Como entender os motores BMW – Motorguia
Ligue-se connosco

Notícias

Como entender os motores BMW

Published

on

Se é uma aficionado pela BMW, é possível que tenha na ponta da sua língua todos os códigos internos para os motores. Mas há quem não o seja e que facilmente fique confuso com tanta nomenclaturas que os fabricantes de motores utilizam. Regra geral, estas designações que combinam algarismos com letras são mesmo indecifráveis, apesar de conterem bastante informação. Mas vamos usar a BMW como exemplo.

O motor da atual geração do BMW 320d tem o código B47D20. O que significa isto?.

B: A primeira letra representa a família a que pertence. Os motores mais comuns da BMW, se tiverem sido desenvolvidos depois do ano de 2001, têm a sua designação a começar pela letra “N”, passando a ser a letra “B” a partir de 2013 – antes de 2001, por exemplo, eram “M“. Temos, por exemplo, do problemático bloco Diesel N47 que só passou a ser mais seguro quando a sua designação passou a ser B47, o que se distingue pelos níveis de potência que passaram de 143 cv para 150 cv e de 177/184 cv para 190 cv. É caso do código que aqui analisamos. Se fosse um motor da família BMW M, começaria por “S”.

4: O primeiro algarismo indica o número de cilindros, ainda que isto nem sempre tem uma relação direta. Neste caso, sim, mas um “6”, por exemplo, poderá indicar um motor V8, assim como o “7” se refere a motores V12. O “8” vai para os V10, como do M5 E60.

7: O terceiro carater destina-se a identificar o número de evoluções sofridas pelo motor. Se for “0”, está na versão original.

D: O quarto carater refere-se ao tipo de combustível e posição do motor: transversal ou longitudinal. Neste caso, “D” para diesel e posição longitudinal. Seria um “B” se a posição fosse a mesma, mas o combustível fosse gasolina. “C” mantendo o combustível e alterando a posição.

20: É, simplesmente, a cilindrada. Ou seja, neste caso, 2,0 litros de capacidade.

TU: Aplica-se apenas a alguns motores e significa “technical update.” Quer dizer, exatamente, que houve muitas mexidas face à anterior versão. Importante em alguns motores a gasolina dos anos 90 do século passado e início do atual milénio.

Clique para comentar

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias

Último Cobra Shelby pode valer 1,7 milhões de euros

Published

on

Foi em 2004 que a Ford criou um novo Cobra Shelby em forma de protótipo totalmente funcional e que foi apelidado com o nome de código “Project Daisy”. Nunca passaria disso mesmo, de um protótipo que não chegou a ser comercializado, mas ficou na história automóvel como o último Cobra Shelby a ser produzido.



O “Project Daisy” chegou mesmo a ser conduzido nas pistas de testes pelo próprio Carrol Shelby, mas a crise económica que se vivia nos Estados Unidos na altura levou a Ford a não apostar na sua comercialização.

Passado algum tempo foi vendido por cerca de 700 mil euros a um dos responsáveis do projeto que o manteve e acabou por torná-lo legal para circular na estrada. Agora o último Cobra Shelby vai a leilão em Monterey através da leiloeira Mecum num evento que decorrerá entre 12 e 14 de agosto sendo esperado que possa atingir uma quantia a rondar os 2 milhões de dólares, algo como 1,7 milhões de euros.

Continuar a ler

Notícias

Estará a Ssangyong de regresso?

Published

on

A coreana Ssangyong mostrou alguns desenhos do que poderá vir a ser a sua nova geração de modelos, com especial foco no denominado X200.



Arredada do mercado português há alguns anos, a Ssangyong foi uma marca que no final dos anos 80 e nos anos 90 teve um relativo sucesso quando em plena altura de expansão dos modelos todo-o-terreno ela surgiu com o Korando e posteriormente com o mais bem sucedido Musso, modelo equipado com motor Mercedes.

Agora a marca da Coreia do Sul tenta reerguer-se a nível mundial depois de uns últimos anos muito complicados a nível financeiro e estas primeiras imagens apenas mostram os caminhos estéticos que a Ssangyong tenda seguir.

Este X200, por agora apenas mero código de designação, não havendo ainda um nome definitivo, recupera as formas do Korando original, mantendo um ar robusto e moderno. Pouco se sabe a nível técnico, mas não é de excluir que este novo modelo seja motorizado por soluções elétricas ou híbridas.

Veremos agora com o tempo se esta tentativa de revitalizar a Ssangyong será bem sucedida e se eventualmente ela regressará ao mercado português.

Continuar a ler

Notícias

Dormir num carro em grande estilo

Published

on

Dormir num carro não é novidade para ninguém, nem que tenha sido apenas por alguns minutos, mas perto de Estugarda na Alemanha há um hotel que eleva essa experiência a um nível bem diferente.



Dá pelo nome de V8 Hotel e o tema dominante de todo o complexo são os automóveis. Aliás, nem é só um hotel, são dois. No mesmo complexo de edifícios encontra-se o V8 Hotel e o V8 Hotel Classic.

Nestas unidades hoteleiras o mundo automóvel é rei. Desde a entrada até aos próprios quartos, o tema dos automóveis domina indo ao delicioso pormenor das camas em si serem adaptações de modelos automóveis bem conhecidos.

Desta forma os interessados podem dormir em camas construídas com base em modelos da Cadillac, Jeep, BMW, Mini, Jaguar, Mercedes, Alfa Romeo ou até num VW Carocha “Herbie”, entre outros. Nos quartos são reproduzidos ambientes cinematográficos, de competição ou de garagem potenciando ainda mais a experiência dos visitantes.

Continuar a ler
Publicidade

Estamos no Facebook

Newsletter

Em aceleração