Sport Lounge, igualmente premiado no ano passado pelo ‘Festival Automobile International’, a silhueta do DS 4 é única no segmento, assumindo proporções nunca antes vistas. A linha é atlética, muito musculada, compacta e assente sobre rodas de grande dimensão. É simultaneamente aerodinâmico, eficiente e carismático”.

Continuar a ler

Notícias

Mini com arte no tejadilho

Published

on

A Mini vai lançar uma nova opção para personalizar o tejadilho dos seus Mini Cooper SE na forma de quatro telas feitas por artistas nacionais que poderão ser aplicadas no tejadilho de modelos novos ou que já andem a circular nas nossas estradas.



Esta iniciativa resulta de uma parceria entre a Mini, a Vhils Studio, Underdogs e Iminente e tem como ideia principal “A diversidade une-nos”. Serão 100 tejadilhos, 25 de cada um dos artistas convidados, Ana Humana, Fidel Évora, André da Loba e Tamara Alves que abraçaram este projeto.

Cada tejadilho custa 750€ e pode ser encomendado online sendo que o comprador terá ainda direito a uma risografia assinada pelo artista responsável pelo tejadilho que escolheu.

Continuar a ler

Notícias

Raro Shelby Cobra leiloado por mais de 1.2 milhões de euros

Published

on

Um Shelby Cobra desenvolvido especialmente para drag racing foi arrematado por 1.212 milhões de euros no último leilão realizado pela Mecumm, o Kissimmee 2022 que teve lugar no Osceola Heritage Park, precisamente na cidade de kissimmee no estado da Flórida, nos Estados Unidos.



Este Shelby Cobra Factory Stage III 289 Dragonsnake de 1965 é um de apenas seis Shelby Cobra alguma vez produzidos que foram desenvolvidos especificamente para este tipo de corridas de arranque e são dos Shelby Cobra mais raros de encontrar. Foi originalmente encomendado a Carroll Shelby por Mike Reimer que depois correu com ele juntamente com o seu irmão Don.

Este carro em concreto fez várias corridas e chegou mesmo a ter um acidente em 1967, tendo sido recuperado e pintado de vermelho vivo. Foi passando de mão em mão até que em 2007 Steven Juliano o adquiriu e levou a cabo uma recuperação para que este Shelby Cobra voltasse ao seu estado original recorrendo mesmo ao apoio de Mike Reimer, o primeiro proprietário.

Agora foi uma das estrelas do leilão em Kissimmee e mudou de mãos mais uma vez desta feita por 1,375 milhões de dólares.

Continuar a ler
Publicidade

Estamos no Facebook

Newsletter

Em aceleração