Estado apoia “negócio” dos combustíveis? – Motorguia
Ligue-se connosco

Notícias

Estado apoia “negócio” dos combustíveis?

Published

on

O barril de petróleo baixou 20 dólares nos últimos 45 dias e mantém a tendência de queda que já vai nos 20%. No entanto, os combustíveis não baixaram nas últimas quatro semanas e apenas baixam 1,5 cêntimos amanhã. Quem está a ganhar com este negócio?

Quem está a ganhar milhões com a retenção dos preços dos combustíveis? Será o Estado português leva mais de 60% da fatia deste jackpot pago pelos automobilistas e empresa? Certo é que a ajuda das gasolineiras é essencial e não é de estranhar que tentam por tudo manter os preços e tentar manter o desfasamento dos preços entre o barril e ponto de venda.

Quando os preços do barril sobem na semana seguinte os preços sobem de imediato. É caso para dizer: sobem como uma flecha e descem como uma pluma. Este negócio envolve muitos milhões de euros a distribuir pelos refinadores, distribuidores e Estado português.

Fonte: Nasdaq

Na análise aos gráficos publicados podemos verificar que o preço barril de crude em abril estava ao mesmo preço da passada sexta-feira, com a diferença que em abril o valor do gasóleo (por exemplo) estava nos 1,35 euros, enquanto à data de hoje está nos 1,47 euros, bastante longe dos 1,35 euros de abril.

Amanhã os preços descem 1,5 cêntimos e até parece um favor que fazem aos consumidores. Todos os partidos políticos estão passivos em relação a esta matéria. As associações de consumidores de combustíveis não existem em Portugal e não há quem defenda consumidores particulares e empresas deste super-negócio.

Fonte: maisgasolina.com

Vamos ficar atentos à tendência dos preços e fazer a nossa parte na divulgação deste negócio que tira milhões de euros dos bolsos dos consumidores portugueses que não têm oportunidade de abastecer em Espanha.

Clique para comentar

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Notícias

Toyota Hilux a hidrogénio já anda em testes

Published

on

A Toyota já está em fase de testes com a pick-up Hilux FCEV, versão equipada com tecnologia de célula de combustível de hidrogénio e que promete uma autonomia de cerca de 600 quilómetros.



O construtor nipónico já produziu dez unidades desta Hilux na sua fábrica de Burnaston, no Reino Unido, sendo que cinco delas já andam a fazer testes. Esta versão da Hilux conta com uma solução que tem por base o sistema já utilizado no Toyota Mirai que neste caso é alimentado por três depósitos de alta pressão situados no centro do chassis desta pick-up com uma capacidade conjunta de combustível de 7,8 quilos. Sobre o eixo dianteiro está a pilha com as células de combustível de eletrólito de polímero e no eixo traseiro está o motor elétrico capaz de debitar 182 cv de potência e um binário de 300 Nm.

Continuar a ler

Notícias

Novo SUV da Ford poderá chamar-se… Capri

Published

on

Há muito que o nome Capri tem vindo a ser falado como um novo modelo da Ford que poderia recuperar o legado de um coupé com história na marca, contudo poderá não ser um coupé, mas sim um SUV elétrico.



A Ford prepara-se para lançar no próximo dia 10 de julho o seu terceiro modelo totalmente elétrico que, ao que parece, será um SUV-coupé com um caráter desportivo. Esta nova proposta utiliza a mesma plataforma do Ford Explorer elétrico e deverá ficar posicionado na gama marca norte-americana abaixo do Mustang Mach-E.

Ainda não havendo certezas, suspeita-se que o nome deste que é o segundo modelo elétrico da Ford fabricado em solo europeu irá ser Capri.

Continuar a ler
Publicidade

Publicidade

Newsletter

Ultimas do Fórum

Em aceleração