Rolls Royce Spirit of Ecstasy, uma história de amor e tragédia – Motorguia
Ligue-se connosco

Curiosidades

Rolls Royce Spirit of Ecstasy, uma história de amor e tragédia

Published

on

O logótipo da da Rolls-Royce resulta na duplicação da letra “R” e representa os nomes dos fundadores, Charles Rolls e Henry Royce:

O logótipo, apesar da sua simplicidade, constitui um dos símbolos mais marcantes no que toca a qualidade e luxo automóvel.

Além do logótipo, os automóveis deste fabricante também são decorados com o famoso “Spirit of Ecstasy”. Este sinal decorativo no capot dos veículos Rolls-Royce consiste na figura de uma mulher inclinada para a frente com os braços estendidos para trás e para cima, sobre a qual está colocada um pano de enrolar que percorre os seus braços, tomando a forma de asas.

Este símbolo significa o espírito deste automóvel:

– velocidade com ausência de vibração
– silêncio
– elevada potencia

Praticamente todos os Rolls-Royce utilizam esta decoração no capot como um símbolo de elegância e poder económico, o denominado “Espírito do êxtase” em tradução livre.

O famoso “Spirit of Ecstasy” também é conhecido por outro nomes mais afáveis como Silver Lady, Flying Lady ou Emily.

Este símbolo glorioso da RR constitui, na verdade, uma história de amor, a paixão misteriosa entre o notável Lorde de Beaulieu – John Walter Edward Douglas-Scott-Montagu, um homem abastado, e a sua namorada secreta (a modelo representada neste emblema). O nome dela é Eleanor Velasco Thornton.

Ela pertencia a uma classe social menos abastada, o que se tornou um obstáculo a que o amor entre os dois pudesse fruir e, por isso, o relacionamento deles permaneceu oculto por algum tempo.
John Walter acabou por sucumbir às pressões familiares e casou-se com Lady Cecil Victoria Constance, mas o seu amor secreto continuou, apesar de tudo.
Eleanor viria a falecer em 1915 num trágico naufrágio enquanto acompanhava o seu senhor a Índia, a 30 de dezembro de 1915, quando o SS Pérsia, na qual viajava com Montagu pelo Mediterrâneo a caminho da Índia, foi torpedeado sem aviso prévio pelo submarino alemão U-38, comandado por Max Valentiner. Montagu sobreviveu ao naufrágio.

John Walter acabaria por contratar o escultor Charles Robinson Sykes para esculpir o símbolo para colocar no seu RR, utilizando Eleanor como modelo (chamado “The Whisper”) “Spirit of Ecstasy”, o famoso adorno alado que embeleza quase todos os Rolls-Royce desde 1911.

Clique para comentar

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Curiosidades

Cão salva dono num acidente

Published

on

Foi nos arredores da cidade de Lebanon, no estado de New Hampshire, nos Estados Unidos que um pastor alemão salvou a vida do seu dono após este ter tido um grave acidente.



Com neve, o dono, Cam Laundry perdeu o controlo da sua pick-up e como não usava o cinto de segurança, acabou por ser projetado para fora do veículo após este ter capotado.

O seu pastor alemão Tinsley partiu à procura de ajuda e a polícia local começou a receber chamadas de um animal perdido na estrada. Ao encontrar Tinsley, este começou a guiá-los até ao local do acidente onde Laundry já começava a sofrer de hipotermia.

Prontamente assistido, este homem deve a vida ao seu cão e não hesita a afirmar que foi mesmo “um milagre” estando eternamente grato ao seu fiel amigo.

Continuar a ler

Curiosidades

Um mundo de Porsches cor-de-rosa

Published

on

A ideia foi do fotógrafo polaco Tomek Makolski que imaginou como seria o mundo futuro só com modelos Porsche Taycan cor-de-rosa e tratou de criar um conjunto de imagens desse universo imaginário.



De início pode pensar-se que ele se limitou a fotografar um Porsche Taycan cor-de-rosa e que todo o restante trabalho foi feito em ferramentas digitais de edição de imagem, mas tal não foi o caso.

Makolski pegou num Porsche Taycan real e colocou-o em cada uma das posições que se vê nas fotos fazendo depois uma sobreposição de cada uma das imagens gerando assim a noção de conjunto e quantidade.

Portanto, todos os Porsche e locais onde foram fotografados são reais.

Continuar a ler

Curiosidades

Estradas cortadas por causa de caranguejos

Published

on

Todos os anos na Ilha do Natal, na Austrália, a população depara-se com um contratempo algo insólito nas suas deslocações diárias: a migração do caranguejo vermelho.



São milhões de caranguejos que se deslocam para o oceano e que de um momento para o outro invadem a ilha e consequentemente também as estradas que têm de ser cortadas para não haver interferência com a migração desta espécie protegida na Austrália e também para garantir a segurança dos condutores e ocupantes dos veículos.

Conscientes da importância desta espécie para o ecossistema e também para o turismo da ilha, que é quase toda ela um parque natural, os habitantes já estão habituados a esta migração anual que inevitavelmente obriga a este encerramento de inúmeras estradas para que não haja atropelamentos em massa de caranguejos, que comprometeriam a espécie e o seu equilíbrio, ao mesmo tempo que poderiam por em risco também os utentes da via.

Continuar a ler
Publicidade

Estamos no Facebook

Newsletter

Em aceleração