Como entender os motores BMW – Motorguia
Ligue-se connosco

Notícias

Como entender os motores BMW

Published

on

Se é uma aficionado pela BMW, é possível que tenha na ponta da sua língua todos os códigos internos para os motores. Mas há quem não o seja e que facilmente fique confuso com tanta nomenclaturas que os fabricantes de motores utilizam. Regra geral, estas designações que combinam algarismos com letras são mesmo indecifráveis, apesar de conterem bastante informação. Mas vamos usar a BMW como exemplo.

O motor da atual geração do BMW 320d tem o código B47D20. O que significa isto?.

B: A primeira letra representa a família a que pertence. Os motores mais comuns da BMW, se tiverem sido desenvolvidos depois do ano de 2001, têm a sua designação a começar pela letra “N”, passando a ser a letra “B” a partir de 2013 – antes de 2001, por exemplo, eram “M“. Temos, por exemplo, do problemático bloco Diesel N47 que só passou a ser mais seguro quando a sua designação passou a ser B47, o que se distingue pelos níveis de potência que passaram de 143 cv para 150 cv e de 177/184 cv para 190 cv. É caso do código que aqui analisamos. Se fosse um motor da família BMW M, começaria por “S”.

4: O primeiro algarismo indica o número de cilindros, ainda que isto nem sempre tem uma relação direta. Neste caso, sim, mas um “6”, por exemplo, poderá indicar um motor V8, assim como o “7” se refere a motores V12. O “8” vai para os V10, como do M5 E60.

7: O terceiro carater destina-se a identificar o número de evoluções sofridas pelo motor. Se for “0”, está na versão original.

D: O quarto carater refere-se ao tipo de combustível e posição do motor: transversal ou longitudinal. Neste caso, “D” para diesel e posição longitudinal. Seria um “B” se a posição fosse a mesma, mas o combustível fosse gasolina. “C” mantendo o combustível e alterando a posição.

20: É, simplesmente, a cilindrada. Ou seja, neste caso, 2,0 litros de capacidade.

TU: Aplica-se apenas a alguns motores e significa “technical update.” Quer dizer, exatamente, que houve muitas mexidas face à anterior versão. Importante em alguns motores a gasolina dos anos 90 do século passado e início do atual milénio.

Clique para comentar

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias

Comércio automóvel fecha, inspeções só por marcação

Published

on

Após terem mantido a atividade aberta durante o confinamento que estava em vigor até ontem, parece que os stands e concessionários de motos e automóveis vão ter mesmo de fechar neste novo confinamento mais restrito que agora foi decretado.



Será já a partir de amanhã que o comércio automóvel terá de fechar portas, seguindo as novas regras de confinamento que visam conter a propagação da pandemia do vírus Covid-19.

As inspeções periódicas também sofrem alterações sendo agora feitas apenas por marcação prévia. Estas medidas entra em vigor a partir de amanhã, dia 23 de janeiro, e mantêm-se durante os próximos 15 dias. No final deste período elas serão novamente avaliadas em função da evolução dos números da pandemia e poderão manter-se ou regressar a um funcionamento mais “normal”.

Continuar a ler

Notícias

Futuros Peugeot 208 e 2008 serão só elétricos

Published

on

A próxima geração do bem sucedido Peugeot 208 e do crossover 2008 deverão ser modelos totalmente elétricos. Com o lançamento previsto apenas para 2025 ou 2026, estes dois modelos deverão deixar de lado os motores a combustão.



Esta informação foi divulgada pela AutoExpress, baseando-se no documento interno da própria marca francesa. Esta opção pelas soluções elétricas surge, não apenas no facto da marca continuar a aumentar a sua oferta elétrica, cumprindo com as exigências de emissões impostas ao sector automóvel, como também acompanhando uma tendência de vendas no seio da própria marca do leão em que os modelos com alternativas elétricas ou híbridas têm estado a ter uma procura superior ao que era esperado.

Continuar a ler

Notícias

Sector automóvel não fecha neste confinamento

Published

on

Neste segundo confinamento, decretado desde dia 15 de janeiro, as empresas do sector automóvel e das motos, fazem parte das exceções à obrigação de fechar portas ao público enquanto durar este período restritivo.



Assim, tanto para as quatro como para as duas rodas, continuarão abertas as oficinas, concessionários, lojas de peças e acessórios, centros de inspeção, empresas de aluguer de automóveis, ou serviços de reboque, por exemplo.

Continuar a ler
Publicidade

Estamos no Facebook

Newsletter

Em aceleração