Evite as dores nas costas enquanto conduz – Motorguia
Ligue-se connosco

Manutenção

Evite as dores nas costas enquanto conduz

Published

on

Não são apenas os automóveis que exigem cuidados na manutenção para que estejam sempre em boas condições de funcionamento. também o condutor tem de ter atenção à sua postura ao volante pois a condução pode tornar-se penosa e as dores nas costas são um dos desconfortos mais comuns para quem faz muitas horas aos comandos de um veículo.



Aqui lhe deixamos alguns conselhos para que possa minimizar esse problema que pode tornar qualquer viagem de automóvel num verdadeiro pesadelo:

1 – Ajuste a posição de condução para uma postura correta e confortável, com as costas o mais direitas possível, apenas com uma ligeira inclinação para trás. Muitas vezes uma má posição logo no início da viagem pode provocar um grande desconforto à medida que os quilómetros passam.

2 – Coloque os espelhos retrovisores bem posicionados de maneira a que não tenha de fazer movimentos com o corpo quando olha para eles. Se assim não for as constantes torções do pescoço podem começar a prejudicar o bem estar das costas.

3 – Assegure-se que tem um bom apoio lombar. Se o banco do automóvel tiver essa possibilidade regulável, ajuste-a de forma a ter um bom apoio e não ficar com espaço entre os lombares e o banco. Se não tiver essa regulação, pode sempre enrolar uma toalha e colocá-la ao fundo das costas de maneira a apoiar a zona lombar.

4 – Não fique com o telemóvel ou a carteira no bolso das calças. Esse pequeno volume é o suficiente para o ligeiro desalinhamento causado na coluna vir a gerar dor nas costas ou agravar um mau estar já existente.

5 – Pare a cada hora de viagem para esticar o corpo e mover-se um pouco. Faça uns pequenos alongamentos como tentar chegar com a ponta dos dedos das mãos até aos pés. Para esticar as costas agache-se e com os joelhos dobrados tente chegar com o peito aos joelhos. Para aliviar o mau estar no pescoço gire os ombros e mova a cabeça de um lado para o outro em direção aos mesmos.

6 – Muitas das vezes as dores das costas são provocadas pelas vibrações e ressaltos da suspensão do automóvel, especialmente se este também tiver os bancos com um estofo algo duro. Há no mercado almofadas especiais para estes casos que vão funcionar como “amortecedor” de todas estas vibrações. Naturalmente ter o veículo com os amortecedores e os pneus em bom estado e assegurar-se que a pressão destes é a correta também vai tornar a viagem mais confortável, logo menos prejudicial para as suas costas.

7 – Se o seu automóvel tem cruise control, não hesite em utilizá-lo sempre que possa. Aproveite esses momentos para colocar as pernas numa posição o mais próximo dos 90º possível e fazer uma ligeira pressão para baixo. Quase como se fosse levantar-se de uma cadeira. Esse gesto ajudará a apoiar as costas melhor por momentos.

8 – De um modo geral deve promover um estilo de vida saudável com exercício físico envolvido, algo que irá reduzir o risco do surgimento de dores nas costas. Seja como for não deixe de levar uma pomada anti-inflamatória ou analgésica que pode adquirir mediante o conselho de um médico ou farmacêutico para alguma situação mais complicada que possa surgir durante a viagem.

Clique para comentar

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Manutenção

Sabe o que é o efeito submarino?

Published

on

Quando se entra no automóvel, a colocação do cinto é algo imprescindível e chega mesmo a ser praticamente um ato reflexo para o condutor e passageiros. No entanto se não o colocarmos corretamente em caso de desaceleração brusca ou mesmo de acidente, o corpo pode escorregar por baixo do cinto naquilo a que se apelidou de “efeito submarino”, podendo causar lesões graves.



Esta situação pode ocorrer quando o cinto de segurança não foi bem colocado, ou quando o banco está demasiado reclinado. Como tal é preciso verificar que o cinto está bem ajustado ao corpo, tenso e sem folgas. Que não usa roupa demasiado larga que pode impedir o correto ajuste do cinto ao corpo.

Lembre-se que num cinto corretamente colocado a tira inferior atravessa na horizontal a zona abaixo do abdómen e que a parte diagonal deve ficar entre o ombro e o pescoço. O corpo deve estar com as pernas e as costas o mais na perpendicular possível, fazendo praticamente um ângulo de 90º.

Naturalmente que estas regras se aplicam a todos os ocupantes do veículo, com especial atenção para as crianças. Utilize sempre um sistema de segurança adequado ao peso e altura da criança (as denominadas cadeiras de criança) e lembre-se que deve ser o adulto a verificar a correta colocação do cinto pois a criança não tem ainda consciência nem capacidade para o fazer.

Continuar a ler

Manutenção

Como usar o ar condicionado corretamente

Published

on

Hoje em dia é praticamente inconcebível conduzir um carro sem ar condicionado. Além do conforto que assegura aos ocupantes, este sistema é também um importante elemento de segurança, por isso é determinante saber usá-lo e mantê-lo nas melhores condições.



Conduzir com a temperatura ideal vai garantir mais conforto ao condutor e isso significa que este manterá mais atenção ao ambiente rodoviário que o rodeia. Além disso, no outono ou inverno, o ar condicionado é determinante para eliminar o embaciamento do para-brisas e restantes superfícies vidradas de forma a manter a melhor visibilidade possível.

Assim, aqui ficam alguns conselhos sobre o ar condicionado:

1 – A temperatura ideal

De um modo geral, uma temperatura entre os 20º e os 22º centígrados é a ideal. Uma temperatura demasiado baixa ou demasiado alta podem causar desconforto e também sobrecarregar o sistema podendo originar avarias e ao mesmo tempo aumenta o consumo pois exige mais do ar condicionado.

2 – Veja bem onde estaciona

Especialmente no verão esteja atento ao local onde estaciona o veículo. Se possível tente deixá-lo à sombra e se a paragem for longa “calcule” a posição do sol durante o dia e analise como poderá estacionar com menos exposição solar possível. Este cuidado vai permitir que o carro não atinja temperaturas muito altas que depois exigem muito do ar condicionado para atingir uma temperatura confortável no habitáculo.

3 – Transições suaves

Se estiver muito frio ou muito calor não meta o ar condicionado logo no máximo com a temperatura “oposta”. Vá doseando o fluxo de ar e a temperatura. Assim consegue uma transição mais eficaz sem sobrecarregar todo o sistema.

4 – Cuidado com a manutenção

Sempre que o seu carro vai à revisão opte por mudar o filtro do ar condicionado. De um modo geral não é uma peça cara e assegura que a qualidade do ar é sempre a melhor. Com menos humidade e partículas, o que vai ajudar a manter também as condutas em melhores condições.

5 – Quando carregar o gás do sistema

Quando começar a sentir que o ar que flui do sistema é apenas da ventilação, sem sentir o efeito “frio” do gás, então isso é sinal que está na hora de carregar o gás no sistema. Algo que pode ser ser feito na marca ou numa oficina especializada em ares condicionados.

Continuar a ler
Publicidade

Publicidade

Newsletter

Ultimas do Fórum

  • por ChiragG
    Boas pessoal, Deixei cair um papel entre o tablier e o pára-brisas, há alguma forma de o tirar sem ter que desmontar nada, ou nem por isso? ...
  • por Westvic
    Boa noite pessoal, estou à procura de um novo carro. Vou meter aqui dados para que me possam ajudar neste processo. Tipo de carro - Sendo eu um...
  • por pepas94
    Boa tarde Malta das 4 rodas... No mês passado como é do conhecimento de alguns comprei um bmw 320i E93. Pois bem...comprei este carro com...
  • por Bunker1978
    Olá amigos. Sabem como funcionam as empresas subcontratadas de transporte expresso? Em termos de rentabilidade e requisitos conseguem informar?...

Em aceleração