Volvo limita todos os seus carros aos 180 km/h – Motorguia
Ligue-se connosco

Notícias

Volvo limita todos os seus carros aos 180 km/h

Published

on

A velocidade máxima de todos os modelos da Volvo vai ser limitada a 180 km/h. O construtor sueco explica os motivos desta decisão.

A partir de 2020 a marca sueca Volvo vai colocar limitadores em toda a sua gama de veículos que impedirá os carros de ultrapassarem os 180 km/h. A Volvo considera que por muito boa que seja a tecnologia a mesma estará dependente do comportamento dos condutores.

Segundo testes recolhidos junto da US National Highway and Traffic Safety Administration, a agência americana para a segurança rodoviária, cerca de 25% das mortes em estradas nos EUA em 2017 foram resultado de excesso de velocidade.

O diretor da Volvo Hakan Samuelsson referiu que: “limitar a velocidade não é uma solução total, mas basta salvarmos uma vida para ser suficiente. Os nossos valores enquanto empresa passam por proteger os nossos clientes. Os 180 Km/h até são excessivos e mais do que suficientes para qualquer automóvel, mas também sabemos que muitos clientes, em especial os da Alemanha não querem os seus carros limitados”.

Samuellson adiantou ainda que os limitadores de velocidade serão montados apenas nos carros da marca Volvo e não abrangem marcas como a Geely, Polestar e Lynk.

Clique para comentar

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Notícias

Novo BMW 3.0 CSL homenageia o original

Published

on

No ano em que comemora os 50 anos da divisão “M”, a BMW guardou para o final uma das melhores “prendas”: o BMW 3.0 CSL que recupera a imagem do 3.0 CSL original lançado em 1973, o icónico coupé que foi o primeiro modelo de produção da BMW Motorsposts.



O 3.0 CSL original marcou uma era com todos os seus sucessos nas pistas e foi um dos pilares originais daquilo em que se tornou a divisão M. Agora, no ano em que a BMW tem celebrado o cinquentenário desta divisão de alta performance com vários momentos únicos, chegou a altura de revelar o novo BMW 3.0 CSL.

Este coupé conta com o motor a gasolina de seis cilindros em linha (a tradição ainda é o que era) com 560 cv de potência, o que faz dele o mais poderoso motor desta arquitetura produzido em série pela marca. Adotando algumas soluções utilizadas no DTM esta unidade debita ainda 550 Nm de binário e oferece uma subida de regime mais célere.

Ao olhar para este novo BMW 3.0 CSL a inspiração no modelo original dos anos 70 é evidente não apenas pela pintura branco pérola com as cores da divisão “M” como também pelos guarda lamas bem alargados e as duas asas, a do tejadilho e a traseira. As jantes são específicas deste modelo e são de 20″ na frente e 21″ atrás com aperto central e estão equipadas com uns pneus Michelin desenvolvidos pela marca francesa especificamente para este desportivo.

Serão apenas produzidas 50 unidades deste BMW 3.0 CSL, numa clara referência aos 50 anos da divisão Motorsports, sendo cada uma devidamente numerada. Para já a marca ainda não revelou preços de comercialização.

Entretanto aqui fica o vídeo de lançamento da BMW Motorsposrt do seu novo 3.0 CSL:

Continuar a ler

Notícias

Mercedes revela um pouco do EQG

Published

on

Mostrado ao público pela primeira vez no Salão de Munique no ano passado, o Mercedes EQG é a visão da marca alemã para o sucessor elétrico do Classe G e agora o construtor germânico revela mais alguns detalhes.



Utilizando como base a mesma plataforma do Classe G com algumas alterações, o EQG mantém as linhas direitas do seu “irmão” com motor a combustão.

Segundo a Mercedes este modelo conta com quatro motores elétricos, colocados um em cada roda. Uma das características curiosas é que poderá virar 360º com o simples toque num botão que ativa a função G-Turn que faz com que os dois motores de um dos lados do EQG façam as rodas andar para a frente enquanto os outros dois as fazem andar ara trás, quase ao estilo de um veículo de lagartas.

Além disso os quatro motores permitem replicar o efeito do bloqueio de três diferenciais, o dianteiro, o traseiro e o central.

A bateria deverá ter sensivelmente 100 kWh de capacidade e está colocada no piso do EQG, na zona dos bancos traseiros, devidamente protegida num compartimento estanque que permite a este Mercedes não recear nenhuma passagem num curso de água.

O novo Mercedes EQG já anda em testes e deverá começar a ser comercializado em 2024.

Continuar a ler
Publicidade

Publicidade

Newsletter

Em aceleração